Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



mw-960.jpg

Nunca gostei de criticar técnicos ou jogadores em função do resultado de um jogo e não o vou fazer hoje, muito embora estas minhas observações sejam críticas.

Acredito veementemente que o seleccionador nacional está convencido que indiferente das asneiras que cometer, o talento à sua disposição, de uma maneira ou outra, resolverá a situação.

Na realidade, é precisamente isso que tem vindo a acontecer com regularidade desde o Euro 2016, mas que ontem não se concretizou, resultando na derrota de Portugal às mãos da Ucrânia.

A equipa das quinas começou o jogo a dar a vantagem ao adversário, com um 'onze' inicial que só poderia ser fruto da imaginação entorpecida de Fernando Santos.

Ao longo dos 90 minutos e descontos, Portugal foi muito mais dono da bola, rematou mais e até obrigou o guarda-redes da Ucrânia a fazer várias boas defesas. Com tudo isto, o colectivo luso foi inferior ao do adversário e isso vai longe para explicar a derrota.

Com o primeiro lugar do grupo fora do seu alcance, a Selecção Nacional vai conseguir o apuramento porque apenas depende de si para se qualificar, com dois jogos por disputar, o primeiro dos quais em "casa" frente à Lituânia e, de seguida, a visita ao Luxemburgo.

E, assim, mais uma vez, Fernando Santos vai conseguir desviar as atenções da sua muito evidente insuficiência.

P.S.: Custa-me muito dizer isto do homem que nos liderou meritoriamente à conquista do Europeu, feito que eu nunca esquecerei.

publicado às 04:02

 

1183691.jpg

 

Não assisti à vitória da Polónia sobre a Ucrânia, por 1-0, mas tive ocasião de ver o resumo do jogo. Houve uma jogada que me fez lembrar o lance falhado de Bryan Ruiz, frente ao Benfica, tão falado e criticado entre adeptos.

 

Neste jogo do Euro 2016, temos Robert Lewandowski, um dos melhores e mais letais pontas-de-lança do Mundo (nada menos do que 170 golos nas últimas seis épocas, ao serviço do Borussia Dortmund e Bayern Munique) com o guarda-redes e a baliza da Ucrânia completamente à sua mercê e... remata por cima da trave.

 

Disse um comentador espanhol:

 

«Y es que Lewandowski, máximo goleador de la fase de clasificación, se ha quedado seco al llegar a Francia, donde acusa el mismo mal que trae por la calle de la amargura a Cristiano Ronaldo o Zlatan Ibrahimovic».

 

Só não falha quem está na bancada !

 

publicado às 20:37

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo