Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



img_920x519$2020_01_11_19_58_23_1649199.jpg

Nuno Moura, médico ortopedista, de 48 anos, que durante cinco anos colaborou com o Vitória de Setúbal, cessou a sua cooperação depois do episódio da gripe, que atingiu os jogadores sadinos e que muito deu que falar antes do jogo com o Sporting:

"Este ano ainda fui fazer um jogo da equipa (porque Dr. Ricardo Lopes não podia), fui inscrito na Liga pelo Vitória. Depois do jogo com o Sporting transmiti ao director clínico, dr. Ricardo Lopes, que não iria continuar com a relação institucional que tinha com o Vitória.

A minha situação esteve sempre mal definida e continuei a não ser remunerado em qualquer das minhas funções. Na sequência do incidente, que considero ter havido muita coisa não médica misturada com assuntos médicos - o assunto foi muito bem conduzido pelo dr. Ricardo Lopes, mas acho que houve uma ‘feira’ à volta do sucedido.

Nunca duvidei da infecção viral. Conheço vários atletas e até tenho amizade com eles. O que aconteceu é uma realidade, não duvido. O dr. Ricardo até falou comigo sobre os jogadores que estariam ou não aptos a jogar. O que pode ter acontecido, numa tentativa de agravamento da situação ou de ganhar apoio na opinião pública, a direcção levar a cabo a sua intenção de adiar o jogo. O espectáculo das máscaras e dos placares expostos, tenho a certeza que o dr. Ricardo não teve nada a ver com isso".

publicado às 16:59

36556955-scaled_770x433_acf_cropped.jpg

Vítor Hugo Valente, presidente do V. Setúbal, anunciou ontem à noite o corte de relações institucionais do Sporting:

“A proposta do Sporting não foi digna, a atitude do Sporting e do seu presidente, em vir ganhar três pontinhos contra estes jogadores, não é digna do futebol. Estes jogadores fizeram de tudo, tememos pelas condições deles para o próximo jogo. Como se isto não bastasse, a atitude prepotente, de má educação do senhor presidente do Sporting quando se apresentou no camarote, que me fez dizer-lhe na cara tudo o que tinha de ouvir. A partir de hoje, enquanto este presidente lá estiver, não mantemos relações institucionais com o Sporting. Este presidente envergonha o futebol e a instituição do Sporting".

O Sporting emitiu um comunicado, mas não é claro se foi antes ou depois do anúncio de Vítor Hugo Valente:

"O Sporting Clube de Portugal lamenta o ambiente criado pelo presidente do Vitória FC desde a entrada na tribuna do presidente Frederico Varandas.

O ambiente de provocação constante, de insultos e impropérios que foram dirigidos aos membros dos Órgãos Sociais do Sporting Clube de Portugal durante mais de 90 minutos são inadmissíveis.

O Sporting Clube de Portugal só não avança para o corte de relações institucionais com o Vitória Futebol Clube por respeito ao Clube e à sua História e porque tem a expectativa que as pessoas que dirigem este clube deixem de representar o Vitória Futebol Clube até final do mês, pois este Clube merece muito mais".

publicado às 03:49

Vitória muito "engripada"

Rui Gomes, em 12.01.20

83312887_10156531734031555_4942102714411646976_o.j

Inadmissível, a passividade da equipa do Sporting na segunda parte, depois de ter o jogo perfeitamente controlado e dois golos de vantagem.

Luís Maximiano, na minha opinião, foi mal batido no golo do V. Setúbal.

Battaglia ainda não tem ritmo de jogo suficiente para fazer 90 minutos.

Deve haver algo no contrato de Jesé Rodriguez que o faz uma entrada obrigatória, quando há o jovem Gonzalo Paz no banco.

Inevitável que Coates visse o 5.º amarelo para o impedir de defrontar o Benfica na sexta-feira.

Valerá a pena falar de Tiago Martins?... Entrada dura sobre Vietto, que o lesionou, que nem falta foi, exactamente o mesmo num outro lance com Bruno Fernandes, várias outras faltas completamente ignoradas, inclusive um segundo penálti sobre Wendel.

Salvo haver acordo entre as partes que permita a despedida de Bruno Fernandes contra o Benfica, acredito que este foi o seu último jogo de leão ao peito.

publicado às 03:47

Era inevitável...

Rui Gomes, em 11.01.20

img_920x519$2020_01_11_15_23_43_1649111.jpg

O V. Setúbal-Sporting vai mesmo realizar-se esta noite, depois de os dois clubes não terem chegado a consenso em relação ao adiamento do encontro devido ao surto gripal que atingiu o plantel dos sadinos. Nas redes sociais, os adeptos do V. Setúbal 'não perdoaram' e já começaram a circular vários memes sobre o tema...

Nota: A bem dizer, devia ter escrito "alegado surto gripal". Isto, porque o V. Setúbal recusou-se a prestar provas da crise clínica que terá afectado a equipa.

publicado às 17:00

Convocatória para o V. Setúbal

Rui Gomes, em 11.01.20

81665312_10156528531431555_6693835865166184448_o.j

A lista de 18 jogadores convocados por Jorge Silas para o embate com o V. Setúbal a contar para a 16.ª jornada da Liga NOS.

Renan continua a recuperar de lesão, Jovane Cabral ainda inapto para jogos muito embora já esteja inteiramente integrado nos treinos da equipa, Acunã ausente por lesão, Doumbia cumpre jogo de castigo e Rosier, em princípio, por opção técnica.

Não requer muita imaginação para adiantar o 'onze' inicial:

Luís Maximiano; Ristovski, Coates, Mathieu e Borja; Battaglia, Wendel e Bruno Fernandes (será o seu último jogo de leão ao peito?); Vietto, Bolasie e Luiz Phellype.

Alguma possibilidade, por remota que seja, de se ver o jovem Pedro Mendes no lugar de Luiz Phellype.

publicado às 04:30

Sporting quis acompanhar situação clínica dos jogadores do V. Setúbal e sadinos recusaram

V: Setúbal insiste em recusar que a condição física dos jogadores seja verificada pelo Sporting

Rui Gomes, em 10.01.20

2020-01-09 (2).png

Entretanto, segundo o Record, o Sporting entrou em contacto com o Vitória de Setúbal, no sentido  de requerer que o seu director clínico, João Pedro Araújo, estivesse por dentro da situação e evolução clínica dos jogadores sadinos. No entanto, esta hipótese terá sido recusada pelo Vitória, algo que, refira-se, surge após troca de palavras e justificações entre ambos os clubes.

Por outro lado, o Sporting também terá baseado a decisão de não consentir o adiamento da partida por ter conhecimento de que, afinal, no último treino do V. Setúbal terão estado presentes 14 jogadores, o que junto aos atletas que estarão recuperados até sábado, será um número suficiente para disputar a partida.

Adenda: O V. Setúbal deixou esta sexta-feira duras críticas ao Sporting, num comunicado partilhado nas redes sociais com acusações de cinismo e hipocrisia, sublinhando que o Sporting "adopta um procedimento disciplinarmente censurável que tem por objetivo, única e exclusivamente, obrigar o Vitória Futebol Clube a apresentar em campo uma equipa notoriamente inferiorizada, socorrendo-se de uma interpretação restritiva do Regulamento de Competições que não encontra tradução no verdadeiro espírito do legislador".

Novo comunicado da Liga:

A Liga, no respeito pela integridade dos Regulamentos em vigor e da competição em si, convocou os Presidentes de Vitória FC e Sporting CP para uma reunião, que teve lugar esta sexta-feira, ao final do dia, nas instalações da Liga Portugal, em Lisboa.

No encontro, além de Pedro Proença, Presidente da Liga Portugal, e das Directoras Executivas, Sónia Carneiro e Helena Pires, estiveram o Presidente do Vítor Hugo Valente e o Director Desportivo, Rodolfo Vaz, enquanto pela parte do Sporting CP esteve Miguel Nogueira Leite, em representação de Frederico Varandas, com ausência justificada. Miguel Braga, Responsável de Comunicação, e João Pedro Araújo, Director Clínico do Sporting CP.

Na reunião, o Vitória FC reiterou o seu pedido de adiamento para uma data a acordar com o Sporting CP. Esta hipótese só será ponderada pelo Sporting CP caso o Vitória FC aceite fazer uma junta médica que ateste a condição física dos jogadores, na qual esteja integrado o Director Clínico do emblema de Alvalade, João Pedro Araújo.

Este foi um cenário recusado pelo Presidente e Director Desportivo do Vitória FC pelo que a Liga, respeitando o que está regulamentado, mantém o jogo entre os dois clubes para o horário e dia, previamente agendado.

publicado às 21:00

GAqAajZ.png

Vítor Hugo Valente, presidente do V. Setúbal, afirmou esta quinta-feira que o Sporting não se mostrou receptivo a uma mudança de data para o encontro da ronda 16 do campeonato, tendo em conta o surto de grupo que afectou o plantel sadino.

O Sporting, entretanto, reagiu através de uma nota enviada à Comunicação Social:

"1 - O Sporting Clube de Portugal lamenta os casos clínicos que afectam o plantel do Vitória Futebol Clube.

2 - Os calendários de competições estão sobrecarregados e inviabilizam que o Sporting CP possa anuir ao pedido de adiamento da próxima jornada feito pelo Vitória Futebol Clube.

3 - A data indicada pelo Vitória Futebol Clube como alternativa surge num momento em que o Sporting vem de um jogo em Braga, depois de receber o Benfica, jogar a Final Four da Allianz Cup em Braga e receber o Marítimo (jogo que está dependente da prestação na Allianz Cup e poderá obrigar a nova marcação). Posteriormente à data proposta, existe a recepção ao Portimonense, seguida de uma deslocação ao terreno do Rio Ave. A semana seguinte será de competições europeias.

4 - Atendendo à planificação feita e à importância da continuidade de bons desempenhos das equipas Portuguesas nas provas da UEFA, com manifestos benefícios para o futebol português, o Sporting não pode correr o risco de chegar a esses momentos com os seus jogadores competitivamente sobrecarregados e com riscos acrescidos de lesões.

5 - Devido à experiência do Sporting em casos similares, e ainda até sem conhecer com profundidade os casos clínicos noticiados, confiamos que até à hora do apito inicial, muitos dos casos dos jogadores do plantel do Vitória Futebol Clube serão solucionáveis, razão pela qual reiteramos a nossa vontade e disponibilidade para o jogo marcado para o próximo sábado".

Comunicado da Liga

"A Liga Portugal informa que recebeu o pedido de adiamento, remetido pelo Vitória FC, do jogo desta equipa com o Sporting CP, a contar para a jornada 16 da Liga NOS, por surto gripal no seu plantel.

O Sporting CP fez chegar à Liga Portugal a sua oposição ao adiamento.

Tendo a Liga Portugal diligenciado junto dos dois clubes com vista à solução da questão e verificando que estes não chegam a um consenso, o adiamento não está em condições de ser determinado".

publicado às 15:27

Sub-23 em dia menos feliz

Rui Gomes, em 03.12.19

Depois do triunfo frente ao CD Aves no sábado, a equipa sub-23 do Sporting perdeu esta terça-feira diante do V. Guimarães, por 0-1, em jogo da 18.ª jornada da Liga Revelação disputado no Estádio Aurélio Pereira,  em Alcochete.

A equipa leonina foi superior em toda a partida, criando várias oportunidades de golo, mas pecou na finalização e encontrou um guarda-redes adversário intransponível neste dia.

3762cf69-d29f-4244-8326-82e0ae13f2aa.jpg

Fernando foi de novo titular e foi através do avançado brasileiro que se criou as melhores oportunidades leoninas na primeira metade, mas nas três (19’, 33’ e 34’) o guardião vimaranense levou a melhor.

Na segunda metade, Leonel Pontes tirou Fernando - ainda a ganhar ritmo - e apostou em Bruno Tavares e, alguns minutos depois, fez sair Rodrigo Fernandes para a entrada de Mitrovski.

O avançado, que tinha apontado o golo da vitória frente ao CD Aves, voltou a entrar bem no jogo e, aos 67 minutos, levou logo a bola à barra na marcação de um livre. Mais tarde, aos 85 minutos, viu ainda Besic negar-lhe o golo.

Ficha de jogo

SPORTING CP 0-1 VITÓRIA SC (0-0 ao intervalo)

Liga Revelação, 18.ª jornada – 03.12.2019
Estádio Aurélio Pereira
Árbitro: Dinis Gorjão
Árbitros assistentes: Daniel Santos e João Coimbra.

SPORTING CP: Hugo Cunha, Exhedey Verde, Pedro Mendes, Rodrigo F. (Mitrovski, 62’), Joelson (Diogo Brás, 73’), Fernando (Bruno Tavares, 46’), João Silva, João Oliveira (T. Rodrigues, 73’), Bernardo Sousa (Loide, 80’), E. Quaresma e Tomás Silva (cap.).

Suplentes não utilizados: Anthony W., Babacar Fati, J. Goulart, G. Costa e João Ricciulli..

Treinador: Leonel Pontes.

Disciplina: cartão amarelo para Rodrigo F. (37’); cartão vermelho para Diogo Brás (90’+2, directo).

b9a0f20c-3b4b-4bf0-a934-5825ec3deff9.jpg

VITÓRIA SC: Suan Besic, Maga, Nuca, Rosas, João Mendes, João Bruno (cap.), Paulinho, Handel (Gabi, 85’), Théo Fonseca (Agostinho Mané, 66’), Dani Silva e João Fernandes (Sala, 80’).

Suplentes não utilizados: Bruno Pereira, Bruno Rafael, Moise, Diogo Paulo, Generoso e Tiago Leite.

Treinador: Tozé Mendes.

Disciplina: cartão amarelo para Nuca (45’+1).

Marcadores: 0-1 Sala (90’+2)

Os leões voltam a jogar no próximo domingo (11h00) em casa do SC Marítimo.

publicado às 16:39

Juniores vencem ao cair do pano

Rui Gomes, em 01.12.19

78935815_10156764450416828_1693885571979542528_o.j

Depois do empate na última ronda frente ao FC Alverca, a equipa de juniores do Sporting foi a casa do Vitória FC vencer por 2-3, em jogo da 14.ª jornada do Campeonato Nacional.

Tiago Tomás abriu o marcador aos 30 segundos, mas os sadinos não se deixaram afectar e foram à procura do empate, que acabou por ser assegurado aos 32', através de uma grande penalidade convertida por Bruno Ventura. Na segunda parte a equipa leonina foi sempre superior e chegou ao 2-1, por Geny Catamo.

O Vitória empatou de penálti, novamente por Bruno Ventura (85’), mas foram os leões que venceram – ainda que com alguma dificuldade – com um golo de Tiago Tomás aos 90’+4.

Na próxima jornada, o Sporting defronta o Estoril Praia no dia 14 de Dezembro.

publicado às 02:15

Juniores goleiam Vitória de Setúbal

Rui Gomes, em 19.09.19

img_920x519$2019_08_12_23_06_56_1587899.jpg

O Sporting recebeu e venceu esta quarta-feira o V. Setúbal por 4-1, em jogo em atraso da 3.ª jornada do Campeonato Nacional de juniores. Um encontro muito bem conseguido pelos comandados de Pedro Coelho, que foi também coroado com eficácia e muitos golos. Três deles apontados ainda na primeira parte.

Os leões venciam por 3-0 aos 25 minutos, com um golo de Gonçalo Inácio aos 15' e dois de Rodrigo Oliveira (21' e 25'). Os sadinos reduziram por intermédio de André Nunes aos 29', com Geny Catamo a fixar o resultado final aos 59'.

Com estes três pontos, e já sem qualquer jogo em atraso na prova, a formação verde e branca subiu ao quinto lugar da tabela, somando 8 pontos em cinco jogos. O Benfica lidera a tabela classificativa com 15 pontos.

publicado às 03:00

 

 

O Sporting apurou-se para as meias-finais da Taça Revelação, graças a uma vitória por 3-1 na visita ao reduto do V. Setúbal, juntando-se a Aves, Rio Ave e Benfica nesse derradeiro degrau antes da final.

 

Pedro Marques, com dois golos, foi o elemento em destaque na partida, isto depois de ter sido lançado no decurso da segunda metade pelo técnico Alexandre Santos.


Nas meias-finais, a disputar na próxima quarta-feira, o Sporting visita o Rio Ave, ao passo que na outra eliminatória estarão em confronto Aves e Benfica.

 

publicado às 19:57

Estatísticas do jogo

Rui Gomes, em 31.01.19

 

GoalPoint-Setúbal-Sporting-LIGA-NOS-201819-Rating

 

publicado às 07:46

 

50818539_10155754542976555_3424071876832395264_n.j

 

Uma lista de 21 jogadores chamados por Marcel Keizer para o embate da 19.ª jornada da Liga NOS.

 

Há, no entanto, muitas dúvidas sobre a disponibilidade física do plantel nesta altura.

 

A ausência de Acuña por suposta "gestão física", o que não afasta os rumores sobre a sua transferência para o Zenit. Mathieu continua em recuperação e Gudelj cumpre um jogo de castigo por acumulação de amarelos.

 

Surpreendente a inclusão de André Pinto e Petrovic, considerando que ambos foram operados ao nariz após a final da Taça da Liga. 

 

Destaque para a chamada de Abdu Conté, o jovem da equipa de sub-23 que alinha tanto a lateral como a central. Com três nomes a retirar da lista, é duvidoso que vá "calçar".

 

Veremos se é desta vez que teremos a oportunidade de ver Idrissa Doumbia em acção, pela ausência de Gudelj.

 

É por de mais óbvio que Keizer tem uma gestão do plantel muito delicada entre mãos, mas não espero ver a integração de muitos jovens no onze inicial.

 

Este seria o meu 'onze":

 

Renan; Ristovski, Coates, André Pinto (se estiver em condições) e Jefferson; Doumbia, Wendel e Bruno Fernandes; Raphinha, Diaby e Luiz Phellype.

 

Mediante as circunstâncias, é imperativo dar o mais descanso possível a Bruno Fernandes. Wendel é mais jovem e tem muito menos minutos nas pernas, tendo portanto a obrigação de satisfazer as exigências de momento.

 

publicado às 15:09

 

39181048_10155678363786828_7278925180997468160_n.j

 

Mais um jogo deste fim de semana entre equipas do Sporting e do Vitória de Setúbal. Além da equipa principal e dos sub-23, ambos com vitórias, a equipa de juniores inaugurou o Campeonato Nacional 2018/19 com uma visita ao Campo Municipal da Várzea, em Setúbal, onde derrotou a equipa da casa por 2-0.

 

Num primeiro tempo sem golos, foi preciso esperar até ao minuto 77 para se desatar o 'nó' do jogo: Paulo Costa apontou o tento que deixou o Sporting mais perto da vitória. Dez minutos depois foi a vez de Tiago Rodrigues fazer o gosto ao pé e assinalar o resultado final de 2-0.

 

No próximo dia 25 pelas 17h00, o Sporting recebe o Marítimo no Estádio Aurélio Pereira, em jogo a contar para a segunda jornada do Campeonato.

 

publicado às 19:33

 

39287880_10155442049496555_6691018439634452480_n.j

 

Viviano e Bruno César de fora por lesão, Carlos Mané e Matheus Pereira, em princípio, por opção técnica.

 

Creio que o onze inicial amanhã vai ser o seguinte:

 

Romain Salin; Ristovski, Sebastián Coates, Jérémy Mathieu e Jefferson; Battaglia, Misic, Nani e Acuña; Bruno Fernandes e Bas Dost.

 

José Peseiro tem sempre a palavra final, obviamente, mas gostava de ver Raphinha e o jovem Jevone Cabral começar a integrar a equipa titular.

 

publicado às 20:26

 

06CIETVG.jpg

 

Começo a escrever com a intenção de não me alargar muito em comentário. Sinto que há algumas considerações a adiantar sobre o jogo, mas não mais do que isso. Esclareço, desde já, no entanto, que qualquer crítica da minha parte não visa de modo algum desvalorizar o feito da nossa equipa. Como sempre, comento não em função do resultado, mas sim da exibição e da globalidade de circunstâncias inerentes à partida. 

 

Primeiro e sobretudo, muito satisfeito com a conquista desta prova pelo Sporting. Já a merecíamos há muito, e como diz o povo, "mais vale tarde do que nunca". Até deu para me enervar (um pouco), ocorrência excepcional para mim hoje em dia.

 

Reconheço, há muito, que finais são para ganhar, mas não posso deixar de expressar a minha decepção pela incapacidade do Sporting em derrotar este vulgar Vitória de Setúbal nos 90 minutos. Demos 45 minutos de avanço ao adversário e até com um golo para coroar uma exibição muito longe do que se desejava e esperava. Além de já ter acontecido em diversos jogos esta época, sinto que nesta final se fica a dever, fundamentalmente, ao facto de termos jogado com oito jogadores e meio no primeiro período. Passo a explicar:

 

3ON8IHL1.jpg

 

- Nem sei bem o que dizer de Bryan Ruiz, depois de tudo o que se passou com ele esta época. Mas, na minha opinião, não oferece condições para ser titular nesta equipa, muito menos num jogo decisivo;

 

- Rúben Ribeiro ainda não me convenceu que é jogador para o Sporting. Mesmo que venha a provar o contrário, neste momento, havendo lógica e sensatez (o que com Jorge Jesus talvez seja exigir muito), não devia integrar o onze inicial;

 

- Temos, por fim, Fredy Montero. Ainda lhe dou meio valor, pela sua entrega, apesar da caricata condição física. Não podemos esquecer que fez apenas meia dúzia de treinos desde que chegou, depois de estar parado desde o dia 3 de Novembro.

 

Felizmente, Jorge Jesus também reconheceu esta lacuna da equipa e fez para corrigir o seu erro, dando entrada a Battaglia e Acuña logo a seguir ao intervalo. Este último também não tem estado muito bem, mas com o seu espírito combativo, sempre contribui mais do que Bryan Ruiz.

 

No segundo período, o Sporting criou oportunidades suficientes para chegar ao empate e então vencer o jogo. Muito se fica a dever à ansiedade de alguns jogadores, com alguma infelicidade à mistura. Mas, sobretudo, notou-se a falta de Gelson Martins e, em grau inferior, até de Daniel Podence. O jogo exigia velocidade e criatividade, características natas destes dois jogadores. Acho que ficou bem vincado quão importante Gelson é para esta equipa.

 

J53CVDGN.jpg

 

Uma palavra final sobre Rui Costa, o árbitro da partida, com uma actuação no mínimo sofrível. Não comento vários lances em que me irritou com as suas decisões e até admito que não tenha visto a defesa com a mão de Podstawski aos 79 minutos, mas fica por explicar a flagrante omissão do cartão vermelho. Quem comete um erro tão grosseiro, não tem competência para trabalhar jogos a I Liga. Não deixa de ser justiça irónica que quem falhou um penálti pelo Vitória de Setúbal, foi precisamente o jogador que não devia estar em campo.

 

P.S.: A escolha de William Carvalho para marcar a quinta grande penalidade, dá validade ao velho ditado que diz que treinadores são bestas ou bestiais. Jorge Jesus safou-se desta !

 

publicado às 03:37

O "melhor" ficou por explicar !

Rui Gomes, em 20.01.18

 

doc2018011923560518064551541233e59e_base.jpg

 

Para Bruno de Carvalho foi um "murro no estômago", para Jorge Jesus foi um "momento de desconcentração". Está tudo explicado, nem sei se vale a pena publicar as afirmações do treinador:

 

"Foi um golpe duro para todos. Numa jogada sem grande perigo tivemos um momento de desconcentração. O encontro foi praticamente todo dominado pelo Sporting, tivemos várias oportunidades para acabar com o jogo e não o fizemos. O V. Setúbal teve este penálti, mas ofensivamente não nos criou grandes problemas. O futebol é assim, não é quem joga mais, mas quem faz golos. Tivemos oportunidade para fazer o 2-0 e numa situação controlada acabámos por sofrer o golo.

 

Não é fácil empatar, ainda para mais quando acontece na última jogada do desafio. O Sporting é uma equipa muito experiente e deixou-se surpreender. O posicionamento foi mal feito na última linha, normalmente não acontece, os jogadores desconcentraram-se naquele momento".

 

Enfim... quarta-feira há mais. Esperamos que não seja mais... do mesmo !

 

publicado às 02:48

 

image.jpg

 

Comecei a escrever este post antes do jogo terminar e, na realidade, o empate ao cair do pano não altera muito o que tenho para dizer. Ainda com a vantagem no marcador, estava eu a pensar que muito embora a vitória seja o mais importante, por aquilo que o Sporting está a jogar, não sei se será o suficiente quando chegarem os adversários mais fortes na segunda metade da época.

 

Tinha em mente dizer que o Sporting cumpriu com a sua obrigação mínima, vencendo por 1-0, mas nem isso aconteceu. Deste modo, perdeu-se mais dois pontos e perante o 17.º classificado da Liga, que apenas conseguiu duas vitórias em 19 jornadas.

 

O Sporting alinhou de início com Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu e Fábio Coentrão; William Carvalho e Bruno Fernandes; Gelson Martins, Acuña, Rúben Ribeiro e Bas Dost.

 

Suplentes: Romain Salin, André Pinto, Bruno César, Ristowski, Battaglia, Daniel Podence e Doumbia.

 

O onze inicial previsto e como indiquei no post da convocatória, Josip Misic assistiu ao jogo da bancada. Bryan Ruiz, titular no último jogo, nem sequer foi convocado.

 

img_770x433$2018_01_19_21_36_46_1355815.jpg

 

Um jogo muito "morno" da equipa leonina, e até considero que Fábio Coentrão foi o melhor jogador em campo, o que, considerando o adversário, não é dizer muito. Há aspectos da equipa que me parecem bastante carentes, mas a visão de Jorge Jesus é outra, obviamente.

 

Começo por dizer o que fiquei a pensar após o último jogo. Rúben Ribeiro não tem condições para ser um indiscutível neste Sporting, pelo menos na posição em que jogou estas duas partidas. Não só pelo seu menor rendimento, mas muito mais porque obriga Bruno Fernandes a recuar no terreno e a pisar zonas que reduzem a sua contribuição para a construção de jogo. Por outras palavras, ele não é um "8", e nunca será, por muito que o técnico insista. Aliás, o lance do golo do Sporting dá força a este argumento, assim como a bola que mandou ao poste já depois da substituição de Rúben Ribeiro por Battaglia. É a minha ideia que se Misic for o "8" que eu penso que é, será ele a ocupar essa posição, com Bruno Fernandes a "10" e a jogar mais nas costas de Bas Dost.

 

Acuña está a precisar de ir para o banco. Muito combativo, isso não se discute, mas pouco mais se tem aproveitado. É necessário muito mais das alas, especialmente também considerando que Gelson Martins não está nas melhores condições físicas. Necessita de ser mais poupado nos jogos e não apenas aos 91 minutos, como aconteceu hoje no Bonfim.

 

Nem sequer vou ouvir as declarações de Jorge Jesus, que raramente faço, só para não me irritar mais. O empate surgiu através de uma grande penalidade - infelicidade de Mathieu - mas já aos 72' Coates salvou o golo, com Rui Patrício batido.

 

Na próxima quarta-feira temos o FC Porto para a Taça da Liga e a "música" vai ser outra, ou pelo menos terá de ser.

 

publicado às 21:15

 

26734439_10154996227071555_6394267768185917002_n.j

 

Não sei se a inclusão de Josip Misic na lista de convocados poderá ser considerada uma surpresa. De qualquer modo, com 19 nomes na convocatória, é muito provável que ele acabe por assistir ao jogo na bancada do Bonfim.

 

Não acredito que teremos alguma novidade no onze inicial, relativamente aos últimos jogos e considerando que todos os principais jogadores estão disponíveis. A única dúvida é a condição física de Gelson Martins. Esta não obstante, a equipa titular deverá ser a seguinte:

 

Rui Patrício; Piccini, Coates, Jérémy Mathieu e Fábio Coentrão; William Carvalho e Bruno Fernandes; Gelson Martins, Acuña, Rúben Ribeiro e Bas Dost.

 

publicado às 16:24

Top 4 golos vs Vitória de Setúbal

Rui Gomes, em 19.01.18

 

 

publicado às 03:02

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo