Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

14393277317.jpg

 

Através da Agência Lusa somos informados que o director-desportivo da equipa de ciclismo W52, Nuno Ribeiro, revelou esta segunda-feira que vai processar Bruno de Carvalho pela suspeição por si lançada sobre o recurso ao doping. Eis o comunicado:

Irei proceder judicialmente contra o Sr. Dr. Bruno de Carvalho, presidente do Sporting Clube de Portugal. Esta é a melhor forma de proteger os nossos atletas. O desporto em Portugal não pode ficar refém de juízos gratuitos, ofensivos e infundados por parte de dirigentes que colocam em causa o bom nome, honra e consideração de todos que não lhe prestam vassalagem.

 

A equipa que acabou por assinar um acordo com o FC Porto é exactamente a mesma da semana passada, quando Bruno de Carvalho se fez fotografar comigo e anunciou, de forma precipitada, uma parceria com o Sporting. A W52 é uma equipa limpa, como atestam as centenas de controlos antidoping a que são submetidos os nossos ciclistas todas as épocas. Quem não deve não teme e, como é habitual nesta modalidade, em todos os nossos contratos há cláusulas que protegem as partes e a parceria que estabelecemos com o FC Porto não é excepção.

 

Os ciclistas da W52 não podem ser sérios quando se tira uma fotografia e passados três ou quatro dias chamam-lhes batoteiros. Bruno de Carvalho sabe perfeitamente que não foi pela W52 que o acordo não se concretizou. Pelo nosso lado, ainda hoje não sabemos se foi pelo Sporting (que falhou o acordo), se pelo intermediário que dificultou o diálogo entre as partes. Voltarei ao assunto em local próprio.

 

 

O que decerto está a provocar o desagrado de Nuno Ribeiro é a declaração no comunicado do Sporting "teve o clube conhecimento de diversos factos e situações que suscitaram e suscitam as maiores e mais sustentadas dúvidas sobre procedimentos relacionados com análise e controlo antidoping por parte dos promotores do projecto".

 

Duvido que Bruno de Carvalho fique muito preocupado com a perspectiva deste por enquanto hipotético processo. Ao fim e ao cabo, é apenas mais um entre não sei quantos mais, de fundamento variado.

 

publicado às 12:05

Falta de pedalada

Ricardo Leão, em 07.12.15

 

19077578_uadyG.jpg

 

Evidenciando uma manifesta má forma física, os ciclistas Bruno e Vicente, este já em fase de fim de carreira, tentaram, já com a meta à vista, fazer um sprint final, mas sem sucesso e foram inapelavelmente ultrapassados pelo pelotão. No final da prova Vicente congratulou-se junto dos órgãos de comunicação social pelo facto de não ter puxado um bocadinho mais pelo físico.

 

Bruno, por sua via, deixou bem claro que com ele só qualidade, rigor e mais títulos. Quando atletas desta estirpe dão o litro o que mais lhes podemos exigir?

 

publicado às 07:30

Parece-me muito pouco muito tarde

Rui Gomes, em 07.12.15

 

19067989_ZtzhW.jpg

Qual foi o propósito desta foto ?

 

 

Bruno de Carvalho surgiu na página de Facebook a comentar o anunciado acordo entre o FC Porto e a W52:

A constatação de que o próximo clássico do nosso campeonato já mexe : antecipando falta de pedalada para o futebol, assistimos a um sprint do FCP para ganhar uma meta-volante no ciclismo numa etapa que será longa e cuja subida para a montanha ainda nem começou. O casamento com a W52 é válido até porque nas núpcias anteriores o SCP não o consumou com a mesma noiva. Sugere-se a boda seja apadrinhada pela Doyen se bem que associar FCP, Doyen e Padrinhos pode sempre ser mal interpretado...

O Porto diz que foi muito rápido chegar a acordo com a W52 para ter uma equipa de ciclismo. Ao que se diz nos bastidores o acordo de princípio e valores éticos foram obtidos num minuto. Dizem que estavam completamente alinhados em termos de forma e procedimentos para concorrer e ganhar. Dizem também que os restantes 29 minutos foram apenas para decidir se a equipa se chamaria W52 Portimonense ou W52 Porto. Ao que se diz bastou um telefonema ao Lucas e esse assunto ficou ultrapassado. Sendo assim os meus sinceros votos de felicidades por esta união que afinal faz tanto sentido", acrescentou Bruno de Carvalho.

Mas não posso deixar de dar aqui uma palavra aos sportinguistas, mesmo após o comunicado do Sporting Clube de Portugal. Quero pedir desculpa a todos os sportinguistas pelo erro cometido ao negociar com os "parceiros deste projecto", pelas expectativas que foram criadas a todos com o anúncio do regresso do Sporting Clube de Portugal ao ciclismo e a certeza que, depois deste lamentável episódio, irei trabalhar pessoalmente com o Comandante Vicente Moura no regresso do nosso Clube ao ciclismo no período mais breve possível, num projecto que tenha ambição mas onde a ética e a verdade desportiva sejam uma constante. É uma modalidade de resistência , coragem física e muito trabalho e não tenham dúvidas de que são características que não nos faltam no SCP.

 

 

4138_9c89802870d0f6d04924af00d8bd4cb6.png

Como indico no título "parece-me muito pouco muito tarde". Entre outras considerações pertinentes não explicadas por Bruno de Carvalho e muito embora venha a pedir desculpa por ter negociado com os supostos "parceiros" do projecto que acabou por não ser, fica no ar a razão que o levou a anunciar o acordo com tanto alarido mediático, quando, pelos vistos, segundo ele, não existia acordo algum.

 

Com tanto que ainda está por clarificar, uma coisa é certa: mais um episódio degradante para o Sporting Clube de Portugal. E... não é necessário uma imaginação muito fértil para reconhecer quem se está a rir neste momento.

________________________________________________________

 

Nuno Ribeiro, director-desportivo da equipa mostrou-se satisfeito com o entendimento com o FC Porto, até porque é um portista confesso:

«A nível pessoal, era um sonho que tinha enquanto atleta, visto que sou portista. Enquanto diretor, é bom fazer parte disto e é um marco para o ciclismo, que o FC Porto já não tinha há alguns anos. Vamos tentar vencer o maior número de provas possível, mas o principal objetivo será a revalidação da Volta a Portugal. A maior parte dos ciclistas vai manter-se, o que vai mudar é a cor dos equipamentos. Gostaria que as três equipas grandes estivessem ligadas ao ciclismo. Era bom para que houvesse mais rivalidade e mais gente nas estradas, a valorizar o esforço que o ciclista faz durante a época. A única pessoa que apareceu e apresentou um projeto viável foi o senhor Pinto da Costa e o acordo tem viabilidade, no mínimo, para cinco anos.»



Adriano Quintanilha, principal patrocinador da W52 acrescentou ainda:

 

 «À hora do almoço estive com pessoas ligadas ao Sporting, numa reunião com eles na Mealhada, e não chegámos a um consenso. Nunca houve nada que comprometesse a W52 com o Sporting mas mesmo assim quis dar uma palavra às pessoas. Acho que o presidente Bruno de Carvalho talvez não estivesse por dentro do que se estava a passar ou estaria a ser enganado por alguém. Surgiu o FC Porto, não escondo que tenho simpatia pelo Sporting mas o ciclismo não tem nada a ver com os clubes.»

 

publicado às 05:34

Sporting reage ao comunicado da W52

Rui Gomes, em 07.12.15

 

4ZEF665S.jpg

 

O Sporting reagiu este domingo ao anúncio por parte da W52 sobre a não concretização de um acordo que visava uma parceria permitindo ao Sporting regressar ao ciclismo. Em comunicado, são alegadas "dúvidas sobre procedimentos relacionados com análise e controlo antidoping por parte dos promotores do projecto".

 

Eis o comunicado na íntegra:

«Já após a apresentação à imprensa do regresso do ciclismo ao Sporting e na sequência de diversos contactos por parte de Sportinguistas seguidores da modalidade, teve o Clube conhecimento de diversos factos e situações que suscitaram e suscitam as maiores e mais sustentadas dúvidas sobre procedimentos relacionados com análise e controlo anti-doping por parte dos promotores do projecto.

Imediatamente o Sporting procurou obter esclarecimentos, informações e respostas por parte dos promotores do projecto em relação aos atletas que iriam fazer parte da equipa, ao suporte de patrocinadores para a mesma e também em relação às questões de que nos chegavam ecos, já que estavam em causa valores de Ética e verdade desportiva da qual o nosso Clube não abre mão em circunstância alguma.

Por parte dos promotores do projecto as respostas não foram inicialmente dadas e, após reiteradas tentativas, foram insuficientes e não esclarecedoras quando o que está em causa é a imagem e o bom nome de uma instituição centenária e uma tradição da qual nos podemos orgulhar de luta pela verdade no desporto.

Em vez de responder às perguntas do Sporting, os promotores do projecto e os seus responsáveis contactavam com a comunicação social procurando na notoriedade pública das notícias, entrevistas e declarações uma chancela de validade para a sua associação com o Sporting.

Desta forma, o Sporting entendeu suspender imediatamente o processo em curso com os promotores do projecto com vista à formação de uma equipa de ciclismo conjunta.

Foram, no seguimento dessa decisão, dadas indicações expressas ao Departamento Jurídico do Sporting no sentido de analisar eventuais procedimentos que se justifiquem, de acordo com o escrupuloso cumprimento das normas éticas pelas quais o Clube se rege.

Mais uma vez demonstramos a nossa preocupação de sempre com a verdade desportiva: doa a quem doer ! »

 

 

Bem... como frequentemente acontece, o adepto fica no escuro quanto ao que na realidade decorreu neste processo, dado que é de difícil compreensão. Faz pouco ou nenhum sentido que depois do Sporting ter anunciado, na passada quinta-feira, o acordo com a W52, como um facto consumado, que só posteriormente tenham surgido questões que indica a lógica e o bom senso deviam ter sido bem analisadas pré-acordo e o respectivo anúncio. Se é mais um caso de puro amadorismo ou mera incompetência, não faço a mais pequena ideia, mas há algo no todo da história que não é claro.

 

Com tudo isto, quem não perdeu tempo a aproveitar o alegado recuo do Sporting foi o FC Porto e, via comunicado, já anunciou um acordo com a W52, permitindo ao clube do Norte regressar ao ciclismo 30 anos depois. Eis o comunicado portista:

 

«O FC Porto vai regressar ao ciclismo em 2016, através da equipa W52-FC Porto-Porto Canal. O acordo é válido para os próximos cinco anos e representa o regresso do clube à modalidade, suspensa em 1984, após décadas de muitas vitórias. Aliás, o FC Porto tem um recorde de 13 títulos por equipas na Volta a Portugal.»

 

Agora, cada um acredita no que desejar, porém, não deixa de ser uma situação de difícil explicação convincente para Bruno de Carvalho. As usuais divisões de opinião entre adeptos são expectáveis, como aliás tem acontecido com muitos outros assuntos do foro leonino.

 

publicado às 03:01

 

14814662_1qlrp.jpg

 

A W52, através da Associação Vintagepódio – Clube de Ciclismo, anunciou este domingo que não chegou a ser concretizada a proposta final para se associar ao Sporting para a próxima temporada velocipédica.

 

“No que se refere às negociações com o Sporting Clube de Portugal, decorreram através de um intermediário, tendo ficado o possível acordo pendente de uma proposta final que nunca chegou a ser concretizada”, lê-se no comunicado da Associação Vintagepódio – Clube de Ciclismo, que inscreve a W52.

 

Num comunicado assinado pelo presidente Nuno Ribeiro, que é também director desportivo da W52, a equipa confirma que “tem mantido negociações com vários clubes, incluindo o Sporting Clube de Portugal, com vista a firmar uma parceria para a equipa profissional de ciclismo para o ano de 2016”.

 

“De forma precipitada chegou ao conhecimento público através da comunicação social, essa parceria [com o Sporting]”, refere a equipa, que anuncia que vai prosseguir “naturalmente os contactos com outros clubes e parceiros que apresentem capacidade para viabilizar o projecto de sucesso” que tem desenvolvido.

 

No mesmo documento, o clube ressalva a forma como foi recebido pelo seu presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e pelo vice-presidente para as actividades amadoras, Vicente de Moura.

 

Na quinta-feira, o Sporting tinha anunciado o regresso ao ciclismo, graças a uma parceria com a W52, cujo director, Maximino Pereira, tinha explicado, em declarações à agência Lusa, que o acordo era por dois anos e que a sede da formação se manterá em Sobrado, Valongo, mantendo-se o próprio como responsável pela equipa e Nuno Ribeiro como director desportivo.

 

"É um projecto que será muito importante para a modalidade. Temos de defender a camisola do Sporting e entrar em todas as provas com o objectivo de ganhar. Será uma notícia que vai causar grande impacto. Na Volta a Portugal, também pelo facto de sermos a equipa que ganhou o ano passado, seremos o alvo a abater mas queremos vencer", disse, na altura, o director desportivo ao Jornal do Sporting.

 

Da temporada passada transitariam o vencedor das últimas duas Voltas a Portugal, Gustavo Veloso, assim como Samuel Caldeira, Raúl Alarcon, Rui Vinhas, António Carvalho, Joaquim Silva, Angel Rebollido e Juan Ignacio Pérez.

 

 

Nota: Agradecemos a referência pelo leitor Rui Martins.

 

publicado às 03:01

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds