Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

William-Carvalho.jpg

 

"Hoje é um dia difícil. Despeço-me da família Sporting, a minha casa nos últimos 13 anos. O Clube que me viu crescer e que me deu a oportunidade de dar o salto para o futebol profissional, que me permitiu celebrar títulos por esta grande camisola e ser campeão da Europa pelo meu país. Nós últimos meses o clube viveu momentos complicados, mas se teria de sair daquela que será sempre a minha 'casa', teria de ser da melhor forma possível para o Clube.

Levarei para sempre o meu Sporting no coração e serei sempre mais um adepto esteja onde estiver. Quero agradecer aos adeptos pelo carinho e apoio incondicional ao longo destes anos e a todos os meus companheiros, treinadores, médicos, fisioterapeutas, roupeiros e direcções que me ajudaram a ser melhor futebolista, mas sobretudo melhor pessoa".

 

William Carvalho

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:00

William e Bas Dost em foco

Rui Gomes, em 13.07.18

 

William-Carvalho-West-Ham-Fifa-Sporting-Lisbon-Dav92598.jpg

 

- Notícias do dia indicam que William Carvalho já assinou pelo Bétis e que há acordo entre o Sporting e o emblema espanhol.

 

Para o efeito, o Sporting receberá 17 milhões de euros por 75% do passe, 10 milhões por opção de compra de 20% e, ainda, 4 milhões por objectivos.

 

William assinou contrato válido por 5 anos, com um salário de 2,5 milhões líquidos por ano.

 

- Sousa Cintra ainda não desistiu de recuperar Bas Dost. Conversações estão em curso, numa tentativa de convencer o avançado holandês de regressar a Alvalade.

 

- Rodrigo Battaglia será o próximo jogador a ser negociado.

 

COMUNICADO DO SPORTING

 

"Nos termos do acordo celebrado, a Sporting SAD aceita a inscrição do jogador William Silva de Carvalho pelo Real Bétis Balompié, mediante o pagamento de até € 20.000.000 (vinte milhões de euros), correspondente à soma de um montante fixo de € 16.000.000 (dezasseis milhões de euros) e de um montante de até € 4.000.000,00 (quatro milhões de euros), dependente da concretização de objectivos relacionados com a performance individual do jogador e da própria equipa.

 

Adicionalmente a Sporting SAD garantiu o direito a receber 25% dos montantes que o Real Bétis Balompié venha a receber em caso de transferência futura do jogador, 20% dos quais poderão ser adquiridos pelo Real Bétis Balompié por € 10.000.000,00 (dez milhões de euros), sendo que o Real Bétis Balompié se obriga a adquirir 10%, por € 5.000.000,00 (cinco milhões de euros), em caso de qualificação do Clube para a UEFA Champions League".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:43

A recuperação de activos

Rui Gomes, em 26.06.18

 

SPORT-PREVIEW-Sporting-Lisbon.jpg

 

Bast Dos e Rafael Leão, aparentemente, são dois jogadores que recusam liminarmente a hipótese de regressarem a Alvalade, mesmo após a destituição do Conselho Directivo.

 

Enquanto que com o avançado holandês ainda há margem para compreensão, face ao que lhe aconteceu no ataque à Academia de Alcochete, a situação do jovem da formação não passa de puro aproveitamento mercenário. Dá para imaginar que está a ser conduzido por terceiros com grande interesse em futuras comissões.

 

Três activos que a Comissão de Gestão estará a tentar resgatar são William Carvalho, Gelson Martins e Bruno Fernandes. Enquanto que também podem ser acusados do que eu apelido de aproveitamento mercenário - por falta de melhores palavras - não se pode perder de vista que além de importantes mais-valias desportivas, os três representam para cima de cem milhões de euros de investimento, ou melhor, de possível retorno, caso venham a ser transferidos pelas vias normais.

 

Também é de crer que os próprios têm interesse em negociar com o Sporting, mesmo que o regresso não seja concretizado, de modo a evitar a incerteza de eventuais decisões de tribunal sobre a alegada justa causa para rescisão.

 

Embora a informação seja escassa neste momento, consta que Paulo Futre está a colaborar com a Comissão de Gestão neste processo de recuperação de activos. Confesso que não faço a mínima ideia do que pode vir a ser a sua contribuição neste contexto.

 

Em dúvida, a participação de Augusto Inácio, uma vez que a sua continuidade no Sporting também é incerta. Forte aliado do ex-presidente desde o primeiro dia, poderá não merecer a confiança da provisória liderança do Clube.

 

P.S.: Temos ainda os casos de Rui Patrício e Daniel Podence. O primeiro aparenta ser irreversível, a única dúvida recaindo sobre o Wolverhampton e a sua disponibilidade para pagar os valores originalmente acordados entre as partes. Já Daniel Podence, achei uma decisão descabida, obviamente aconselhada pelo empresário Jorge Mendes. Mais um caso que pode ser apelidado de aproveitamento mercenário. Neste momento não dá para perceber se a sua recuperação é possível ou até desejada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:35

 

download (1).jpgGelson-Martins-Manchester-United-Transfer-News-815sport-preview-bruno-fernandes.jpgimg_770x433$2017_03_19_21_21_40_1239641.jpg

 

ADENDA: Na esperada conferência de imprensa e perante as enormes expectativas do universo sportinguista, Bruno de Carvalho não só não anunciou a sua demissão da presidência do Sporting, como também, indo muito além, não admitiu culpabilidade sobre seja o que for. Aliás, teve o monumental indecoro de afirmar que a "nossa demissão seria a coisa mais fácil de fazer, mas não conseguimos entender os benefícios para o Sporting se fizéssemos isso".

 

Insiste na tese de existir uma conspiração concertada e que o Conselho Directivo "não fez nada de nada para justificar a saída".

 

Depois, contou uma historieta somente para consumo de incautos, nomeadamente que se os jogadores apresentarem uma carta de garantia que regressarão ao Sporting se o Conselho Directivo se demitir, a demissão será imediata. Isto, sabendo ele muito bem que nenhum advogado digno do nome permitiria uma carta dessas a um constituinte seu, face ao processo de rescisão interposto.

 

Enfim, mais do mesmo do desprezível lunático. Terá de ser forçado a sair, de uma forma ou outra.

 

Última hora: Podemos adicionar Bas Dost à lista de rescisões.

 

Segundo o que está a ser reportado esta tarde, William Carvalho, Gelson Martins e Bruno Fernandes já avançaram com o pedido de rescisão do Sporting.

 

As respectivas cartas de rescisão já terão seguido para a FPF, Liga de Clubes e Sindicato. Confirmando-se, sobem assim para cinco o número de futebolistas leoninos que deixam o clube de forma unilateral, depois de Rui Patrício e Daniel Podence.

 

Recorde-se que esta é a semana decisiva para o processo, visto que o prazo legal para as rescisões por justa causa termina já quinta-feira (30 dias após o ataque ao plantel na Academia de Alcochete).

 

Neste momento não tenho palavras para verdadeiramente expressar a minha tristeza. Substituaria este sentimento por fúria, dirigido com justa causa a um desprezível lunático que ocupa a cadeira da presidência.

 

Comunicado da Sporting SAD à CMVM, sobre William Carvalho:

 

COMUNICADO A SPORTING CLUBE DE PORTUGAL – FUTEBOL, SAD vem, nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248º, nº1 al. a) do Código dos Valores Mobiliários, informar o mercado que recebeu, na tarde de hoje, por email, documento subscrito pelo jogador William Silva de Carvalho, nos termos do qual este comunica a resolução do seu contrato de trabalho desportivo, com invocação de justa causa. A referida comunicação, os seus efeitos e consequências estão a ser objecto de analise pela Sociedade.

 

Lisboa, 11 de Junho de 2018

O Representante das Relações com o Mercado

 

***Mais dois comunicados, idênticos, relativamente a Gelson Martins e Bruno Fernandes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:28

Foto do Dia

Rui Gomes, em 08.11.17

 

img_FanaticaBig$2017_11_07_14_04_49_1331928.jpgimg_FanaticaBig$2017_11_07_13_56_07_1331926.jpg

                                             (Setembro 2016)                                                     (Actual)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:50

William Carvalho ausente do treino

Rui Gomes, em 30.10.17

 

JJ.jpg

 

O Sporting regressou aos treinos, esta segunda-feira e a principal nota de destaque foi a ausência de William Carvalho. Fica por se saber se tem algum problema físico ou se a sua ausência foi apenas mera gestão. Isto, a pouco mais de 24 horas do jogo com a Juventus, não é uma situação agradável.

 

De regresso aos treinos, Tobias Figueiredo e Alan Ruiz, ambos aparentemente recuperados das respectivas lesões.

 

A sessão também contou com a presença do jovem defesa central da equipa B, Merih Demiral, e do polivalente júnior Euclides Cabral, que pode jogar a lateral direito e a médio defensivo.

 

Já com problemas com as lesões de Mathieu e Piccini, o Sporting terá muitas dificuldades a superar a ausência de William Carvalho, se for caso para isso.

 

Jogadores que participaram no treino:
 
Guarda-redes: Rui Patrício, Salin e Pedro Silva;
 
Defesas: Ristovski, Tobias Figueiredo, André Pinto, Coates, Fábio Coentrão, Jonathan Silva e Merih Demiral;
 
Médios: João Palhinha, Petrovic, Battaglia, Mattheus Oliveira, Bruno Fernandes e Bruno César;
 
Avançados: Iuri Medeiros, Acuña, Gelson Martins, Alan Ruiz, Daniel Podence, Doumbia, Bas Dost e Euclides Cabral.
 
***Sobre William Carvalho, o site do Sporting apenas indica que "não subiu ao relvado".
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:04

 

william-carvalho.jpg

 

William Carvalho tem contrato com o Sporting até Junho de 2020 e uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros, mas continua a ser apontado a vários emblemas europeus, nomeadamente ao Mónaco de Leonardo Jardim.

 

Segundo avança a Sky Sports de Inglaterra, a continuidade de William Carvalho no Sporting poderá estar em causa na próxima reabertura do mercado de transferências por causa da possível saída de Fabinho do Mónaco.

 

De acordo com a informação veiculada pela Sky Sports, o Mónaco segue com muita atenção as exibições de William Carvalho no Sporting e vê no internacional português um sucessor à altura de Fabinho, que tem sido apontado como possível contratação de Manchester United e PSG na reabertura do mercado de transferências.

 

Perante essa possível saída do Mónaco, o emblema monegasco equaciona avançar para a contratação de William Carvalho, mas terá um processo negocial complicado uma vez que o Sporting não irá libertar o jogador por menos do que o valor da cláusula de rescisão.

 

Não há muito tempo constaram rumores que o contrato de William iria sofrer alterações, com melhoria salarial e aumento da cláusula de rescisão para 60 milhões de euros. Creio, no entanto, que ainda não houve nada de concreto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:52

"Em defesa de William Carvalho"

Rui Gomes, em 15.10.17

 

Um artigo de opinião de Sérgio Pereira, editor do Maisfutebol, que poderá não convidar a nossa concordância total mas que, nem por isso, deixa de ser interessante.

___ Em defesa de William Carvalho ___

 

"Já não me lembro de quem foi o médio defensivo inglês que um dia disse ter lido que de cada vez que cabeceava uma bola perdia um número dramático de neurónios. Por isso abstraía-se de cabecear as bolas longas e mandava os centrais no lugar dele. «Ser capitão também é delegar», justificou.

 

400.jpg

Lembrei-me desta frase a propósito de William Carvalho. O médio defensivo do Sporting não precisa de cabecear as bolas longas, nem de perder neurónios, para se impor em campo. Todo ele é classe e inteligência, como se viu, aliás, no jogo de terça-feira. Vale a pena olhar ao pormenor, já agora, para o que William fez na receção à Suíça. Pelo menos foi o que fez este que vos escreve com tanto carinho.

 

Pois bem, o médio defensivo realizou um total de 52 passes ao longo de todo o jogo. Sabe quantos foram errados? Um. É verdade, apenas um passe errado, ainda na primeira parte. Verdadeiramente impressionante, ou não?

 

Mas há mais.

 

Do total de 52 passes efetuados, apenas nove foram para trás. Vinte e quatro foram para a frente e dezoito foram lateralizados. Deste dezoito lateralizados, seis foram passes lateralizados longos para mudar o flanco do jogo: não foram passes de entregar a bola.

 

Refira-se já agora que dos vinte e quatro passes para a frente, cinco foram passes de rotura, a provocar desequilíbrios no primeiro terço defensivo da Suíça.

 

Se o leitor puder, já agora, no próximo jogo da Selecção Nacional faça um exercício curioso: não siga apenas a bola... siga a movimentação de William. A forma como se movimenta denuncia aliás todo o espírito da equipa. 

 

O médio recuperou dez bolas, mas mais do que isso foi curioso ver como na primeira parte, por exemplo, surgiu muitas vezes subido no terreno, a pressionar a Xhaka e a primeira linha de organização de jogo da Suíça. Com isso chamava a equipa a subir com ele e a pressionar mais adiantado. No segundo tempo, porém, sobretudo porque o autogolo de Djorou perto do intervalo mudou os dados, William subiu bem menos no terreno, tendo uma maior preocupação em segurar o meio campo e em apoiar os centrais. O que é natural. Talvez por isso tenha tido 37 intervenções em jogo na primeira parte e apenas 30 na segunda. Na primeira parte preocupou-se em oferecer linhas de passe seguras para circular a bola, no segundo tempo teve um cuidado muito mais posicional e defensivo.

 

williamsuica1.jpg

 

William é muito isto, no fundo: movimentação elementar, inteligência do posicionamento e uma capacidade rara de tornar o futebol uma coisa simples.

 

Mas este é um texto de elogio a William Carvalho?... Gostava que fosse, leitor, mas infelizmente não é. É também um texto de alerta.

 

É um texto de alerta porque é cada vez mais raro ver nos relvados portugueses a jogar. A saída de Adrien Silva, somada à chegada de Battaglia, levaram Jorge Jesus a fazer uma adaptação: o argentino foi tornado numa espécie de médio defensivo e William foi convidado a libertar-se para uma espécie de oito.

 

Um duplo erro. Em primeiro lugar porque Battaglia nunca será um trinco ao nível de William. Depois porque William nunca será um médio centro ao nível do que é como trinco. Desde logo porque não tem meia distância nem chegada à área adversária. Mas também porque não tem velocidade, não é um jogador intenso e tecnicamente não é forte.

 

Obrigar William a jogar mais adiantado no terreno é estragar o melhor médio defensivo português, é desbaratar talento, é debilitar um tratado de inteligência e posicionamento. Os números estão aí para o provar: e eles não enganam. Querer fazer de William um médio centro é o mesmo, no fundo, que obrigar um génio a cabecear bolas, e matar neurónios, quando tem ali ao lado um central para o fazer".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:24

Jesus "anima" William...

Ricardo Leão, em 05.09.17

 

20624830_PEdlr.jpg

 

JJ - Alô William, daqui é o mister!

 

WC - Mister diga... Hoje é o dia dos telefonemas...

 

JJ - Ó William, era para dizer-te que tens de te acalmar. Eu sei que o presidente te deve 5 milhões de aerius e que é chato não os receberes mas isso são peaners comparado com aquilo que vais receber daqui a uns meses. Olha eu até me falta um central de reserva e estive aqui a pensar e acho que és tu que vais fazer o lugar. Não te posso prometer agora um lugar firme na equipa a titular porque o Batt está a fazer um lugar bom e tu tens andado oficialmente lesionado e, portanto, estás fora de forma, mas vais ter já uma promoção: vais ser o nosso novo capitão mesmo que estejas no banco. Anima-te pá!

 

WC - Mister...

 

JJ - Ouve-me lá ó William, tens de esquecer isto tudo, faz de conta de que nada se passou! Eu também estive para ir para o Germain mas foi tudo por água abaixo porque o meu francês não é muito bom e recuperei, tás a ver!? Vais ver que vai ser como central que vais singrar. Vais valorizar-te com a Champs! É assim que se diz, não é? Ou escreve-se com S?

 

WC - Mister...

 

JJ - Fala menos William e trabalha mais. Conto contigo! Anima-te que ainda és novo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:52

Grau zero de credibilidade

Ricardo Leão, em 03.09.17

 

20620926_SNHaU.jpg

 

A cada dia que passa Azevedo de Carvalho dá uma forte ajuda para cimentar o já total descrédito de que goza, quer no mundo do futebol, quer fora dele. Episódio após episódio, desmentido após desmentido, acção após acção, declaração após declaração, suspensão após suspensão, Carvalho dá pública nota de que está a mais no futebol e, sobretudo, está a mais no Sporting.

 

O mais triste episódio em que está envolvido, lamentavelmente arrastando, uma vez mais, na lama o bom nome do nosso SPORTING, é aquele que diz respeito a William Carvalho e a sua transferência para o West Ham.

 

Bruno foi de novo posto em cheque quando um dos donos do clube britânico veio dar conta de que existiu mesmo uma proposta escrita deste ao Sporting a propósito da compra do passe de William que "foi submetida através do agente do jogador e pelos nossos negociadores em Portugal. Fizemos a proposta por escrito.", afirma textualmente.

 

Sullivan vai mais longe e refere que as pessoas do Sporting "não querem admitir publicamente que estavam dispostos a vender o jogador."

 

Como é de calcular para quem nos acompanha desde há anos por aqui, o crédito de que Azevedo de Carvalho goza junto de crescente número de Sportinguistas está muito próximo do nível zero, pelo que toda e qualquer declaração que Bruno faça a este propósito que não seja a de pura e simplesmente afirmar que vai pagar a William Carvalho (à nossa conta, claro) os 5 milhões de euros a que este tem direito contratualmente, não nos merece mais do que uma gargalhada semelhante à foto que ilustra este post.

 

Estamos fartos de ser gozados e a paciência começa a roçar perigosamente os limites!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:15

 

west ham 1 cartel2.jpg

 

Numa declaração publicada pelo jornal britânico The Telegraph, David Sullivan, presidente do West Ham, garante que foi apresentada proposta por escrito ao Sporting, por William Carvalho. Esta, terá sido a resposta ao desafio do Sporting, por intermédio de Nuno Saraiva:

 

«Houve proposta por William. Foi submetida através do agente do jogador e pelos nossos negociadores em Portugal. Fizemos a proposta por escrito. As pessoas do Sporting não querem admitir publicamente que estavam dispostos a vender o jogador».

 

Um não negócio que continua a dar que falar, na sequência da "boca" irreflectida de Bruno de Carvalho.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:12

 

580735_png.jpg

 

À margem da apresentação da equipa sénior de Goalball, Bruno de Carvalho fez várias declarações, uma delas que me deixou boquiaberto:

 

«O Sporting tem todo o prazer em fazer grandes negócios. Temos feito grandes negócios. Agora, também não queremos cortar as pernas a ninguém. Para o William Carvalho não houve uma única proposta. Não recusámos nem muito nem pouco, existiram abordagens, mas propostas... nenhuma. Porque não tem jogado e jogou na Selecção Nacional? Ninguém disse que ele tinha uma lesão permanente...».

 

Bem... quem sou eu para duvidar do presidente do Sporting (muito embora não seja a primeira vez), mas esta sua afirmação é quase inacreditável. Sendo verdade, portanto, significa que tudo o que foi reportado, repetidamente, em Inglaterra, inclusive das declarações de Slaven Bilic, treinador do West Ham, e do próprio presidente do clube, é tudo uma mentira monumental.

 

The Telegraph - 10 de Agosto

 

"Os chefes do West Ham United estão em Lisboa e apresentaram uma proposta de 27.1 milhões de libras por William Carvalho".

  

Daily Mail - 10 de Agosto

  

"O West Ham apresentou uma proposta de 27 milhões de libras por William Carvalho".

 

The Guardian - 24 de Agosto

 

"O West Ham pensava que a sua última proposta de 32.5 milhões de libras por William Carvalho seria suficiente".

 

Mirror - 29 de Agosto

 

"O West Ham continua a tentar contratar William Carvalho, mas o Sporting não move dos 40 milhões de libras, especialmente agora que consta o interesse do Mónaco".

 

Estes são apenas alguns breves exemplos de reportagens pela imprensa britânica. Seria possível apresentar mais umas dúzias do mesmo, que surgiu nas últimas três semanas de Agosto.

 

E a proverbial "cereja no topo do bolo", a declaração de David Sullivan, presidente do West Ham United:

 

«Não é segredo que fizemos uma oferta por William Carvalho, do Sporting, que seria um recorde do clube. Infelizmente, essa proposta foi rejeitada há cerca de duas semanas. Na noite passada, o Sporting contactou-nos para aceitar a oferta inicial, mas infelizmente já era demasiado tarde e não havia tempo suficiente para o jogador fazer os exames médicos. Como clube, não estamos prontos a comprar um jogador por um valor desses sem que ele faça os adequados exames médicos».

 

Não somos ingénuos. Reconhecemos que nos dias de hoje muito é possível. Contudo, acreditar que não houve uma única proposta apresentada ao Sporting, é missão bastante complicada. Não só estará o presidente do West Ham a mentir, como também a imprensa britânica andou a fazer o mesmo durante semanas.

 

Não é minha intenção aceitar a palavra dos ingleses sobre a do presidente do Sporting, mas parece-me óbvio que de uma forma ou outra estamos perante uma história mal contada.

  

P.S.: Não tenho memória de ter lido qualquer declaração de um responsável do Sporting, até do próprio Jorge Jesus, referindo a uma lesão de William Carvalho. Recordo sim ele afirmar "Estamos todos curiosos. A cobiça que há sobre o William..."; ou "O que sei é que ainda hoje treinou comigo normalmente e só não está nesta convocatória (para o jogo com o Steaua de Bucareste) por estar castigado".

 

Jorge Jesus sobre a ausência de William no jogo com o Vitória de Setúbal: "Foi para proteger o William, o Sporting, tudo. Enquanto não existirem certezas absolutas, tens de jogar com as incertezas".

 

Jorge Jesus sobre a ausência de William no jogo com o Vitória de Guimarães: "Se o William não tem treinado e o boletim clínico já informou, ninguém tem dúvidas do que se passa. Ninguém tem dúvidas sobre a qualidade do departamento clínico do Sporting. Quem tem problemas físicos não treina, ou então pode trabalhar limitado. Lesionou-se há sensivelmente três dias, na manhã do dia em que jogámos com o Steaua [terça-feira]. O boletim clínico está aí. O William é como outro jogador qualquer, pode estar lesionado. É um jogador que, neste momento, está fora de jogo".

 

Esta última explicação de Jesus é tão convincente como a história do Pai de Natal. Nunca constou um boletim clínico a indicar que o William estava lesionado. "Lesionou-se há sensivelmente três dias"... Pois !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:20

 

image.jpg

 

Mónaco pondera avançar para a contratação de William Carvalho, em caso de saída do médio brasileiro Fabinho, que é cobiçado por Paris Saint-Germain e Manchester City e deverá mudar de ares até ao final desta janela de transferências.

 

O emblema do principado estará disponível a ir ao encontro das pretensões do Sporting, que exige cerca de 35 milhões de euros pagos praticamente a pronto, algo que os ingleses do West Ham recusaram.

 

Em termos de clube, o Mónaco seria uma melhor colocação para William, muito embora não haja comparações entre a English Premier League e a Ligue 1. A outra vantagem será indubitavelmente Leonardo Jardim, o técnico que apostou no médio leonino em 2013/14.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:40

 

Slaven_Bilic_West_Ham_Vs_Birkrikara_(19941778785).

 

Em recém-conferência de imprensa, Slaven Bilic, treinador do West Ham, manifestou a sua confiança de que vai poder contar com William Carvalho na sua equipa, apesar da complexidade das negociações em curso:

 

«É demasiado tarde para tentar outra coisa qualquer. É isto. Mas estou esperançado que vamos tê-lo. Sinto que necessitamos de alguém que reforce a nossa equipa e a nossa qualidade. É por isso que também dispensámos alguns jogadores, para termos orçamento para William Carvalho ou outro futebolista nessa posição. Queremos um jogador de qualidade e não apenas mais um. Não são fáceis de contratar, mas estamos a dar o nosso melhor e esperamos consegui-lo. Não estamos a falar de reforçar o plantel, mas sim o nosso jogo».

 

Desconhece-se os valores sobre a mesa negocial. Já foi noticiado que o West Ham chegou aos 37 milhões de euros mas que Bruno de Carvalho exige mais. Também há quem diga que o presidente começou por pedir 30 milhões mas que entretanto mudou de ideias e exige mais: mais milhões e mais condições. Será ou não verdade. Com tudo isto, compreende-se perfeitamente a defesa dos interesses superiores do Sporting. Não se questiona minimamente essa proposição.

 

O que entendo ser uma autêntica absurdidade é a decisão de privar a equipa de um jogador do nível do William, apenas para o proteger face a uma eventual transferência. Em função dos resultados, até ao momento, tudo tem corrido lindamente, caso contrário Bruno de Carvalho e a SAD estariam envoltos numa polémica para explicar os desaires que podiam ter ocorrido com o jogador perfeitamente apto a alinhar.

 

Não há suspeita alguma de lesão e tanto assim é que William foi convocado por Fernando Santos. O seleccionador não elaborou, mas não é preciso muita imaginação para deduzir que ele tem conhecimento que não há nada clínico com o médio do Sporting.

 

Acredito que a transferência será efectuada, muito porque o West Ham, através do seu treinador, está a fazer um grande esforço para selar o negócio. A gestão do processo, no entanto, devia ter sido outra. Entretanto, o mercado fecha dentro de sete dias e este é apenas um entre cerca de uma dúzia de casos ainda por resolver.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:12

 

William-Carvalho-801223.jpg

 

O West Ham continua a negociar a transferência de William Carvalho com o Sporting. Os dois emblemas ainda não chegaram a acordo já que o Sporting não quer libertar o médio a qualquer preço.

 

Este é um negócio que tem sido tratado ao mais alto nível, pelos dois presidentes, como relatou o vice-presidente do West Ham, Karren Brady, no programa The Debate, da Sky Sports:

 

«Bem, o meu presidente, David Sullivan, trata de todas as transferências e negociações e ele está a trabalhar arduamente na de William Carvalho. Uma pessoa pensa que é só tomar de decisão de comprar um jogador e acontece, mas é bem mais complicado, existem muitas questões a ter em conta, muitas condicionantes, e concretizar um negócio no tempo que gostaríamos nem sempre é possível».

 

Os ´Hummers` terão visto o Sporting recusar 32 milhões de euros pelo médio. Neste momento, estão a tentar vender alguns jogadores que não contam para o treinador Bilic, de modo a ter mais margem de negociação com o Sporting. O Sporting pede 38 milhões, mais objectivos, pelo internacional português.

 

Uma das consequências óbvias deste impasse em curso é que a disponibilidade de William continua em dúvida. Não alinhou contra o Vitória de Setúbal, por opção, cumpriu um jogo de castigo pela visita do Steaua Bucareste, e em breve veremos se irá defrontar o Vitória de Guimarães e novamente o Steaua, na Roménia.

 

O que se tenta ganhar através das negociações de transferência, pode sair caro por outras vias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:13

 

william_carvalho_foto_pedro_sarmento_costa_lusa373

 

Carlos Barbosa da Cruz - antigo dirgente leonino - chegou precisamente à mesma conclusão que me tem importunado em dias recentes sobre a ainda hipotética transferência de William para o West Ham. Não digo que não haja um objectivo desportivo no imediato, especialmente depois da "tareia" que levaram do Manchester United na última jornada da Premier, mas o intuito do emblema inglês vai muito além disso.

 

Eis o que Carlos Barbosa da Cruz tem para dizer sobre esta questão:

 

«O West Ham é um clube simpático, mas é um clube de segunda linha e William é um jogador de primeira linha. O West Ham vai querer fazer uma mais-valia com o William. Exibi-lo na montra [Premier League] e depois, daqui por uns tempos, vendê-lo com apreciável lucro para um clube de primeira linha.

 

A vontade do jogador em seguir carreira noutro campeonato é tão compreensível como o desejo do Sporting em encaixar dinheiro com um dos seus activos mais valiosos. Entendo muito bem as necessidades e ambições de ambas as partes, mas espero que venha a ser um negócio lucrativo para os cofres leoninos».

 

Pelo ponto de vista do jogador, este hipotético plano para o seu futuro não será de todo desagradável, até porque, entretanto, a acreditar nas notícias provenientes de imprensa britânica, irá usufruir de um salário de cerca 2,5 milhões de euros líquidos anuais, mais do dobro do que recebe actualmente do Sporting.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

 

Sporting-CP-v-CD-Feirense-Primeira-Liga.jpg

 

Creio que a saída de William Carvalho é dada como adquirida e a questão fulcral sobre a mesa é se o Sporting tem uma alternativa viável no plantel ou se terá de ir ao mercado contratar mais um médio-defensivo.

 

Não me parece que Petrovic seja a solução desejada e até constam rumores que a SAD procura uma transferência em definitivo para este jogador. João Palhinha não estará ainda à altura do desafio e poderá ser emprestado. Neste enquadramento, fica apenas Rodrigo Battaglia para o post mais recuado no meio-campo - que será sempre uma adaptação -, e porventura a solução mais adequada por intermédio de Adrien Silva, embora neste momento também hajam dúvidas sobre a sua permanência em Alvalade.

 

A julgar pelo onze que alinhou contra o Vitória de Setúbal, Jorge Jesus estará inclinado em posicionar Battaglia e Adrien no meio-campo contra o Steaua Bucareste, mas temo que a exemplo do que ocorreu na sexta-feira, a equipa acabe por ficar sem jogo pelo corredor central. Talvez que a solução passe por Adrien na posição "6" e Bruno Fernandes a "8".

 

De qualquer modo, uma soluçãon terá de ser encontrada e não apenas para o jogo de amanhã, uma vez que há causa para acreditar que o Sporting e os ingleses do West Ham estão prestes a selar o negócio.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:28

 

carvalho1008abc.jpg

 

Rumores sobre a possível saída de William Carvalho abundam já há uns tempos e só têm intensificado nos últimos dias, nomeadamente pelo noticiado interesse do clube inglês West Ham United.

 

Instado a comentar a situação do jogador após o jogo com o Vitória de Setúbal, Jorge Jesus, apesar de alguma ambiguidade, não afastou a hipótese:

 

«Estamos todos curioso pelo William. É um jogador com muito mercado, muito cobiçado. Para além disso, tivemos alguns problemas no último jogo, com o William, o Bas Dost e o Adrien, que só treinou ontem. Como sabia que o William não pode jogar na Champions, também tinha de dar minutos ao substituto. Foi para proteger o William, o Sporting, tudo. Enquanto não existirem certezas absolutas, temos de jogar com as incertezas».

 

Reportagens deste sábado avançam que já há acordo entre William e o West Ham e que falta apenas a concordância do Sporting. Pela totalidade do passe, estarão 30 milhões de euros mais objectivos sobre a mesa negocial.

 

Slaven Bilic - trenador do West Ham - confirmou que os londrinos estão a tentar a contratação:

 «Sei que ele é um bom jogador e tem muitos clubes interessados. Está no nosso radar e mais não posso dizer. Os bons jogadores são caros, mas nós estamos a tentar».

 

Confirmando-se e partindo do princípio que o Sporting vai aceitar a oferta, resta saber se opta por esperar até depois do segundo jogo do play-off da Champions.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:57

 

William-Carvalho-801223.jpg

 

Apesar de serem reportagens difíceis de ignorar, já perdi a conta ao número de emblemas ingleses supostamente interessados em William Carvalho: Arsenal, Manchester City e West Bromwich, só para nomear três.

 

 
Agora, de acordo com o jornal britânico Daily Mail, a equipa orientada por Slaven Bilic, onde alinha José Fonte, estará prestes a apresentar uma proposta de 25 milhões de libras, cerca de 28 milhões de euros, pelo jogador do Sporting.
 
A cláusula de rescisão de William é de 45 milhões de euros e Bruno de Carvalho, como é de esperar, já fez saber que não abdicará desse valor para libertar o activo leonino. Dito isto, tudo é negociável, especialmente com um clube que beneficia de receitas muito vantajosas.
 
Recorde-se que Pere Guardiola, irmão do treinador do Manchester City, é o empresário de William.

 

A confirmar-se, esta seria a sexta contratação do West Ham para 2017/18, após as transferências de Pablo Zabaleta (‘custo zero’, do Manchester City), Joe Hart (empréstimo, do Manchester City), Sead Haksabanovic (três milhões de euros, do Halmstadt), Chicharito (17,8 milhões de euros, do Bayer Leverkusen) e Marko Arnautovic (22,3 milhões de euros, do Stoke City).

 

Tão elevado investimento em reforços será uma clara indicação que o clube pretende melhorar a sua classificação (11.º) de 2016/17. William Carvalho poderá integrar esta equação.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:21

Para que não hajam dúvidas

Rui Gomes, em 09.08.17

 

william-carvalho.jpg

 

Tal como o ‘timoneiro’ Adrien Silva, também o outro internacional português que integra o lote de capitães, William Carvalho, manifestou total compromisso com o projeto Sporting.

De acordo com o que foi possível apurar, o médio-defensivo, de 25 anos, deu uma resposta semelhante à de Adrien a Jorge Jesus, na tal conversa que o técnico teve com duas das suas unidades ‘nucleares’: apesar do forte assédio dos tubarões europeus, William prossegue focado no clube onde cumpriu grande parte da sua formação e que ‘lançou’ o seu nome para a ribalta do futebol e para a Selecção Nacional.

Um dos elementos com maior peso dentro do balneário leonino, o médio, com contrato até 2020, tem sido um dos nomes veiculados no mercado inglês - nomeadamente no que diz respeito a West Brom e Everton -, mas tal como Adrien apenas sairá se surgir em Alvalade uma proposta que Bruno de Carvalho considere... "indecente".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:50

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo