Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



img_920x518$2021_09_12_18_55_28_1902727.jpg

O duelo de quarta-feira entre Sporting e Ajax vai marcar o regresso do leão à Liga dos Campeões, mas também será especial para Marvin Zeegelaar. É que de um lado estará o seu clube de formação (e do coração) e do outro um conjunto leonino que, assume, lhe ficou na memória pelos bons momentos que viveu. Em entrevista ao Ajax Showtime, o lateral de 31 anos lembrou isso mesmo, assumiu o seu entusiasmo pela partida e lançou uma 'dica' aos holandeses para essa partida.

"Foi bom de ver e estou muito entusiasmado pelo jogo. São dois clubes onde joguei, mas também dois clubes nos quais me diverti imenso, por isso será divertido de ver. O Ajax continua a ser o meu clube. Nasci em Amesterdão e claro que será sempre o meu clube, jogar lá foi sempre um sonho. Mas o Sporting foi um grande passo na minha carreira. Aprendi muito sobre futebol lá. Senti o sabor do futebol. Percebi o que é jogar num clube mesmo grande, o que é jogar na Liga dos Campeões e lutar pelo título. O Ajax também luta por títulos, mas eu estava mais na equipa de jovens.

A Liga dos Campeões é o real sonho de todos. Tive a oportunidade de jogá-la pelo Ajax algumas vezes, mas acabou por não acontecer. Sempre foi um sonho meu, poder jogar contra todas aquelas estrelas. Tive essa experiência no Sporting CP e foi uma sensação agradável. Jogar nesta prova é o meu sonho de criança.

O Sporting joga de uma forma agressiva, está-lhes no ADN. Querem sempre atacar, mas isso não é muito diferente no Ajax. Há uma mentalidade de futebol de rua que se vive no Sporting. Mas acho que o Ajax tem uma equipa boa o suficiente.

São clubes que formam jogadores e que depois os vendem. São clubes com o mesmo ADN, a mesma visão".

publicado às 04:02

 

DHroWGJWsAAJo7b.jpgezequiel_schelotto.jpg

 

A acreditar nas notícias deste sábado, Marvin Zeegelaar e Ezequiel Schelotto foram cedidos so Alavés com uma cláusula de obrigação de compra no final da temporada, negócio que poderá trazer cerca de 6 milhões de euros para os cofres de Alvalade.

 

Considerados excedentários por Jorge Jesus e ambos ainda com contrato com o Sporting por mais três e dois anos respectivamente, esta será uma das soluções mais viáveis neste momento. Espera-se, agora, confirmação oficial das transferências.

 

O Alavés entra na sua segunda época na La Liga, tendo ficado em 9.º lugar em 2016/17.

 

publicado às 04:24

 

xoBO3QS.png

 

As últimas notícias cá do burgo surgem a indicar que o Sporting negoceia a transferência de Marvin Zeegelaar para o CSKA Moscovo, e que, em facto, uma proposta de 5 milhões de euros já terá chegado a Alvalade.

 

Este cenário, embora não confirmado, torna-se plausível por o mercado na Rússia só encerrar no dia 24 de Fevereiro.

 

Confirmando-se, é uma proposta de agarrar com as duas mãos. Permitirá encaixe financeiro ao Sporting com um jogador que muito embora ainda no sábado tenha sido titular contra o FC Porto, não tem lugar num Sporting verdadeiramente competitivo.

 

Zeegelaar, recorde-se, esteve a um passo de rumar ao Norwich City, do Championship, nos últimos dias do mercado de transferências de Janeiro, por verba semelhante, mas o projecto do emblema inglês não agradou ao jogador.

 

publicado às 17:01

 

holanda_foto_epa4930c989_base.jpg

 

Holanda e Bélgica empataram (1-1), esta quarta-feira, num clássico entre vizinhos, que assumiu a forma de encontro de carácter particular mas, igualmente, de preparação para a fase de apuramento para o Mundial 2018.

 

Klaasen, aos 38' da primeira parte, adiantou a "laranja mecânica" no marcador. Na recta final da etapa complementar, já com os holandeses a contarem com o sportinguista Bas Dost em campo - substituiu Janssen, do Tottenham - Ferreira Carrasco fixou o resultado final (82').

 

Outro atleta do Sporting, Marvin Zeegelaar, que se estreou em convocatórias da selecção da Holanda, não saiu do banco de suplentes.

 

publicado às 03:36

 

image.jpg

 

As apreciações de nós adeptos relativamente a Marvin Zeegelaar têm sido muito pouco generosas, mas, pelos vistos, há quem esteja impressionado com o seu desempenho até este ponto da época.

 

Tanto assim é que o defesa do Sporting é a grande novidade da convocatória da selecção holandesa para os jogos com a Bélgica (particular) e o Luxemburgo (qualificação para o Mundial 2018), a sua estreia absoluta pela Holanda. Vai ter a companhia do também "leão" Bas Dost, presença habitual na selecção.

  

O seleccionador holandês, Danny Blind, comentou esta sexta-feira a chamada de Marvin Zeegelaar à selecção principal da Holanda e não poupou elogios ao actual momento de forma do jovem lateral, nomeadamente frente ao Real Madrid e Borussia Dortmund:

 

«Conheço-o do Ajax, passou pela formação quando estive no clube a trabalhar nas camadas jovens. Sei que esteve noutros países, nesta altura está a jogar em Portugal e chegou ao Sporting. No início não era titular mas acabou por se fixar e estabilizar na equipa e, nas últimas semanas, tem jogado muito bem. Foi assim com o Dortmund e com o Real Madrid, na Liga dos Campeões. É um jogador com qualidade a atacar pelos flancos».

 

Para ser justo, até acho que por vezes perdemos de vista que Zeegelaar é um extremo de raiz e não defesa, como aliás Mário Jorge sublinhou no seu comentário publicado aqui ontem. É muito possível que este voto de confiança pelo seleccionador holandês venha a dispor dividendos no futuro, tanto para o jogador como para o Sporting.

 

publicado às 02:44

Os equívocos...

Rui Gomes, em 15.09.16

 

ng7592229.jpg

 

Para esclarecer equívocos (de mim próprio) que quem estava a marcar (muito mal) Morata no lance "fatal" aos 90+4' do jogo, era Marvin Zeegelaar e não Elias, impressão errada minha que até escrevi na crónica do jogo.

 

Ainda há uma outra questão a esclarecer em que há quem insista que Rui Patrício estava mal posicionado pela marcação do livre de Cristiano Ronaldo, que resultou no primeiro golo madrileno.

 

img_FanaticaBig$2016_09_14_21_40_10_1157128.jpg

 

Para um guarda-redes, nestes lances, há duas regras fundamentais: cobrir a parte da baliza não protegida pela barreira e posicionar-se de forma a poder ver a bola partir. Não sei as estatísticas, mas aventuro adiantar que 98 por cento das bolas certeiras que passam a barreira, no ar ou no relvado, resultam em golo. 

 

publicado às 14:39

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo