Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ter ou não ter coragem, eis a questão

Naçao Valente, em 06.11.18

 

21229717_LDlhc.jpeg

  

Rei morto, rei posto, ou quase. O Presidente do Sporting, recentemente eleito, tem todo o direito de despedir treinadores, de acordo com as normas laborais. Entendo que foi um despedimento precoce, embora tivesse vindo a ser anunciado. A gratidão não é um acto unânime entre os humanos, mas é completamente desconhecido pela tribo do futebol. O que se passou com Peseiro é disso exemplo claro.

 

Pouco falador, o que nem sempre é mau, o Dr. Varandas vai mandando uns "bitaites" aqui e ali, mas de concreto de objectivo não diz nada. Sobre o despedimento, fixei duas frases: Peseiro "é um bom homem" e "tenho coragem". Nem uma, nem outra afirmação colam com a realidade.

 

Das duas uma, ou é um bom homem, e é tratado com respeito, ou é um biltre, e leva um pontapé no rabo, durante um sonho nocturno que se tornou real. Como Sousa Cintra, que despediu Robson, um treinador que poderia ter sido campeão,  numa viagem de avião, o Dr. Varandas despediu Peseiro, após um mau resultado numa taça de baixo gabarito. Pior, mandou-o despedir através de um mero director de serviço. E isso leva-nos à questão da coragem.

 

Será o Dr. Varandas um Homem corajoso? Se o é, e se pelo que consta, Peseiro nunca foi o seu treinador, porque não o disse na campanha eleitoral? Isso foi coragem ou estratégia eleitoral? 

 

Se Peseiro não era o seu técnico, porque não o despediu  após ter ganho as eleições? Estava a ver por onde paravam as modas, nomeadamente à espera que crescesse a vaga de fundo, na qual se respaldasse?

 

Se o Dr. Varandas queria despedir José Peseiro porque só o fez quando teve as costas bem quentes pelo ambiente irracional das bancadas?

 

A coragem demonstra-se em actos frontais. Decidir um despedimento, numa noite de um pesadelo tornado realidade, não é coragem. Pior, mandar despedir o treinador por um subordinado, não é coragem, tem outro nome, e faz lembrar tempos idos de má memória.. Coragem teve Peseiro, quando pegou num barco à deriva e o pôs a navegar mesmo com com altos e baixos. A frontalidade dificilmente vence a manhosice.

 

José Peseiro cometeu um erro capital. Cometeu o erro de colocar uma equipa com atletas de menor valia, sem competição, sem rotinas e sem entrosamento, como é natural, nos jogos de competições de segundo plano, para ter sempre, em boas condições, a equipa principal nos jogos importantes que se estão a disputar. Ao tomar esta opção, "entregou o ouro ao bandido", prejudicou-se a si próprio, mas favoreceu o Clube.

 

Passaram pelo Sporting depois da conquista do último campeonato dezoito treinadores. Caramba,  são todos maus? Parece-me que o problema está mais acima, umas vezes na falta de coragem, outras na coragem de fazer disparate, ou por decisão própria, ou por pressão de quem não pensa com a cabeça.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:02

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


23 comentários

Sem imagem de perfil

De R. Ribeiro a 06.11.2018 às 10:37

Essa estatística final é muito, muito interessante e a que mais revela da cultura desportiva do Sporting, talvez razão pela qual não ganhamos um campeonato há 18 anos... Ou escolhemos maus treinadores ou despedimos prematuramente os bons.

Por outro lado, também não podemos esconder a evidência de um campeonato completamente viciado por +/- 45 anos, quer tenha sido por clubismos, quer tenha sido por corrupção ou por vícios carnais incontroláveis por parte de quem devia ser íntegro na sua profissão, a de juiz de um encontro.

Outra questão prende-se com a de jogos facilitados, onde as pequenas comem a relva ao jogar contra o Sporting e abrem as pernas contra outros... Basta olhar para a segunda parte do Estoril contra o Porto, no ano passado, ou do Moreirense que até festejou a derrota na luz, entre outros. Porém, aqui, considero que só temos de fazer o que nos compete, que é ser superiores contra plantéis que "valem" menos de metade do dos leões! Portanto, mesmo não achando ser justo, coloco a responsabilidade das derrotas contra Portimonenses, Tondelas, Belenenses e quantos mais na equipa do Sporting

O Sporting tem a sua quota parte de culpa nesta travessia pelo deserto, sem dúvida, mas também não podemos esconder as evidências de um campo de futebol muito inclinado durante quase meia centena de anos.

Mas considero essa estatística muito interessante, um treinador por época de derrota! Dá que pensar onde está o erro e como alterar essa situação.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 06.11.2018 às 12:11

Obrigado R. Ribeiro pelo contributo. Nesta longa travessia sem ganhar o título principal, há, como diz, factores internos e externos. Os externos são difíceis de controlar. Mas os internos são da responsabilidade do Clube. Dos seus dirigentes, da sua massa associativa. É essa reflexão que se deve fazer.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 06.11.2018 às 11:06

Este despedimento do Peseiro é um pau de dois bicos…. se é verdade que o Varandas passa a ficar ligado aos resultados desta época, também não deixa de ser verdade que com o passar do tempo as criticas ao Peseiro iriam promover tanto desgaste que iria no fim de contas iriam prejudicar a equipa do Sporting.

Eu desde a eleição que tenho batido muito numa tecla….. Comunicação!!! O Varandas tem de começar a ser o Presidente…. e isto implica comunicar! É normal que muitos dos que aqui escrevem no Camarote terem ficado surpreendidos com a decisão do Varandas, mas ficaram surpreendidos porque o homem raramente comunica, porque as únicas vezes que eu o ouvi, ele deu sempre a ideia de que o Peseiro era um treinador a prazo.

Uma coisa é verdade e que gostei de ouvir…. o Varandas disse que teve o instinto de que esta era a melhor decisão…. isto na minha opinião pode ser positivo, já que significa que ele como líder sentiu que o Peseiro não era o homem para o cargo, e decidiu fazer algo, não ficou sentado à espera do falhanço da época e decidiu mudar…. isto é coragem!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 06.11.2018 às 12:20

Qual falhanço da época? Ainda não passou um terço e estamos próximo do primeiro lugar e em todas as competições. A equipa não jogava bem, mas somava pontos, e com a chegada de jogadores fundamentais lesionados, mostrava progressos. como se viu contra o Boavista, o melhor jogo da época. E não se pode confundir esta equipa com a que jogava as provas secundárias.
E quem lhe garante que com outro treinador e o mesmo plantel, que a época vai ser um sucesso?. O problema dos sportinguistas continua a ser o mesmo. Acham que o problema está nos treinadores, os elos mais fracos. Por este caminho nunca haverá sucesso.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 06.11.2018 às 14:18

Eu não disse que o problema é do Peseiro…. o que eu disse é que o Varandas demonstrou coragem, porque ao despedir o Peseiro assumiu as responsabilidades da decisão, e assumiu que pretendia outro tipo de treinador.
E é isto que se pede a um Presidente, que assuma a sua responsabilidade e não encarar o futuro com uma desculpabilização constante de relativização dos resultados.

Dizer que o Sporting estava bem porque estava perto do 1º lugar é tapar o sol com a peneira…. o Sporting não tinha fio de jogo, o Sporting não conseguia impor-se a equipas muito mais fracas ao Sporting, e mesmo o tal jogo do Boavista foi um jogo que correu tudo muito bem, porque se aquele remate ao poste do Mateus entrasse logo no inicio do jogo, muito provavelmente teria sido nesse jogo que o Peseiro teria sido despedido.

Em conclusão, acho que estamos mais perto dos bons resultados se tanto o treinador como o Presidente estiverem em sintonia…. não tem sentido adiar o inevitável….
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 06.11.2018 às 16:28

Não estamos claramente de acordo, mas não vem daí mal ao mundo. Palavras leva-os o vento. o que fica são os actos. E o acto do Drº Varandas, no que diz respeito ao treinador foi precipitado. E também há coragem disparatada. Godinho Lopes também era corajoso a despedir.
Qual foram as equipas mais fracas às quais não se impôs? Loures, Estoril? E porque não refere que equipa jogou esses jogos? Fio de jogo? Que é isso? O Arsenal meteu um golo com chuto do meio campo para a frente. É isso que é fio de jogo? Não foi golo?
Se a bola ao poste entrasse? E se o Jogador do Arsenal que derrubou Montero, tivesse sido expulso? Ses não ganham jogos.
Se é para falar de adiamentos porque não se despediu o anterior Presidente, no segundo ano de mandato, quando começou a fazer disparates? Dois pesos e duas medidas?
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 06.11.2018 às 16:49

Eu acho que nós não estamos totalmente em desacordo…. porque eu em condições normais acho que o Peseiro deveria ter ficado.
A grande diferença entre a minha posição e a sua, é que eu acho essencial para termos alguma possibilidade de ter sucesso, é o Presidente e o Treinador formarem uma equipa unida…. tendo em conta o que foi dito, o Peseiro e o Varandas não se davam, logo seria apenas uma questão de tempo até esta demissão acontecer…..

A minha critica ao Peseiro não se resume apenas ao fio de jogo…. acho que a minha maior critica vai para a mentalidade e modelo de jogo que ele queria implementar…. um treinador que coloca o Petrovic contra o Loures para segurar o jogo, este tipo de mentalidade não tem lugar no nosso clube…. poderemos sempre alegar que outros treinador e mais conceituados já fizeram pior que o Peseiro, não o nego!
Mas aqui a questão é que o Peseiro já tinha sido corrido do clube no passado e era ele que tinha de conquistar os adeptos, não o contrário…. "A vida e a confiança, só se perdem uma vez"....
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 06.11.2018 às 18:09

Completamente de acordo com o último parágrafo.
Sem imagem de perfil

De PSousa a 06.11.2018 às 11:27

E quem viu como foi o "despedimento"?
Ou estamos só a falar pelos jornais?
Não arranjem fumo onde não existe fogo, deixem a direcção \ presidente trabalharem e em Maio, façam as vossas criticas.
Peseiro, nunca devia ter entrado. Coragem? Também eu a teria se estivesse desempregado... até ganhava uns trocos.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 06.11.2018 às 12:34

PSousa,
O Presidente está a trabalhar e não sou eu que o vou impedir. Não tenho poder para isso. O poder que tenho é criticá-lo quando achar que o merece.

Peseiro estava desempregado como estavam muitos outros. E houve quem não quisesse aceitar. Seria um risco para qualquer treinador assumir o comando de uma equipa que não existia, não se sabia qual seria, e iria partir muito atrás das outras.

Reconhece e justifica o despedimento. Peseiro já estava despedido antes de ser contratado, o que prova o que sempre disse , a contestação foi sempre baseada em preconceitos. Deixou a equipa na luta por todas as competições, com melhor ou pior futebol. Corajoso de bancada também eu sou. Jogar o jogo dos assobios também eu jogo.

Sem imagem de perfil

De Filipe Silva a 06.11.2018 às 13:40

O presidente varandas que abra os olhos. Os lunáticos andam pela calada a criar um movimento a recolher sócios apoiantes do destituido, com vista a que na proxima AG possam chumbar os Castigos, e andam a recolher o maior numero de votos, para ultrapassar os sócios cinquentenarios que irão em principio estar na assembleia a votar a favor.. Eles andam a trabalhar no escuro, abram os olhos..
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 06.11.2018 às 14:20

O Drº Varandas não foi a melhor escolha. Embora o que afirma, não faça parte do tema, concordo em absoluto. O destituído mudou de estratégia e está a trabalhar na sombra. E se os sportinguistas não se mobilizarem pode evitar a expulsão. Sempre disse que não é uma carta fora do baralho. E com um líder fraco como Varandas, a dar tiros nos pés, pode regressar em grande. Os adeptos que não têm contribuído para a estabilidade, que abram os olhos e usem os neurónios.
Sem imagem de perfil

De Filipe Silva a 06.11.2018 às 17:09

Objetivo é angariar pelo menos um valor correspondente a 50 mil votos. Alegadamente 5 mil sócios ja aderiram. Ou muito me engano ou o varandas vai ficar mal na foto, logo na sua 1º AG.. Não votei no varandas, mas sim em benedito.. Pk este nosso presidente é muito mole/fraco..
Não abram os olhos que o destituido ainda volta novamente lá para dentro..
Sem imagem de perfil

De João a 06.11.2018 às 13:54

Se decisão de despedir Peseiro foi correcta ou não depende muito da opinião de cada um e quais os pontos que nos são mais sensíveis, no meu caso acho que foi correcta. Posso admirar a coragem necessária para pegar no clube como estava almas a verdade é que a equipa jogava mal, os resultados foram sofríveis ( o sporting está perto da liderança também porque os rivais perderam mais pontos que o normal ) mas acima de tudo pelo discurso. Não posso aceitar que o treinador do sporting tenha um discurso derrotado, uma postura fraca. A médio prazo a tendência seria piorar e precisamos de alguém que entusiasme a equipa e os adeptos, não tenho a menor dúvida que com Peseiro não teríamos recuperado o resultado no último jogo.
O preocupante é o pos despedimento, não é compreensível esta demora, ainda menos compreensível quando a escolha vai recair sobre alguém que pelo nome não entusiasma.
O Sporting tem muito a melhorar na sua comunicação sob risco de transformar boas decisões em péssimos processos
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 06.11.2018 às 14:25

Não concordei com o despedimento, e já expliquei porquê. Para mim foi um erro, mas não me vou repetir. Só fazendo futurologia se pode dizer se com Peseiro ia ser pior. A equipa estava a melhorar, com algumas mais-valias.

E já que fala nos adversários, porque raio com melhores plantéis e melhores treinadores, estão a perder pontos. Só abona em favor de Peseiro.
Sem imagem de perfil

De João a 06.11.2018 às 22:05

É exactamente esse o ponto em que estamos em desacordo, não utilizo os desaires dos outros para desculpar os nossos. Os factos são claros, ganhamos jogos de uma forma sofrida, levamos 4 do Portimonense (só isto deveria ser suficiente para despedir qqr treinador), fomos a Braga jogar para o empate e perdemos com o arsenal e no fim do jogo o amigo Peseiro diz que foi bom porque normalmente os adversários levam 4, o burnley (com todo o respeito ) talvez mas no dia em que o Sporting tiver como critério de comparação um clube que luta para não descer então está tudo louco.

Respeito a sua opinião mas para mim é óbvio que Peseiro é mau treinador....basta ver que Tiago Fernandes percebeu de imediato por exemplo que o duplo pivot em jogos pequenos é absurdo....Peseiro jogou em casa com uma equipa da 2.ª divisão com 3 trincos....lamento mas não é assim que espero que o Sporting jogue....podemos não ganhar sempre mas pelo menos que se lute pela vitória...
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 06.11.2018 às 23:39

João

Quando se despede um treinador por perder um jogo ou por ganhar jogando mal, vai-se por mau caminho.. Dezoito treinadores, título zero. Não se aprende nada?

Cito Villas Boas:

É difícil perceber o que vai na cabeça das pessoas quando tomam uma decisão dessas. Para nós, treinadores, quando vemos sair um colega de forma injusta e abrupta, sentimos revolta”, disse André Villas Boas, que comentou ainda o nome de Marcel Kaizer, o treinador holandês apontado aos ‘leões’ pela imprensa desportiva.
Para Villas Boas, “o treinador português é melhor, tem uma cultura mais abrangente, melhor do que a escola holandesa”, considerando por isso para mim é uma surpresa este processo.


È uma opinião que vale o que vale, mas sempre percebe um pouquito mais de futebol que os treinadores de bancada.
Sem imagem de perfil

De João a 07.11.2018 às 01:05

E aparentemente este keiser foi recomendado por Leonardo Jardim...

E essa estatística dos18 em 18 anos tem muito que de lhe diga, destes 18 anos houve 2 que no total ficaram durante 7.....e nem por aí foram brilhantes....já tivemos de tudo, estabilidade e total ausência dela...

Caríssimo, concordamos apenas que ambos queremos o Melhor para o Sporting é isso é que interessa!
SL
Sem imagem de perfil

De Francisco_ a 06.11.2018 às 16:20

Boa tarde Caro NV

"(..)Como Sousa Cintra, que despediu Robson, um treinador que poderia ter sido campeão, numa viagem de avião, o Dr. Varandas despediu Peseiro, após um mau resultado numa taça de baixo gabarito."

Situacoes completamente distintas, principalmente no contexto, em que a unica coisa em comum sao um Presidente do Sporting despedir um treinador.

Sousa Cintra escolheu Sir Bobby Robson..e depois o dispensou, ainda no aviao de regresso da Austria (se nao me engano) apos sermos eliminados da entao taca UEFA e estavamos em 1o lugar no campeonato.
A unica vez que Sir Bobby Robson foi despedido na carreira (se nao estou em erro).

Nao me parece que tenha sido essa derrota a unica razao, mas sim um conjunto de situacoes em que a fraca producao e o continuado discurso aliado a resultados abaixo do esperado que ditaram o seu despedimento.
JP foi um dos enormes erros de Sousa Cintra..alias a sua contratacao foi um presente envenenado para quem fosse o futuro presidente (penso que Cintra disse que se JP nao resultasse ele pagava a conta).
Nao acho que JP tenha responsabilidade no estado do clube, mas sim na construcao do plantel e producao em campo, e aqui deixou muito a desejar...ao nao sermos pelo menos competentes na forma de jogar, estariamos sempre mais perto de perdermos..e foi isso que aconteceu..em relacao a lesoes, apenas a de raphinha (ja no final) poderia justificar a pouca producao ofensiva da equipa (porque era esse um dos problemas da equipa, a capacidade em construir volume ofensivo de forma consistente), pq Bas Dost pouco ou nada contribui para construcao de jogo ofensivo.

Em relacao ao numero de treinadores concordo em absoluto, nao eram todos maus..alguns eram bons e outros eram maus..JP foi um dos maus.

Cumprimentos
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 06.11.2018 às 16:42

Não concordo com a sua análise, mas não vou rebater, pois já manifestei várias vezes a minha opinião, e está clara. Considero o despedimento do treinador um um erro, neste contexto.
Sobre colocar Peseiro nos maus que passaram pelo Sporting, discordância total. Foi uma das suas melhores épocas. Levou a equipa até à final da actual Liga Europa, coisa inédita desde há muitas décadas. Não ganhou, como Portugal não ganhou o final do Europeu, em Portugal . São contingências de um jogo de futebol.

Teria ganho o campeonato nacional, se um árbitro não validasse um golo irregular de Luisão. Quem dera que os bons que por lá passaram tivessem este currículo.
Sem imagem de perfil

De Francisco_ a 06.11.2018 às 17:37

Na final da Liga Europa concordo, foi futebol, mandamos ao poste, falhando o 2-1 na altura e no contra ataque sofremos nos o 1-2 ( ou falhamos o 2-0 e eles empataram..ja nao me recordo muito bem para ser sincero).
Em relacao ao campeonato nao consigo concordar..Tinhamos de longe o melhor plantel, penso que nem no ano passado tinhamos um plantel como esse de 04/05..esse foi possivelmente o melhor plantel do Sporting nos ultimos 10/15 anos, na minha opiniao claro!

"Quem dera que os bons que por lá passaram tivessem este currículo."
O CV vale o que vale..Domingos tinha exactamente esse curriculo (vice campeao e finalista vencido da liga europa) mas com uma equipa bem inferior e foi o que foi*

*Apesar de nunca ter achado o Domingos um treinador especial, nao foi o principal culpado pela epoca ter comecado a correr mal.

Cumprimentos

Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De HY a 06.11.2018 às 18:06

Era o 2-1...caro De Francisco...e do poste foi a passear até às mãos do guarda-redes...e acabou dentro da nossa baliza do outro lado...:-((
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 06.11.2018 às 18:13

Francisco,
O seu comentário reconhece as imponderabilidades do futebol. Quanto a Domingos, foi mais um que queimou, uma prometedora carreira em Alvalade. O despedimento de Godinho Lopes, precipitado, abriu uma caixa de Pandora de desgraças. Às vezes a história repete-se.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo