Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tobias Figueiredo et al...

Rui Gomes, em 09.11.14

 

Academia-Sporting-Foto-Thiago-Correia_LANIMA201304ng0493E2C5-C048-47C4-B481-6BEDA3F0355A.jpg

 

Na conferência de imprensa pré-jogo deste sábado, Marco Silva foi questionado sobre a sua não utilização de Tobias Figueiredo assim como outros jovens da Academia, nomeadamente os que militam no equipa B. Embora compreenda em certa medida a posição do treinador, achei a sua resposta algo ambígua, até contraditória, face ao que se tem passado esta época com a equipa principal, neste contexto:

 

«Tobias ? Posso responder com uma pergunta: por que é que tenho de fazer referências ao Tobias Figueiredo ? Porquê ? E digo já: é um atleta em quem acredito muito, tem condições para vir a ser o central do Sporting mas não entendo porque tenho de falar dele. Se falasse dele tinha de falar no Daniel Podence e em muitos outros jogadores da equipa B, nos quais acredito muito. No futuro vão ter espaço.

 

Quando jogamos com muita juventude todos criticam a juventude, depois estamos a falar do Tobias... Não está a qualidade. Tem excelente qualidade mas não podemos criticar uma coisa e depois ir buscar mais juventude. O Podence vai ter um futuro brilhante no Sporting, até o próprio Wallyson. Mas isso faz parte do nosso processo de desenvolvimento. Não podemos chegar à equipa B e puxar todos para cima.»

 

Bem... acho que a pergunta mexeu com as sensibilidades de Marco Silva, daí, porventura, a sua resposta excessivamente defensiva. É perfeitamente lógico, natural até, perguntar por alguns dos mais talentosos jovens da formação, e considerando os problemas com o eixo defensivo da equipa principal, a não utilização de Tobias Figueiredo torna-se, inevitavelmente, em uma questão fulcral.

 

225970_galeria_sporting_b_v_oliveirense_segunda_liWallyson-Mallmann-Sporting.jpg

 

Partimos do princípio que estas decisões são da exclusividade de Marco Silva e até ficamos gratos por saber que existe um "processo de desenvolvimento", disposição que tem estado muito em discussão de há uns tempos a esta parte. Além do mais, creio que o técnico compreende que quem assume a liderança da equipa principal do Sporting assume, em simultâneo, a obrigratoriedade de recorrer aos talentos da formação o mais possível. Dito isto, é por de mais evidente que não se espera, e muito menos se exige, que se vá "puxar todos para cima", nem que a equipa A seja constituída quase exclusivamente por jovens.

 

Temos vindo a verificar algum crescimento por parte de Naby Sarr, o jovem francês de 21 anos que chegou ao Sporting este Verão, praticamente sem experiência alguma em competição a nível superior. Tem cometido erros, alguns até bastante graves, mas a exemplo do que aconteceu no recém-embate com o Schalke 04, também evidencia melhoramento. A pergunta que se torna inevitável, indiferente do discurso de Marco Silva, é simplesmente: porque não dar a mesma oportunidade de crescimento a Tobias Figueiredo, um reconhecido talento que é apenas meia dúzia de meses mais jovem que Sarr, mas que se encontra no Sporting desde os 11 anos e já regista cerca de 50 internacionalizações nas camadas jovens de Portugal ?

 

Marco Silva não deve levar a mal esta pergunta, nem outras em casos pontuais como os que referiu. Não terá sido por mero acaso que mencionou Daniel Podence e Wallyson.

 

Vamos esperar que o supracitado processo de desenvolvimento esteja enquadrado em uma estratégia e visão que permitam com que os melhores talentos da Academia sejam gradualmente promovidos à equipa principal, ainda mais do que já se verifica nesta altura, porque neles reside o futuro do Sporting Clube de Portugal.

 

publicado às 05:16

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


33 comentários

Sem imagem de perfil

De J. a 09.11.2014 às 10:49

Já se falou disto aqui.
A vantagem que tem Sarr em relação a Tobias é que o francês é o único central canhoto do plantel e por isso naquela posição torna-se quase obrigatório jogar Sarr.

Por outro lado, ainda que ambos inexperientes, Sarr foi campeão do mundo sub-20. E acho que isso também conta.

O certo também é que na cabeça de Marco Silva poderá haver uma dupla de centrais Tobias-Sarr no futuro, o problema é que para o lugar de Tobias há Paulo Oliveira e Mauricio e já nem conto com Rabia.
Sem imagem de perfil

De FCS a 09.11.2014 às 10:55

Outra vantagem do Sarr é que não se faz expulsar em meia dúzia de minutos só porque sim.
Sem imagem de perfil

De J. a 09.11.2014 às 10:59

Ou encosta a cabeça ao árbitro! :-)

Mas não deixa de ser um grande jogador.
Oxalá não se perca por aí....
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.11.2014 às 13:35

Sarr conta com apenas 13 internacionalizações. Participou em 11 jogos, em 2 anos, pelos sub-20, e mais 2 pelos sub-21.

Tobias "só" tem cerca de 50 representações por Portugal.
Sem imagem de perfil

De J. a 09.11.2014 às 16:11

Não sei quantos jogos se é possivel fazer em 2 anos qdo se é sub-20.
Tobias não tem 50 internacionalizações na sub-20/sub-21 concerteza.

Mas qdo se é titular de uma selecção que é campeã do mundo na sua categoria, deveria contar para alguma coisa.....digo eu!
Além disso, até já se defrontaram nos sub20 em Toulon. E quem viu o jogo, verificou qual era a melhor selecção nessa altura.Sarr e Sacko eram titulares no lado dos franceses, Tobias titular tb no lado nacional com Medeiros no banco.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.11.2014 às 16:58

A formação é um percurso de desenvolvimento em que tudo conta no processo, e não apenas que o jogador tenha feito parte de uma equipa de sub-20 campeã.

De qualquer modo, o argumento do post não é a menos-valia de Sarr mas sim sua inexperiência para chegar a Alvalade e ser prontamente titular da equipa principal.

Que Tobias, e outros, necessita de crescer, é indiscutível, mas também não lhe foi dada a mesma oportunidade que nem o próprio Sarr esperava quando o Sporting o foi contratar a França.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 09.11.2014 às 11:11

Voce a mim nunca me desilude , lamento é pelos outros que comentam que estão a tentar desvalorizar o Tobias em relação ao Sarr.

São os jogadores com potencial , mas o Tobias está mais apto para jogar do que o Sarr , não é preciso ser canhoto para fazer centro esquerdo , e o Tobias é o melhor centro esquerdo do SCP , mas de longe mesmo. Tobias sabe sair a jogar como nenhum dos centrais do SCP sabe , é rápido , forte no jogo aéreo , sabe antecipar-se e jogar alto , sabe lançar , enfim...

Marco Silva é que os treina , mas não pode querer mandar areia para os olhos dos Sportinguistas , o Sarr veio da 4ª divisão francesa , é muito mais inexperiente que Tobias.

Quanto á personalidade do jogador , ele sabendo que é tecnicamente o melhor central do SCP , e nem sequer conta para o toto bola apenas porque o treinador é medroso , natural que ande nervoso , tal como Iuri Medeiros melhor jogador da equipa B no ano passado , e agora é suplente sendo outra vez o melhopr jogador da equipa , por não ser opção no SCP , acabou por perder lugar nos sub21.

A gestão de talentos está a ser mal feita no SCP , e isto é um erro , porque há miúdos que não vão evoluir mais na equipa B , pior ainda , se tiram esse espaço para jogar , estamos a arruinar talentos de forma estupida.

Iuri é jogador para discutir titularidade no SCP , e a curto prazo ganha-la.
Não temos um treinador de perfil formador , daí isto que vemos , e estamos a falar de jogadores que resolvem jogos , como é o caso deste Iuri , para mim superior ao Quintero do FCP.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 09.11.2014 às 11:17

Pior mesmo foi quando disse que tinha 3 centrais e que o Rabia ainda estava em fase de adaptação.

Acho isto uma vergonha mesmo.
Sem imagem de perfil

De J. a 09.11.2014 às 12:51

Obrigado pelo seu esclarecimento e clarividência.
Ficamos a saber então que na semana onde ganhamos a clubes alemães na Champions com 7 da formação, que Marco Silva tem mesmo má fé em relação ao que temos neste momento na equipa B.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 09.11.2014 às 13:52

J. e todos eles lançados por Marco Silva , não houve nenhum aproveitamento de nenhum jogador da equipa B em 2 anos , além do Mané penso.

João Mário precisou de ir mostrar a Setúbal aquilo que já todos sabíamos , e mesmo assim levou uns 5 jogos a entrar com o Martins a empatar a equipa numa posição que não é a dele , onde se queimava a si mesmo e à equipa.

Não tente nem volte a deturpar os meus comentários com pequenos truques , porque não lhe vou permitir.
Sem imagem de perfil

De j. a 09.11.2014 às 16:03

Deturpar?Como assim?
eu acho que pela sua capacidade de argumentação já todos nós percebemos que é claríssimo que Marco Silva tem um problema com a formação em Alvalade.
Nem sei como é que poderia contestar a isso.....
Sem imagem de perfil

De Hanuch a 09.11.2014 às 11:31

O Sarr tem uma grande vantagem sobre Tobias: temos 100% do passe enquanto só temos 50% do passe do Tobias.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.11.2014 às 17:38

E compete a esta Direcção recuperar essa percentagem antes do jogador se valorizar mais, para não acontecer o que aconteceu com William Carvalho, por exemplo.
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 09.11.2014 às 12:43

Bom dia, os comentários do Marco tocam um dos temas mais quentes do Sporting um dos temas que já é um tabu , um mistério o que se passa naquela Academia.
Onde está afinal a verdade?
Marco reconhece um enorme potencial, o valor de alguns jogadores da B e depois....ficamos por aí. Nao posso deixar de recordar que Jesusaldo melhorou substancialmente a competividade da equipa principal da equipa Sporting com a inclusão de varios jovens da B.
O tempo passa, os meses vão passando estamos quase no natal e amostras....nada de nada. Os jovens que já demonstraram já terem asas para voos de risco continuam todos bloquados na B a terem que voar curto e rasante.
Aqui alguém comentou algo que deixa que pensar (Hanuch) que a vantagem (enorme) de Sarr em comparação com o Tobias é que o clube detem 50% do passe de um (Tobias) e 100% do Françês e eu nao acredito em Coincidencias.
O Tobias merecia pela sua dedicação de varios anos ao clube e pela sua qualidade demonstrada ter sido ele a cometer as falhas que o Sarr cometeu no ínicio, é com as falhas que crescem os jogadores, empurraram Sarr para cima e aprisionam Tobias na masmorra da B.
Curioso que Marco nao comente o Yuri Medeiros, é um misterios este jogador tambem ser um dos prisioneiros, com uma qualidade tremenda e com caractristiscas que nao abundam na equipa principal.
As vezes penso e desconfio que todo este clima e problemas na B passam pelo Inácio, pela sua intromissão semanal na equipa, algo me diz que é ele que elabora a equipa que vai jogar, é ele que define qual o producto que tem que estar na montra.
o producto que pode dar mais percentagem na venda.
A dança de treinadores na B é curiosa.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 09.11.2014 às 13:57

Não podia estar mais de acordo , só não concordo que é o Inácio que escala ou dá a escalar , a mim parece-me mesmo que JF é um treinador com perfil formador e LJ e MS não , parece-me simples quanto isto.

O Tobias está mais maduro que Sarr e nem chance teve , apresenta neste momento mais qualidade , e nada , e eu sinto os miúdos ficarem desesperados.

O Iuri é suplente da equipa B , quando no ano passado foi o melhor jogador.

Imagem de perfil

De juliuscoelho a 09.11.2014 às 14:26

Posso ter espremido no exagero mas tenho convicção que mais "alguém" além do treinador tem forte intromissão na B e na escala da equipa.
Assim se dá a entender semanalmente com algumas escolhas muito "estranhas" e sem lógica. Jogadores que aparecem sem terem feito nada por isso e outros que "desaparecem" depois de terem demonstrado melhor qualidade.
Pretende-se um yes man como treinador da B.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.11.2014 às 17:42

Creio, fundamentalmente, que as insuficiências da equipa B (e da formação), assim como algumas suspeitas, devem-se principalmente à não compreensão da organização estrutural, e da respectiva estratégia e visão, partindo do princípio que existem.
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 09.11.2014 às 13:10

Sinceramente não sei medir o que vale Tobias Figueiredo, embora reconheça que tem no minimo um grande potencial - falta-lhe contudo alguma serenidade, caracteristica essencial para um DC.

Não vi (apenas li) as declarações de MS e não fiquei com a impressao de ter ficado agastado com a pergunta

Deviamos sem duvida ter um central mais experiente - o posicionamento, o poder de antecipação, por exemplo, são caracteristicas que se vao aperfeicoando com o tempo

Paulo Oliveira e Naby-Sarr são jovens, com grande potencial e que comparativamente a Tobias Figueiredo estão um degrau acima na sua evolução e mesmo comparando o percurso dos 3 na selecções, apesar das muitas internacionalizações de Tobias, os outros têm já mais experiencia nos sub-21, onde por exemplo Paulo Oliveira é titular e Tobias 3ª ou 4ª escolha

Tobias está onde deve estar - é titular da B e se fizer uma boa epoca terá de ser opção mais seria para o ano - outros como Chaby, ou Medeiros estão com uma situação mais preocupante e se calhar umas das opções seria mesmo o emprestimo a um clube da 1ª liga, já em Janeiro
Sem imagem de perfil

De m1950 a 09.11.2014 às 14:00

Tobias é 3º pois está atrás de um jogador que já joga no Valência e outro que jogou a titular no VSC e agora no SCP , o Tobias é melhor que eles com os mesmos minutos , isto para mim é limpo como água. O Sarr está acima porque veio da 4ª divisão francesa ??? Ou porque marcou golo na semana passada ?? Não lhe nego potencial , mas não compreendo porque Tobias não teve a mesma oportunidade.
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 09.11.2014 às 15:21

Concordo que Tobias deveria ter uma oportunidade - a taça da liga por exemplo seria uma excelente ocasião

Não sei se é melhor ou pior que Sarr ou Oliveira, até porque não o vi a jogar numa liga competitiva, mas joga regularmente ou seja tem ritmo de jogo e se creio que Rui Jorge não dá prioridade a P. Oliveira só por causa do seu estatuto

MS tem sido um pouco receoso em apostar em novos jogadores, mesmo Paulo Oliveira, Jonathan SIlva só entraram por lesões ou castigos alheios

Tobias tal como outros deve continuar a trabalhar e até pelo facto de jogar regularmente e também integrar os trabalhos da equipa principal, penso que terá a sua oportunidade em breve

PS: Em relação ao Sarr tem já alguma (pouca) experiencia de liga francesa e Liga Europa e é presença regular na selecção campeã do Mundo de sub-21
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.11.2014 às 17:46

Marco Silva faz o mesmo que a maioria de treinadores: com os resultados em mente, preferem recorrer a jogadores mais experientes porque, na sua óptica, oferecem-lhes mais garantias, e só se viram para os jovens quando se sentem encostados à parede.

Marco Silva evidenciou isto logo a partir da pré-época, quando, na minha opinião, fez uma pobre gestão do plantel.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.11.2014 às 13:26

A conclusão óbvia pelos comentários dos "suspeitos usuais" é que Sarr deve jogar em detrimento de Tobias, hoje e sempre, porque é uma contratação do Bruno. O Tobias é "apenas" um produto da formação desde os 11 anos.
Sem imagem de perfil

De FCS a 09.11.2014 às 14:39

Se eu sou um dos "suspeitos usuais", a questão não tem nada que ver com o Bruno mas sim com a minha opinião e com o Marco Silva.

Acho desonesto que se insista que a questão da utilização do Tobias não depende exclusivamente do critério do treinador. Acho que atenta contra a sua dignidade profissional e contra o excelente trabalho que está a desenvolver.

Para além disso, na minha opinião o Tobias, que tem imenso potencial, não tem maturidade, controlo emocional para estar a jogar na equipa A.

Ele próprio faz questão de o demonstrar amiúde, embora dê jeito a alguns fazer vista grossa disso mesmo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.11.2014 às 17:52

Espero que este foro de decisão seja exclusivo de Marco Silva, caso contrário, até não diria muito bem dele.

A maturidade emocional de Tobias, assente no seu talento, só poderá melhorar com mais e maior responsabilidades.

Não se faz "vista grossa" a nada, mas muitos de nós não gostamos de ver alguns talentos da formação a serem menosprezados, e é indiscutível que tem acontecido.

O João Mário hoje é titular e elemento importante da equipa, mas Marco Silva andou muito tempo a hesitar integrá-lo na equipa.
Sem imagem de perfil

De J. a 09.11.2014 às 16:16

Excelente conclusão!
É claro que acreditar na possibilidade de que para Marco Silva neste momento preferir Sarr a Tobias é totalmente descabida.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.11.2014 às 17:53

É óbvio que essa é a preferência dele, mas não significa que não haja espaço para discussão.
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 09.11.2014 às 13:49

Bom dia,

Vi a conferência de imprensa de Marco Silva, e julgo que o mesmo respondeu bem à questão, no entanto, a mesma pode ter leituras diversas, depende da perspectiva. A minha é a seguinte:

O que depreendo sobre o Tobias, é que ainda lhe falta alguma personalidade para poder subir à equipa principal, apesar de essa ausência poder ser derivada da instabilidade que se vive atualmente na equipa B. Marco Silva ao mencionar outros jogadores, dá a entender que está atento e de alguma forma transmite incentivo para os referenciados.

Sobre Sarr, acredito que um jogador vindo de fora, apesar de jovem, acaba por estar mais preparado para assumir a responsabilidade do que está em casa. Acaba por ser, salvo a devida diferença, como nós optarmos por ir trabalhar para o estrangeiro. Damos sempre mais de nós lá fora, do que no nosso meio.

Sou da opinião também, que para se tomar medidas, devemos bater no fundo, onde se encontra atualmente a situação da equipa B e em alguma medida a estrutura que coordena a academia, pelo que, acredito que esta hora do presidente, com a presença da CS, num momento complicado da academia, derrota em Guimarães duques e afins, foi pensada propositadamente, vamos ver com que intuito e que novidades irão surgir sobre a academia.

As minhas perguntas para lá já seguiram em tempo útil, desejando ver, pelo menos, uma delas respondida. Acredito também, como já aqui o disse, que Janeiro será a oportunidade de se ajustar os planteis, e, veremos aí se de facto existe uma estratégia em que a B é um complemento da A. Acredito que sim e que as oportunidades irão começar a surgir para alguns elementos. Se porventura nesta próxima abertura do mercado, não existirem saídas por empréstimo ou venda dos excedentários, iremos então ter um grave problema até ao final da época.

SL
Sem imagem de perfil

De Pedro Miguel a 09.11.2014 às 13:54

Uma nota apenas: Defendo desde o final da época passada, a presença de Tobias no plantel principal, mais ainda, após a saída de Dier e Rojo, mas entendo a aposta em Paulo e Sarr, menos no Mauricio apesar de ser o mais velho dos 8 centrais que temos, entre A e B: Domingos, Tobias, Sambinha, Reis, Rabia, Paulo, Sarr e Mauricio.

SL
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 09.11.2014 às 14:43

Pedro Miguel essa de quem veio de fora tem mais possibilidades nao entra, Rabia veio de fora e com melhor currículo que o Sarr e veio direitinho para a B. Hoje temos a maioria dos jogadores do time principal vindos da academia porque alguem apostou neles e até de forma excessiva nalguns casos.
Carlos Mané é hoje uma das principais figuras da equipa porque Jesualdo acreditou nele quando tinha apenas 17/18 anos.
Óbvio que nao podemos ter todos da B na equipa principal mas tambem é claro que o Sporting tem uma das fornadas de maior qualidade e potencial que continuam por desatar na B.
É um crime lesa clube nao se aproveitar o talento de 4/5 jovens que têm tudo para serem futuros craks na equipa e depois nas principais equipas da Europa.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.11.2014 às 18:00

Meu caro,

A "hora do presidente" com a CS é para inglês ver, ou será que espera algumas revelações bombásticas.

Eu gostaria que ele explicasse quais foram os critérios - além do óbvio - que levaram à escolha de Virgílio para liderar a formação, inclusive da equipa B.

Outra questão, que é impossível de analisar, a situação de Slavchev. Algo se passa com este jogador que não está à vista, salvo ele jogar pouco ou nada, apesar de já ter demonstrado que tem talento.

É suposto existir um processo de desenvolvimento, mas (pelo menos à distância) é de leitura muito complicada.
Sem imagem de perfil

De sloct a 09.11.2014 às 20:20

Uma simples pergunta apenas, quem é que diabo inventou essa ideia do Tobias ser esquerdino?

Não é, tinha quase a certeza disso, mas hoje ao ver a 1ª parte do jogo dos B, fiquei com a certeza absoluta.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.11.2014 às 20:32

Creio que ninguém afirmou que Tobias é esquerdino, simplesmente que é daqueles centrais que se adaptam a jogar bem nos dois lados.
Sem imagem de perfil

De L a 10.11.2014 às 10:53


Ainda há pouco tempo era mais ou menos unânime um plantel mais pequeno para baixar custos e potenciar mais a formação e a equipa B. Em vez disso compram-se 3o jogadores em ano e meio. Só na equipa B esta época, ainda nem chegou a meio e já foram usados para aí 40 jogadores. Não sei se isto tem alguma coisa a ver com a muito apregoada competência ou não mas para mim tem outro nome, uma calamidade com 3 treinadores em 3 meses. E depois os jogadores é que não dignificam o Sporting.

Quanto ao sistemático regresso ao passado, para tentar justificar tudo e mais alguma coisa – por vezes até o que nunca se fez no passado – no caso e mais uma vez as percentagens dos passes. Já todos sabemos como se tentou contornar a falta de crédito com os direitos económicos, alguns até o que também sempre esteve previsto para a sua recuperação.

E a actual direcção que sempre achou inconcebível promover alguns dos melhores jovens, só com 50% dos direitos, já aplicou também aqui alguma das soluções milagrosas que faziam parte de um pacote mais geral de promessas ou a solução afinal é jogam os “reforços”, com mais direitos? O mesmo com Rojo. A não ser que a ideia seja enganar mais um fundo. A decisão do do TAS está por dias. Era e pelos vistos continua a ser muito mais fácil ser presidente do Sporting no facebook, entre amigos.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo