Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Jorge Coroado, Pedro Henriques e José Leirós apreciam a arbitragem de Pedro Proença e dos seus auxiliares no clássico de domingo, e em termos gerais concordam que houve o erro do auxiliar Tiago Trigo no lance que deu em golo e alguns outros casos discutíveis do foro disciplinar.
 
Em síntese:
 
- A opinião é unânime que André Martins partiu de posição irregular para servir Slimani no lance do golo do Sporting.
 
- Novamente unânimes que no centro de Varela aos 35' não houve falta grande penalidade sobre Jackson.
 
- Pedro Henriques é o único que vê nas repetições que Cédric terá tocado na anca de Jackson aos 44', em que o avançado cabeceou ao lado.
 
- José Leirós entende que o cartão amarelo mostrado  a Adboulaye aos 55' por carregar Carlos Mané foi exagerado, não é justificado na zona do terreno onde a jogada ocorreu.
 
- Jorge Coroado opina que Danilo deveria ter visto o segundo amarelo quando aos 68' fez falta sobre Capel. Pedro Henriques entende que Capel força a queda e José Leirós acha que houve falta mas não para sanção disciplinar.
 
- No pontapé de canto aos 76' em que Jackson cai na área do Sporting, apenas Leirós entende, mas com dúvidas, que um jogador do Sporting terá "subtilmente" rasteirado o avançado portista. No entanto, diz também que as imagens televisivas não esclarecem.
 
- Pela expulsão de Fernando aos 90', apenas Pedro Henriques opina que o médio portista mereceu ser expulso. Os outros dos elementos consideram que a acção não é agressão e, consequentemente, o cartão amarelo era a decisão certa.
 
Com tudo o que se viu do jogo e com o parecer destes três antigos árbitros, a única conclusão possível para tão enorme alarido pelos portistas, é que não gostam de perder, estão a  atravessar uma fase de grande intranquilidade e arragam-se com "unhas e dentes" ao mais pequeno pormenor para tentar minimizar os danos da época. 
 

publicado às 14:12

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 17.03.2014 às 15:41

Rui eles andam doidos, basicamente criticam os sportinguistas por reclamar das arbitragens acabando por fazer o mesmo que nós fizemos a semana passada ... com a agravante de ao contrário de nós eles não têm assim tanta razão de queixa!

Tenho pena de o lLimani não ter marcado com a mão ... aqui é que eles estrebuchavam ... ainda mais :)!

SL,

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.03.2014 às 16:52

Eles não têm, sobretudo, autoridade moral para evocar questões de arbitragem sobre seja o que for, depois de anos e anos a viver à custa do obscuro.
Sem imagem de perfil

De Marcos Cruz a 17.03.2014 às 16:33

Isto é que é, literalmente, um tribunal arbitral... De todos, o único que me merece algum crédito é o Pedro Henriques. O Coroado, que se fartava de errar, fala do alto da burra e chuta para onde está virado - poucas vezes para Norte, diga-se em abono da verdade. Ao contrário do Leirós, para quem o Sul é estrangeiro. Aqui fica a minha opinião de sportinguista: fomos beneficiados. O golo é irregular, o vermelho ao Fernando é um disparate e admito que possa haver dúvidas no lance do Cedric sobre o Jackson, embora eu também não marcasse falta. Ficou-me a sensação de que o Proença se deixou condicionar pelo nosso movimento de protesto. Gostaria de ter ganho de outra maneira. Parabéns ao Rojo, ao Slimani e ao Adrien. Vénias ao William. Nada a dizer ao resto da equipa.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.03.2014 às 16:57

Ninguém disputa a irregularidade do lance que deu no golo. O vermelho ao Fernando é inconsequente e não beneficiou o Sporting. Não vi qualquer outro lance em que haja um benefício claro para o Sporting. O Mangala, salvo erro foi ele, devia ter visto o vermelho quando travou o Mané quando este se ia a isolar.

Além do mais, se o Proença tivesse aplicado o mesmo critério disciplinar no resto do jogo que aplicou ao Adrien aos 10 minutos, o Porto teria tido muito mais dificuldades.
Sem imagem de perfil

De RRAleixo a 17.03.2014 às 17:53

Ainda em relação ao lance do golo basta ir ver as duas imagens que circulam na net de diferentes câmaras para criar dúvidas sobre o fora de jogo que inicialmente também me pareceu só por ai estarem a queixar-se desse lance que deixa duvidas e de um suposto penalti que nem o próprio jogador se queixou é ridículo comparado com as nossas razões de queixa em tantas jornadas anteriores... O presidente vai dar uma conferencia de imprensa agora as 18 não percebo bem o porquê mas a ver vamos.

SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.03.2014 às 19:17

Na minha opinião, o único lance do jogo que é polémico é o do fora de jogo. De desto, é apenas aproveitamento à conveniência.
Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 17.03.2014 às 18:04

FORA-DE-JOGO SIM OU NÃO?
Vejam esta imagem publicada em 'A norte de Alvalade"

http://www.flickr.com/photos/73641118@N04/13216163415

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.03.2014 às 19:11

Caro Pedro,

Eu tirei esta mesmo foto e mais duas do resumo do jogo cujo link está indicado no último post aqui do blogue. Acabei por não as publicar porque entendi que não justificava o trabalho, mas deixa uma ideia muito subjectiva.

Nest foto, como na minha #1, a bola ainda está no pé do Mané. Na #2, ela já está de saída e na #3 já vai a meio caminho. Mesmo na #2, fica a ideia de que André Martins está em linha, não com o defesa mais perto dele mas sim do que está no outro lado do campo, ou seja, na parte mais baixa da foto.

Na minha opinião, não é um fora de jogo tão evidente como os portistas e outros clamam e, a não ser, também não é absolutamente claro.
Sem imagem de perfil

De sloct a 17.03.2014 às 18:20

O maior absurdo é dizer-se que não há motivo para a expulsão do Fernando. Ou seja, o uso dos cotovelos nas costas dum adversário é legal e lícito?
Pelos vistos, para alguns será. Para mim, obviamente, não é.


Imagem de perfil

De Rui Gomes a 17.03.2014 às 19:13

à letra da lei é agressão e cartão vermelho. O que eu penso é que Fernando poderia ter evitado a falta e Proença, com menos rigor, dava-lhe somente o amarelo. Sáo critérios, especialmente considerando que já passava dos 90 minutos.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo