Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




1772664_w1.jpg

A UEFA reafirmou neste domingo que excluirá os clubes de futebol que integrem uma eventual Superliga Europeia, e que tomará “todas as medidas necessárias, a nível judicial e desportivo” para inviabilizar a criação daquilo que descreve como um “projecto cínico”.

A organização disse contar com o apoio das federações de Inglaterra, Espanha e Itália, bem como das ligas de futebol profissional destes três países, para combater a criação da Superliga Europeia, depois de “ter tomado conhecimento que alguns clubes ingleses, espanhóis e italianos poderão estar a planear” o seu desenvolvimento.

Segundo o jornal britânico The Sunday Times, o projecto da Superliga conta com o apoio dos clubes ingleses Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Tottenham, dos espanhóis Atlético de Madrid, Barcelona e Real Madrid, e dos italianos Inter de Milão, Juventus e Milão.

Tal como já foi anunciado pela UEFA e por aqueles seis organismos, informamos que os clubes envolvidos serão impedidos de disputar qualquer outra competição, a nível nacional, europeu e mundial e os seus jogadores não poderão representar as respectivas selecções nacionais”, informou a UEFA, em comunicado.

O organismo regulador do futebol europeu assinalou que unirá esforços com as federações e ligas de três das maiores potências da modalidade para “travar este projecto cínico, que é fundado no egoísmo de alguns clubes, numa altura em que a sociedade precisa mais do que nunca de solidariedade”.

Tomaremos todas as medidas necessárias, a nível judicial e desportivo, para impedir que isso aconteça. O futebol é alicerçado em competições abertas e no mérito desportivo. Não poderá ser de outra forma”, advertiu a UEFA, apelando a “todos os amantes do futebol, adeptos e políticos, para se juntarem nesta luta” contra a criação da Superliga Europeia.

Em Janeiro, a FIFA já tinha avisado, num comunicado conjunto com as confederações do futebol mundial, que impediria de participar em todas as suas competições qualquer clube ou jogador que integrasse uma eventual competição de elite, disputada por convite por alguns dos maiores clubes europeus.

A UEFA deve anunciar muito em breve o novo formato das competições europeias a partir da época 2024, sendo esperado uma alteração no modelo da Liga dos Campeões e um aumento para 36 equipas.

publicado às 13:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


21 comentários

Imagem de perfil

De Mike Portugal a 19.04.2021 às 08:20

Não me parece que esses clubes estejam muito preocupados com o facto de serem excluídos das outras competições, primeiro porque são os mais ricos e segundo porque irão ganhar já muito em patrocínios, de certeza.

Mas se os outros clubes das suas ligas fizerem alguma coisa, aí talvez já possa pensar que eles voltem atrás.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.04.2021 às 16:39

Eu tenho a ideia que tudo isto é uma jogada perante a UEFA e FIFA para extraírem benesses adicionais.

Os muitos milhões que já recebem nunca são suficientes... para eles!
Sem imagem de perfil

De Alcibíades a 19.04.2021 às 09:07

Pode ser que agora a UCL deixe de ser a palhaçada/negócio que é com os mesmos do costume a partilharem as vitórias entre si e a componente desportiva regresse.
Estou completamente de acordo com essa liga à parte que querem fazer. Vão e não voltem.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.04.2021 às 16:39

A resolução não será assim tão simples.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 19.04.2021 às 09:29

Esta competição, totalmente elitista, é contra todos os princípios de desenvolvimento global, solidariedade e equidade que o futebol deve ter.

A Superliga foi ontem à noite anunciada e os 12 "obreiros" têm o desplante de garantirem um lugar permanente, obrigando todos os outros clubes a degladiarem-se por uma das restantes 8 vagas.

Efectivamente era deixá-los sozinhos, correndo com eles, e com os seus atletas, de tudo o que são competições oficiais, mas não será nada fácil, pois têm muitos milhões dos patrocinadores a "forrarem-lhes as costas"!
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 19.04.2021 às 09:48

Lão de Norte,

Acredito que na Premier League eles tenham poder para fazer alguma coisa internamente contra esses clubes, mas nas outras ligas não. Será uma questão de ver qual é o poder que vence.
Imagem de perfil

De Leão do Norte a 19.04.2021 às 10:42

Mike Portugal,

Também penso que os clubes ingleses são os que mais pressão podem sofrer e que piores consequências podem ter.
São os clubes que, do ponto de vista económico, mais têm a perder se forem "afastados" do seu campeonato. Para além disso, a opinião pública britânica, nomeadamente os adeptos, são os que têm manifestado opinião mais desfavorável. Recentemente ouvimos comentadores/ex-jogadores com relevância no futebol britânico a manifestarem-se fortemente contra a Superliga e a favor de sanções pesadas.

Quanto aos restantes países duvido da força para contrariar esta competição. Muitos adeptos até estão a favor.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.04.2021 às 16:46

Na realidade, nem sequer compreendo a razão do Tottenham estar incluído no lote. Podem ter dinheiro, não duvido, mas em termos competitivos são tudo menos galácticos.
Sem imagem de perfil

De Orlando Santos a 19.04.2021 às 10:13

Se querem ir, que vão. E fiquem por lá. Clubes há muitos...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.04.2021 às 16:41

Clubes há de facto muitos, mas os galácticos são poucos.
Sem imagem de perfil

De Orlando Santos a 20.04.2021 às 08:37

Galácticos só se for pelo dinheiro que têm. Desde quando o Manchester City, Totenham, Arsenal são galácticos? Que é que eles já ganharam a nível internacional?
Sem imagem de perfil

De LG a 19.04.2021 às 11:14

Tentativa de americanização do futebol, vem vindos ao mundo do futebol para consumidor, adeus ao modelo do adepto/sócio. É o seguimento lógico depois dos torneios de pré-época "international Champions Cup".
É o caminho final depois da privatização da maior parte dos clubes, os alemães ficam de fora por enquanto, porque o seu futebol tem normas que impede terceiros de controlar os clubes de futebol.
Estes clubes perderão adeptos na Europa, mas o que ganharão no resto do mundo valerá a pena.

Ainda correrá muita tinta, a UEFA e a FIFA tentarão impôr sanções aos dissidentes (a FIFA parece ter menos vontade), os clubes defender-se-ão com o recurso aos tribunais, invocando decerto a violaçao do direito comunitário (embora a Comissão Europeia também já tenha referido estar contra o modelo).


E como em tudo, o dinheiro mandará: haverá jogadores e treinadores dispostos a perder a glória de disputar mundiais, europeus e competições nacionais para participarem nesta competição? Havendo, como suportará a UEFA o mesmo modelo de Champions League, que perderá indubitavelmente interesse comercial?
E os jogadores que estiverem nestes clubes e não quiserem deixar de jogar europeus e mundiais, poderão sair livremente?

Muitas questões ainda, e isto é apenas o início, numa guerra em que as partes estão condenadas a entender-se.
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 19.04.2021 às 11:49

Há ainda outra questão que agora me lembrei.
Os jogadores podem querer recusar-se a jogar na superliga, pois o seu contrato embora seja com o clube, há uma legitimidade do jogador em dizer que tinha a expetativa de jogar numa determinada liga quando assinou. A luta legal disto pode ser grande.
Sem imagem de perfil

De LG a 19.04.2021 às 12:55

Mike, luta só se for do lado dos jogadores, porque os adeptos pouco valerão.
Não por acaso, de atuais jogadores só se tem ouvido o silêncio.

Perderão os "verdadeiros adeptos", os europeus, mas quantos asiáticos e americanos ganharão?
Como isto é um negócio, os consumidores europeus valerão assim tanto no bolo total de receitas que esta competição irá gerar?
Em clubes que já estão há um ano habituados a jogar em estádios vazios?
Só lhes falta anunciar (não duvido que já tenham) quem irá transmitir os jogos: vejamos se não acontecerá a entrada de um dos gigantes, Facebook, Google ou Apple neste negócio.

Sem imagem de perfil

De José Gonçalves a 19.04.2021 às 13:36

Que joguem uns contra outros, o ano inteiro, pois as competições nacionais estão- lhes vedadas!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.04.2021 às 16:42

Por enquanto ainda não...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.04.2021 às 16:47

Este assunto é muito complexo e não vai ser resolvido a curto prazo!
Sem imagem de perfil

De José Silva a 19.04.2021 às 13:28

Sou contra a criação deste superliga que tem apenas o objectivo do lucro; mas também sou contra a distribuição do dinheiro nas competições da UEFA, onde os clubes que vão à CHAMPIONS recebem milhões, e os que vão à liga europa, recebem uma...miséria..!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.04.2021 às 16:44

Há muito que existe uma disparidade abismal entre as suas provas e a UEFA recusa alterar. Provavelmente, porque o valor das transmissões entre as duas é incomparável.
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 19.04.2021 às 14:28

Espero bem que isto não vá para a frente!
É uma loucura ... ideias elitistas!


Beijinhos Rui
Feliz Dia
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.04.2021 às 16:44

Ideias $$$$...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo