Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




19740811_3QhEz.jpeg

Não é missão muito simples preparar um post sobre todas as movimentações da Sporting SAD no mercado, esta segunda-feira. Apresentamos, em síntese, as principais decisões que já foram oficializadas:

SAÍDAS

- Raphinha transferido para o Rennes a troco de 21 milhões de euros.

Thierry Correia transferido para o Valência a troco de 12 milhões de euros.

Diaby cedido até ao final da época ao Besiktas, opção de compra de 5 milhões de euros.

- Leonardo Ruiz cedido até ao final da época ao Varzim.

Jefferson, acordo para a revogação do contrato.

Wallyson, acordo para a revogação do contrato.

*** Acordo entre o Sporting e o Olympiacos, através do qual os gregos vão pagar 7 milhões de euros por Daniel Podence. Bruno Gaspar foi cecido ao Olympiacos em simultâneo com o acordo sobre Podence.

ENTRADAS

Jesé Rodríguez, avançado espanhol que chega a Alvalade por empréstimo do Paris Saint-Germain até ao final da época. No comunicado da SAD, não existe qualquer referência a opção de compra. O Sporting vai assumir menos de metade do salário que o jogador aufere, cerca de 2 milhões de euros brutos.

Yannick Bolasie, avançado/extremo congolês que chega a Alvalade por empréstimo do Everton até ao final da época. No comunicado da SAD não existe qualquer referência a opção de compra. O jogador é destro mas pode actuar nas duas alas.

- Fernando, extremo brasileiro de 20 anos que chega a Alvalade por empréstimo do Shakhtar Donetsk até ao final da temporada. No comunicado da SAD não existe qualquer referência a opção de compra. O jogador será oficialmente apresentado esta terça-feira.

Mesmo reconhecendo que há prós e contras, aceito perfeitamente as vendas de Raphinha e Thierry Correia. Não serão decisões consensuais entre sportinguistas, nomeadamente por serem jogadores ainda jovens, mas não deixa de ser evidente que muito pela não saída de Bruno Fernandes, o Sporting precisava de vender. 

Quanto aos três reforços, não me presto a tecer grande comentário nesta altura. Acho mais justo e prudente esperar para ver as suas contribuições dentro das quatro linhas. Há uma realidade incontornável: o Sporting não tem condições financeiras para adquirir craques conceituados.

Acho que o acordo sobre Podence é adequado, apenas pela incerteza de uma eventual decisão do Tribunal e os anos que levaria para lá chegar. Salvo a rescisão unilateral, será que o jogador seria vendido na altura por uma verba superior?... É possível, mas nunca saberemos.

Mas... e é um grande MAS, se sempre houve treinadores de bancada, agora, pelos vistos, também os há como presidentes e especialistas em contratações. É de esperar, portanto, um vasto leque de opiniões.

Ainda não há nada de concreto (rumores) sobre o futuro de Marcel Keizer ao leme do Sporting. Veremos o que as próximas horas/dias têm para nos oferecer.

O timing até não é mau. Acabei de ler que Scolari foi demitido do comando técnico do Palmeiras, após ter sido derrotado por... Jorge Jesus. 

publicado às 03:47

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


1 comentário

Sem imagem de perfil

De LG a 03.09.2019 às 08:39

Eu, especialista em contratações me confesso. Mas não sabia que o nível de exigência e de conhecimentos para quem comenta estas questões na internet deve ser semelhante aos que mandam no Sporting. Erro meu, não volta a acontecer...


Resumo, um mau mercado, conseguimos tornar o plantel pior do que estava no dia de início da pré-época. Se não havia dinheiro (aos dias pares dizem-nos que não há dinheiro, nos dias ímpares vêm os dirigentes dizer que está tudo controlado) apostava-se no que já se tinha.

A minha questão é que não parece haver um fio condutor na política de contratações da direção, que não seja vender anéis para poupar dedos.

Aspetos negativos:
- Bas Dost, pela não substituição do jogador. Se já se sabia desde maio que queria sair, não percebo como não encontrámos um substituto (nem um Tales veio). Mais, o nosso melhor avançado dos sub23 nem inscrito foi (pelo menos não o vejo nas listas já publicadas). Até pode não ser grande coisa, mas será melhor que o Coates a PDL.

- Rafael Camacho seria um compra dispensável, para quem tem tantas dificuldades financeiras. Idem para Eduardo, ficassem com quem já estava na equipa.

- Navegação à vista. Esta última semana, de desnorte e a tentar vender meia equipa titular, mostra que não há um plano. Tanto se pediram emprestados jogadores com e sem opção de compra, sendo o jogador em que teoricamente essa opção faria mais sentido (Fernando) um jogador sem opção (o alegado direito de preferência vale bola).
A única preocupação foi ficar "vivo". Em janeiro logo se verá, com sorte mudaremos novamente o rumo 180º (ou mesmo 360 graus, mudar para ficar tudo na mesma)
- Completo desprezo da formação. Não percebo as saídas de Matheus, Daniel Bragança, Domingos Duarte (e, em menor nível, Geraldes). NESTE momento, e esquecendo os sub23, temos QUATRO JOGADORES de campo da formação (Ilori, Jovane, Miguel Luis e Camacho). Eis o projeto em pleno do "novo" Sporting.

Aspetos médios:
Raphinha, se não fosse no dia de hoje teria sido uma boa venda
- entradas de Jese, Bolasie e Fernado. Ficam no médio porque é de esperar para ver, mas são 3 contratações de risco, dois porque pouco jogaram nos últimos anos e tiveram lesões graves e foi um "vamos ver se não sacam uma boa época" e o outro porque tem 20 anos.

Aspetos bons
- Thierry, pese embora tenha ido para um clube do carrocel Mendes, o que significará que mais cedo ou mais tarde vai haver dinheiro a circular no sentido inverso.
- diz-nos o Transfermarkt que esta época recebemos 48,15 milhões e gastámos 23,5, o que dá um saldo bem positivo. Na perspetiva da direção, o mercado foi um sucesso retumbante. Somando ao saldo positivo de 50 milhões da época anterior (Podence foi incluído aqui), é mesmo muito dinheiro, somos uns craques de mercado (sim, eu sei, as vendas fazem-se às prestações, e as compras pagamos tudo a pronto?)
.
Resumo final: não vejo planeamento e estratégia nestas duas últimas idas ao mercado. Desvalorização dos próprios jogadores, valorização de terceiros, não percebo que critérios forum usados na construção do plantel. E explicações detalhadas aos sócios? É tudo culpa da "grave situação financeira"...
Esperemos pela descrição detalhada no Jornal ( não sei é se vai sair no Jornal Sporting ou na Cofina)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds