Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um Sporting que acredita

Rui Gomes, em 25.11.21

21312452_L0T3b.pngRúben Amorim já levou este Sporting a fazer várias coisas pouco vistas. Ontem, mais uma. Conseguir o apuramento para os oitavos da Liga dos Campeões a par do Ajax e à custa do Borussia Dortmund. Um feito histórico. E na penúltima jornada. Mesmo que o próprio faça questão de nos lembrar uma noite, também ela brilhante, de Paulo Bento com o Inter, a verdade é que em Alvalade são coisas algo raras. Como o título de campeão conquistado na época passada.

Rúben Amorim é o treinador que fez o Sporting voltar a acreditar. Pela forma como o faz jogar, pela forma como fala, pelos actos que pratica. Não pede centrais: joga com Esgaio. Não diminui jogadores: estimula-os e chama-os à realidade. Não reivindica os feitos todos: dá o devido crédito a quem com ele trabalha. Não se põe ao nível do clube: assume que é um profissional, é solidário com o projecto que lhe apresentaram e assumiu como dele. Ainda não o vimos a perder, mas até à data é quase exemplar.

O Sporting fez um grande jogo. Bateu um Dortmund que mesmo com ausências tem uma equipa de outra dimensão. De Adán a Pote, passando por Coates ou Porro, entre muitos outros, este foi o triunfo de um grupo que dá tudo. E Amorim já avisou para o Tondela. Não perdoa.

Guardei, deliberadamente, este artigo de Bernardo Ribeiro, Director de Record, para fechar um dia de muito debate sobre a última ronda da Liga dos Campeões, ronda esta que permite ao Sporting festejar um feito digno da dimensão histórica do Clube.

publicado às 21:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


3 comentários

Imagem de perfil

De Greenlight a 25.11.2021 às 21:21

Excelente artigo. Destaco a frase sobre Ruben Amorim "Não pede centrais: joga com Esgaio. Não diminui jogadores: estimula-os e chama-os à realidade. Não reivindica os feitos todos: dá o devido crédito a quem com ele trabalha. Não se põe ao nível do clube...." tudo isso se aplica bem ao actual treinador do Sporting, enquanto o contrário se aplica a outros, que nem vale a pena nomear.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 26.11.2021 às 09:08

RA tem uma capacidade fenomenal de liderança, sabe também ser humilde e amigo dos jogadores, protege os seus, sabe deixar mensagens fortes para dentro e sabe comunicar para fora, os jogadores adoram-no e em campo dão tudo porque sabem que RA também dá tudo por eles, é esta simbiose que faz de RA um treinador vencedor, porque sabe passar a mensagem e tem o plantel todo do seu lado.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo