Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

maxresdefault.jpg

 

Gostaria de ter a disponibilidade e a disposição para escrever um artigo com a atenção e a profundidade argumentativa que este sensível assunto merece, mas não vou deixar de tecer algumas considerações que me parecem mais pertinentes.

 

Decerto que ainda ninguém esqueceu o último confronto entre os eternos rivais de Lisboa, a 5 de Março, em que o clube da Luz venceu o Sporting, em Alvalade, por 1-0. Entre o muito que engloba este desafio, o maior ponto de convergência tem sido o lance em que Bryan Ruiz cometeu um falhanço quase inacreditável à boca da baliza encarnada.

 

Este lance, como bem sabemos, impediu o empate que evitaria que o Sporting perdesse a liderança do campeonato, para, tinha o destino, nunca mais a recuperar. A questão fulcral que tem vindo a precipitar debate aceso e a dominar paixões é se de facto o Sporting teria sido campeão com o empate, caso o jogador costa-riquenho não tivesse falhado.

 

Eis o que Bryan Ruiz teve para dizer sobre este dilema:

 

«Não podemos ficar a pensar nas chances que falhámos. Fico com o positivo, é certo que perdemos três pontos importantes ali, mas também os cedemos noutros jogos. O que nos faltou foi ganhar mais um jogo, não empatar. Dois pontos separaram-nos do título, mas não sinto que essa chance tenha sido a responsável pelo nosso falhanço na obtenção do título. Mas é claro que há tristeza, obviamente.

Há umas semanas já tínhamos garantido o segundo lugar. Já tenho uma participação na Liga dos Campeões e agora preparo-me para outra. É triste não termos sido campeões, mas no final é importante aquilo que alcançámos».

 

Creio que a maioria de sportinguistas sente grande apreço por este jogador, pelos seus dotes técnicos, pela sua visão de jogo, pelo seu profissionalismo. Reconhecemos-lhe alguma ineficácia de finalização e também não é o jogador mais veloz do Mundo, no entanto, a sua experiência, e diga-se, inteligência, permitem-lhe contribuir muito mais para o colectivo do que por vezes aparenta.

 

Na minha opinião, é um futebolista alguns graus acima da média, sem ser um fora de série. Na realidade, se fosse veloz e goleador nato, nunca estaria ao alcance do Sporting, reservado que seria para prestar serviços a um dos clubes galácticos do Planeta.

 

Com isto em mente e também em análise às eventuais consequências do polémico lance, não será exagero avançar que o Sporting não teria conseguido realizar o campeonato de registo sem a sua valorosa contribuição. Na época, participou em 46 jogos, 41 como titular, acumulando 3707 minutos de jogo (41,1 jogos) e marcando 13 golos. Na I Liga, regista 34 jogos, 32 dos quais como titular, acumulando 2788 minutos de jogo (30,9 jogos), com 8 golos marcados.

 

Voltando ao lance, não se refuta a importância do empate, caso tivesse sido o resultado final. O ónus de recuperação, e a inerente pressão, colocar-se-ia totalmente sobre o clube da Luz, com consequências imprevisíveis no que à conquista do título diz respeito. Mas também não devemos perder de vista que até este jogo de 5 de Março, já se registava 5 empates, três dos quais caseiros com equipas do "outro" campeonato, e uma derrota; em suma, 13 pontos perdidos. Hipoteticamente, teria sido suficiente evitar apenas um empate, para garantir o titulo.

 

Por fim, qual é a garantia que as coisas decorreriam como agora se sabe, até à 34.ª jornada, caso o empate tivesse sido assegurado ?... Não pretendo minimizar esse resultado e o falhanço de Bryan Ruiz, mas parece-me injusto atribuir a derrota final a um só golo não concretizado.

 

publicado às 09:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


29 comentários

Imagem de perfil

De Drake Wilson a 19.05.2016 às 07:49

Bom dia estimado Rui.
Impressionou-me deveras o coro de manifestações negativas que se assistiu após o jogo – não apenas em comentários no Camarote como em outros órgãos de comunicação –, questionando a qualidade do jogador. Até porque, a dada altura, revelava-se como um dos elementos que melhores prestações oferecia ao colectivo, período em que curiosamente aumentava a contestação a um outro jogador, elevado a craque na recta final do campeonato: Gutierrez.

Com algum humor, o lance do Brian Ruiz obedece a um bizarro padrão de infortúnios que teimam em acompanhar história do Sporting.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.05.2016 às 09:21

É mesmo !
Sem imagem de perfil

De julius coelho a 19.05.2016 às 08:36

O lado negativo de ter falhado um lance em que fez o mais difícil que a uma distancia de 2 mt não acertou numa baliza deserta com 7,32Mt /2,44mt (17,86) m/2, mas tambem o positivo em que Bryan está quase sempre presente nos lances das grandes oportunidades o que também nao é por acaso.

Bryan era dos jogadores da equipa mais sacrificados até esse jogo e já se notava alguma saturação nos seus movimentos , Jorge Jesus raramente lhe deu descanso e era dos jogadores indigitados para uma missão difícil que lhe provocava maior desgaste que junto com João Mario funcionavam como abre latas nos adversários.

Em 10 lances idênticos estou convencido que 9 entrarâo , má fortuna esse não ter entrado que não só nos daría um ponto como tiraría 2 ao adversário , diferença que acabou no final da Liga por ser letal para a nossa equipa.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 19.05.2016 às 12:59

"...Em 10 lances idênticos estou convencido que 9 entrarão..."
Julius, não te estará a escapar nada?
Ainda que não sendo a papel químico, ele falhou um no jogo imediatamente anterior contra o Guimarães de cabeça bem mais perto da baliza e, dois jogos antes, duas oportunidades claríssimas contra o Rio Ave...
E isso só para falar de jogos em que esses falhanços foram decisivos por nos retirarem pontos porque se formos analisar a época toda ele fartou-se de repetir a "graçola" em muitos outros jogos em que, felizmente, o SCP acabaria por sair vencedor.
Essa falta de eficácia inaceitável foi um dos motivos - não tendo como único protagonista o Ruiz - pelos quais, apesar de termos feito um campeonato extraordinário, nos deixámos surpreender pelo sistema "orelhas grandes".
Sem imagem de perfil

De julius coelho a 19.05.2016 às 13:51

Esse lance de cabeça , reveja , á um ligeiro toque de cabeça de um defesa do Guimarens que a desvia ligeiramente e a tira da trajéctória do Bryan que ainda tenta recuar a cabeça mas a bola bate-lhe sem estilo e sofre o efeito de subir por cima da barra.

Sem o tal desvio era golo.

o Rio Ave isolou-se mas o arqueiro foi muito rápido a fazer a mancha nao lhe deu tempo para colocar a bola.

Perdida desastrosa foi a de alvalade que insisto em 10 marca no mínimo 9.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 19.05.2016 às 14:00

Julius, nesse lance de Alvalade a bola também ressalta numa irregularidade do relvado - que felizmente está a ser substituído.
No lance de Guimarães, imagine o que não faria com aquela oportunidade o Mário Jardel.
No lance do Rio Ave, o guardião foi rápido mas nunca para um jogador detentor da tão propalada técnica do Ruia. A ser verdade essa treta a técnica, o Ruiz teria sentado o GR e atirado para o fundo das redes.
Independentemente das razões subjacentes a tais inaceitáveis falhanços, é preciso analisar se vale a pena pagar alguns milhões a um jogador cujos falhanços custaram uns importantíssimos 5 pontos. Porque o que dizem que ele deu ao SCP mais não é do que a sua obrigação e o motivo pleo qual aufere um salários que representa um insulto á maioria dos trabalhadores portugueses que "dão no duro" durante 8 horas por dia para alimentar a família...
Sem imagem de perfil

De julius coelho a 19.05.2016 às 14:28

Bryan como tambem expliquei fez um campeonato forçado e já não é um miudo , a diferença viu-se quando passou a ter uma semana de descanso sem viagens para a Costa Rica e jogos a meio da semana .
Acabou em grande e a conseguir mostrar melhor as suas capacidades porque já não se sentia tão cansado.

Jardel era um cabeceador nato e já contava com desvios da bola , áparte que a sua altura ajudava a maior elasticidade para um cabeceador.

É um facto que Bryan podia ter senatado o arquero do Rui Ave , mas foi num momento da época que ele estava saturado de excessos de minutos nas pernas.

No ligeiro desvio da bola no jogo em Alvalade ele colocou o pé demasiado confiante , devia colocar o pé mais em corte na bola e esta já não subía , quis furar as redes e acabou por furar-nos o título a todos nós.

Todos esses detalhes que referencio fazem tambem diferença.

Sem imagem de perfil

De julius coelho a 19.05.2016 às 14:33

É minha opinião que JJ converse bem com Bryan e que deixe de ir á sua seleção , na proxima época será um ano mais velho e terá mais problemas de recuperação do esforço e estaremos na Champion League.

Bryan para render bem terá que gerir melhor a sua recuperação no proximo ano e evitar de ir á sua seleção poderá ser a solução.

Já deu muito á Costa Rica é hora de dar lugar a outro mais jovem e concentrar-se mais no Sporting.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 19.05.2016 às 15:18

Concordo, Julius!
Sinceramente, se fosse eu a mandar, tentaria coloca-lo no mercado. Mas essa é a minha opinião! Como referi noutro comentário a este mesmo post e repito vezes sem conta, de jogadores que falham está a história do SCP cheia e eu farto!
Ou começamos a implementar uma cultura de exigência que não se coaduna com o falhanço "porque a bola é redonda" ou nunca mais sairemos deste registo vergonhoso de 3 títulos em 35 anos.
Para além disso, estou seriamente magoado com as declarações do jogador a "sacudir a água do capote" alegando que não perdemos o campeonato por causa do(s) falhanço(s) dele! o mínimo que eu esperava era um pedido de desculpas e um desabafo no qual ele se dissesse triste com o sucedido. Esteve mal!
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 19.05.2016 às 18:51

""..... mas tambem o positivo em que Bryan está quase sempre presente nos lances das grandes oportunidades o que também nao é por acaso.""

A sério?!!??... Nem parece de um treinador, mas pronto..Nao digo mais nada!!
Imagem de perfil

De Profeta a 19.05.2016 às 09:37

Se essa bola tivesse entrado, seriamos campeões. De lá para cá o Sporting ganhou todos os jogos. Portanto...

Mas por muito bizarro que possa ter sido, às vezes acontece. São coisas do próprio jogo.

O que eu acho, é que poderíamos refletir sobre a venda do Montero e do afastamento de Carrillo.

Sem eles perdemos 14 pontos, e ficamos a 2 pontos do titulo.

Se existem "duas almofadas", porque se vendeu o Montero que nos tinha dado 8 pontos saindo sempre do banco?

Se o Carrillo tinha contrato, porque não cumpriu até ao fim, tal como o Máxi cumpriu no SLB na época passada? Era o nosso único extremo que dava garantias.

Sai um bocado fora do tema, mas acho que o Bryan é o menos culpado.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.05.2016 às 10:07

Meu caro,

Como é que pode garantir isso ?

Fala agora exclusivamente em função dos subsequentes resultados das duas equipas, mas caso o empate tivesse sido concretizado naquele, mudava por completo o pensar do resto da época de ambas, e é possível que não tivesse decorrido exactamente do mesmo modo.

P.S. Se insistir com os "off-topics" eu apagarei os comentários.
Sem imagem de perfil

De Peyroteo a 19.05.2016 às 09:46

Nem que tivesse falhado um penalty que daria o título nos descontos do último jogo do campeonato, eu culparia o Ruiz pela não obtenção do título. Ele é culpado sim, mas pelo bom futebol que a equipa apresentou ao longo da temporada. Um jogador sempre disponível, de grande classe, e atenção. Marcou 13 golos mas também fez 14 assistências. Foi o nosso jogador com mais assistências.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 19.05.2016 às 10:36

2691 minutos (4º + utilizado)
🔸 62 passes para ocasião ...
Eu nao "entendo" o que eles querem dizer com isto !!! No entanto, quase.. dois passes de ocasiao de perigo, por jogo. Será isto suficiente, tendo en conta que dois tercos das equipas portuguesas na Liga sao más, péssimas??
🔸 12 assistências
1 assistencia a cada 3 jogos (Bom mas, umas 4 assistencias foram já nos ultimos 3 jogos)
🔸 60 remates (45% enquadrados)
Quase.. 2 remates por jogo, sendo que mais de metade das vezes, nao acertava sequer na baliza LOOOLL !!..
🔸 8 golos
O Rui já explicou mas, ......
🔸 52 dribles (55% sucesso)
Quer dizer, metade das vezes punha o Sporting em desvantagem por perda de bola.... (Nada mau :))) Quantos videos eu já vi que mostram o rapaz a fazer um bom drible mas, só o drible..(nao o que passa no seguimento do mesmo) e depois entregar a bola mal(mais umas quantas perdas de bola. (Perder a bola , significa uma possível ocasiao para o adversário, claro está)

Ainda nao encontrei a quantidade de passes certos/ errados mas, eu atrevo-me a dizer que nao chega aos 70% (Péssimo)
Falta também os duelos ganhos/perdidos ..Eu digo que nao chega aos 50%(mau)
Detesto ver-lo quando ele vai a luta por a posse de bola e vai no faz de conta(alibi). Como se estivesse a jogar ao meinho, antes dos treino !!
Nao é dinamico. Nao é robusto para o seu 1,88 cm(nos cantos ou faltas perto da nossa área, é um perigo..nao ganha uma)

Eu nao acho que ele sejam bom para o Sporting....minha opiniao !!
Voces viram aquele livre contra o Braga?? LOOOOOLL !! Até os suplentes desesperaram LOOOOLL !!

Do Fulham da segunda divisao, nao titular.. para o meu querido enorme Sporting, titularíssimo !! :(((

Nota: Se o William Carvalho falha-se tanto passe era uma super besta ou pior !!
Acabou a época grandiosamente e o reconhecimento....
Assim somos os adeptos....

Até logo por a noitinha.. aviso porque sei o que vem aí e nao posso responder



fonte: GoalPoint / Opta
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 19.05.2016 às 10:39

Antes de sair

Sim, nao podemos cruxificar o rapaz por o golo falhado, especialmente nesse jogo. Doi muito mas, isso pode passar a qualquer um !!...É a bola :))
Sem imagem de perfil

De Implacável a 19.05.2016 às 13:02

É por conta dessa mentalidade que uns têm 35 campeonatos ganhos, outros 27 e nós apenas 18!
É por causa da bola ser redonda...
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 19.05.2016 às 18:56

O Implacavél .......Bruce Lee ??!!

Leu o meu anterior comentário?? Entendeu-o ?? OK...
Sem imagem de perfil

De PSousa a 19.05.2016 às 11:18

Nunca mas nunca se poderá perder um campeonato por um só lance!
Quantos golos se falharam? Quantos seriam importantes terem entrado?
Lembram-se do jogo contra o União da Madeira? Onde se falhou, perdão, o GR defendeu ... vários lances de golo! E em Guimarães? Mesmo com um lance falhado pelo mesmo jogador a exibição que o GR deles fez??? O futebol é isto, Aboubakar fez o mesmo no Estoril, ou pior...!
Este jogador é GRANDE e ainda nos vai dar muitas alegrias...
Se tivesse marcado...
Se o nosso GR tivesse defendido...
Se JJ tivesse mexido mais cedo na equipa...
Se BdC, contra o Tondela tivesse entrado em campo e se fingisse lesionado, não havia 2º golo...
Se e mais SES...
Ainda bem que o futebol é assim, faz-nos viver!
Sem imagem de perfil

De Implacável a 19.05.2016 às 12:51

Fala-se em penalties, lembramo-nos de Panenka. Fala-se da conquista da Taça das Taças e lembramo-nos do cantinho do Morais. Fala-se no Europeu de 1988 e lembramo-nos de um golo impossível de Van Basten, fala-se na final de Viena da Taça dos clube campeões europeus e lembramo-nos do calcanhar de Madjer etc.
De quem falha nunca nos lembramos! E até pode ter a melhor técnica do mundo. Quem falha perde a oportunidade de ficar na história.
Enveredar pela habitual conversa perdedora de (apenas) algum (e, felizmente, cada vez menor) universo Sportinguista para ilibar os falhanços INACEITÁVEIS de Bryan Ruiz com a desculpa hilariante de que é dotado de uma técnica extraordinária, é tentar branquear uma realidade demasiado cruel para as hostes Sportinguistas. Ruiz não falhou apenas aquela aberração contra o benfica, já havia brindado a Família Sportinguista com semelhante façanha nos jogos anteriores contra Rio Ave e Guimarães - com o Boavista de permeio no qual marcou um golo de livre porque tabelou na cabeça de um jogador axadrezado.
Quando vi o falhanço dele contra o benfica, numa sala com mais de 200 Sportinguistas, e minha reacção imediata foi gritar "outra vez este gajo?!", e toda a gente concordou...
Não deveria acontecer a quem custa alguns milhões aos cofres do SCP mas, como sempre alguém diz, a bola é redonda!
Nunca mais simpatizei com o jogador a partir desse momento e, por mim, não ficaria no SCP porque de perdulários está a história do SCP cheia e eu farto!
Mas o que me magoa mais é este discurso de quem "sacode a água do capote" desculpabilizando-se das atrocidades cometidas. O que deita por terra a tese do cavalheirismo do atleta. No mínimo, esperava um pedido de desculpas a uma massa adepta que lhe devotou uma dedicação e fidelidade assinaláveis.
Bryan Ruiz falhou no campo e fora dele!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.05.2016 às 13:01

Creio que é tempo do caro "Implacável" reconhecer que a sua palavra não é lei, mas sim uma mera opinião.

A sua visão das coisas nem sempre coincidirá com a de outros e o caso de Bryan Ruiz é exemplar. As múltiplas analogias que cita pecam por extremar pelo incomparável.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 19.05.2016 às 13:07

Este não é um espaço para as pessoas expressarem a sua opinião?
Se o não é, apresento o meu pedido de desculpa e não mais voltarei.
Ou só algumas "opiniões" são consideradas?
Esta é a MINHA opinião sobre o assunto e sobre quem pensa de modo contrário!
Ou também não posso expressar a minha opinião sobre quem pensa de modo contrário e, neste caso concreto, as suas consequências nefastas para o pecúlio desportivo do meu clube?!
Também tenho que ler barbaridades com mais ou menos pertinência sobre órgãos democraticamente eleitos do meu clube, debato-os se intender ser o caso e aceito-os.
Veja lá, se incomodo assim tanto, "amigo não empata amigo"...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.05.2016 às 13:10

A mim não me incomoda. Sublinhei a condição porque o caro já referiu este lance do Ruiz 20+ vezes em comentário.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 19.05.2016 às 13:27

Um amigo meu - bem mais assíduo aos jogos do que eu pois comprou a gamebox - disse-me na 2ª Feira a seguir ao jogo "vamos andar a vida toda com esse lance na cabeça"!
Eu apenas sou uma das incontáveis provas de que ele tem razão...
Todos Sportinguistas, sem excepção, com quem vou privando se revêm nessa profecia! Também a eles os lances falhados por Ruiz em 3 jogos absolutamente decisivos lhes martela insistentemente na memória.
Por todos nós, o mínimo era um pedido de desculpa e um desabafo - nem que fosse hipócrita - no qual confessasse tristeza pelo sucedido...
Sem imagem de perfil

De peyroteo a 19.05.2016 às 14:59

Um pedido de desculpas?!! Que alucinado!
Sem imagem de perfil

De Implacável a 19.05.2016 às 15:24

Sr. Peyroteo, por algum acaso tem o privilégio de me conhecer de algum lugar?
Então tenha a educação de me tratar com respeito. A quem pensa estar a dirigir-se?
Não sou nenhum membro da sua família! Se algum deles é "alucinado", o que lhe confere familiaridade com o termo, lamento, mas é algo que não deve utilizar para com terceiros!
No meu trabalho, quando falho, sou chamado a justificar-me e apresento o meu pedido de desculpas e a garantia de que tudo farei para evitar que tal se repita.
Se a sua vida, profissional e outras componentes da mesma, é uma bandalheira onde tudo anda ao sabor da casualidade, é problema seu.
Na minha há regras e quando falho, sou responsabilizado.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.05.2016 às 17:03

Curioso que não tenha feito esta exigência ao "Teo", que andou 90% da época a "ver navios".

Mas, claro, porquê exigir seja o que for àqueles que já se sabe antemão que nada têm para oferecer.
Sem imagem de perfil

De Implacável a 19.05.2016 às 23:42

Ainda que tenha sido aos trambolhões, Teo Gutierrez marcou - a FPF assim o atribuiu - o golo que nos deu o único troféu esta temporada.
Teo constará eternamente na história da época 2015/2016, Bryan Ruiz apenas como um amargo de boca na família Sportinguista enquanto nos lembrarmos...
Sem imagem de perfil

De Ricardo Rodrigues a 19.05.2016 às 12:53

Boas,

desta feita concordo com o autor do post e na minha opinião só "comentadores de tasca" poderiam dizer que a perca do campeonato é culpa de uma única falha... Um campeonato são mais de 30 jogos, mesmo culpar um só jogo é na minha opinião, redutor...
Se assim não fosse, como se explica que o SLB com 3 péssimos jogos em 4 viesse a ser campeão?
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 19.05.2016 às 18:54

SMCM..""..1.º Se compararem o rendimento do Nani com o Bryan Ruiz quase que aposto que o Bryan produziu mais. ""

City Lion.. ""SMCM, Nani e Bryan estarão ela por ela""

Agora é que eu me calo de vez !!

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo