Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Uma decisão justa ?

Rui Gomes, em 03.02.14
 

 

A falta cometida por William Carvalho sobre Djavan que terá potencialmente travado um contra-ataque da Académica, aos 90+2', foi merecedora do cartão amarelo que lhe foi atribuído por Paulo Baptista ?

 

publicado às 04:40

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


27 comentários

Sem imagem de perfil

De L a 03.02.2014 às 14:09


A resposta está no post, ao não permitir a transição rápida com o que se convencionou apelidar de falta inteligente, mais ou menos atabalhoada porque até o William sabia que estava à bica.

A questão da gestão dos cartões faz todo o sentido numa gestão de objectivos mais ambiciosa, naturalmente com mais opções que 13 ou 14 jogadores, tanto como é absolutamente contra natura na estratégia e nos objectivos anunciados desde o início, o jogo a jogo. Nesta estratégia o pior que podia acontecer era entrarmos já com a cabeça no derby – com muito respeito mas como muitos por aqui - porque segundo a própria definição da estratégia os jogos valem todos o mesmo. O próprio treinador explicou que não valia de nada ganhar 3 pts amanhã se não vencermos 3 pts hoje.

E é sob este ponto que se explica muito desta época do Sporting até aqui, sem sombra de dúvida a equipa revelação e se levarmos em linha de conta os orçamentos, sem sombra de dúvida a melhor equipa até aqui. Com a estratégia agora preconizada por muitos que ainda há pouco tempo nem nos melhores sonhos acreditariam que terminaríamos a 1ª volta no topo da tabela, porventura não chegávamos aqui com metade dos pontos. Por isto é que eu já defendi aqui que à frente do excelente trabalho a maior dívida de gratidão que temos todos com Leonardo Jardim prende-se com o facto de ter sido o 1º a acreditar, caso contrário nada disto que já foi alcançado tinha sido possível.

É completamente diferente permitir que a equipa cresça jogo a jogo e sem a pressão da luta do título do que depois de o assumir, são campeonatos completamente distintos e onde nem a tempestade mais que perfeita do caro City Lion nos vai valer. E esta também é a principal razão porque e apesar de todas as debilidades - mas também já saímos de 2 provas - muita gente não concordou com a alteração da estratégia implícita na ida ao mercado. Para além de não se dever mexer no que estava a correr tão bem o que já se ouve no balneário é que se fomos suficientemente bons para trazer o Sporting até aqui... Uma incoerência tremenda e sobretudo o mesmo erro que o próprio treinador ainda há pouco tempo apontava ao Sporting das últimas épocas.

Ainda agora com a Académica fizemos tanto como em alguns jogos que ganhámos por 3 ou mais, também com o Belém em casa até entramos menos bem e tudo, a diferença é que desta vez não entrou a 1ª bola mas também não foi por falta de oportunidades. A equipa produziu mais do que suficiente para ganhar. O que se aponta ao treinador hoje mais uma vez é característico só da cabeça de adeptos de clube grande, até inconscientemente pensamos sempre que basta a camisola, vamos esperar que só a quente. Foi o mesmo esquema táctico que o treinador escolheu, porque é sobretudo o que mantém a equipa mais equilibrada e que trabalha todos os dias que nos trouxe até aqui. Nem este cartão amarelo saia do bolso do árbitro com o André Martins ainda em campo. A maior diferença entre um treinador e um treinador de bancada é que nós só tendemos a pensar na melhor forma de chegar ao golo e o Jardim até avisou para o maior perigo da Académica, as transições rápidas e cada vez que saímos da nossa zona de conforto, o 4x3x3, corremos mais riscos. Mais uma vez o caro Rui Gomes que me perdoe, é verdade que Jardim também podia antes ter abdicado de um extremo e depois quem é que metia as bolas na cabeça do Slimani, dava mais largura para abrir a defesa da Académica e isto só pensando no nosso processo ofensivo. Aliás também já falámos aqui dos jogadores que possibilitaram a Jesus jogar e ser campeão em 4x1x3x2.

E nem vale a pena estar a perder tempo com outra coisa, as comparações ridículas que já para aí andam com o valor das contratações feitas no mercado de Inverno de 99. A classe de um profissional é a única coisa que qualquer grupo reconhece logo e que não é manifestamente o caso desta vez.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo