Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

ng3871C09A-F0C0-4B9D-B99B-F4773AE8473F.jpg

 

Como acontece frequentemente quando vejo a Selecção Nacional jogar, fico a pensar no que eu não terei percebido e, mais vezes do que não, as dúvidas superam as certezas.

 

Já constavam alguns rumores sobre a constituição do onze inicial, mas Fernando Santos acabou por surpreender ainda mais do que se esperava. Uma equipa repleta de veteranos, salvo erro Rui Patrício e Fábio Coentrão, aos 27 anos, terão sido os jogadores menos idosos em campo, e para sublinhar esta disposição temos o golo marcado por Ricardo Carvalho, histórico pela idade do defesa central do Mónaco: 36 anos, que até se lesionou a celebrar o feito.

 

ng3C035A9C-66A1-417F-9828-AB75D2973EDF.jpg

 

Não esperava e muito embora tenha acabado por compreender a ideia (?), não posso aceitar William Carvalho no banco e, ainda pior, durante 85 minutos. Não compreendi o papel de Danny - para mim completamente inconsequente - durante esses mesmos 85 minutos. Tiago esteve melhor mas não compensa William na posição "6" e apesar de Fábio Coentrão ter feito um bom jogo, devia ter alinhado na sua posição mais natural, relegando Eliseu para o banco.

 

A equipa das quinas até começou muito bem, marcou o tão desejado golo madrugador, mas foi progressivamente reduzindo o ritmo do jogo, permitindo à Sérvia jogar em linhas baixas à espera do erro ou de uma jogada de transição mais feliz. Em duas reais oportunidades que criaram, marcaram um golo, por Matic, que até me pareceu estar em fora de jogo.

 

No final das contas, uma vitória importante que deu os três pontos que permitem a Portugal assumir a liderança do grupo.

 

*** Enorme apoio à equipa portuguesa no Estádio da Luz: se não percebi mal, 58,430 espectadores.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De L a 29.03.2015 às 22:40

A renovação segue já na Arménia! Se o Simão tem arranjado clube a tempo… A renovação ou algo ainda mais extraordinário, como algum de muletas no onze inicial. Já faltou mais. Nunca nos podemos esquecer que foi o Fernando Santos que implementou a formação na Grécia e vamos de certeza chegar a França muito mais próximos daquele futebol fantástico da Grécia no Brasil.

Já os sérvios transportam mesmo o coração da ex- Jugoslávia, também não há modo de conseguirem meter metade do talento em campo. E quando parecia que ia finalmente acontecer não se desmoronou só a selecção mas a nação.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.03.2015 às 23:40

Deve ser essa a ideia caro L :)

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo