Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Uma palavra final sobre Eric Dier

Rui Gomes, em 25.05.14
 

 

Uma vez que andamos a trocar impressões sobre certas incertezas em relação a activos do Sporting e apenas para arrematar o recém-debate sobre o jovem defesa inglês, aproveito o ensejo para relatar, em síntese e parcialmente, informação que me chegou ontem directamente às mãos.

 

Em conversa casual com quem conhece o jogador melhor do que ninguém e que há anos lida com ele como poucos, esta apreciação merece profunda reflexão:

 

«A questão é meramente contratual. O Eric Dier não é somente um bom jogador, é um grande jogador.»

 

Assente neste parecer por quem de direito e sem evocar demais detalhes, não deixo de questionar o grau de dificuldade em assegurar a desejada renovação. Está em causa um grande talento formado na Academia Sporting desde criança, que já afirmou, em mais do que uma ocasião, que deseja permanecer no Clube. Será que está a exigir milhões ?... Duvido muito, assim como não acredito que esta renovação seja possível sem alguma flexibilidade por parte da SAD, reconhecendo que não se pode lidar com todos pelos mesmos critérios. Cada caso é individual e corresponde a um leque de circunstâncias bem diferentes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:26

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


38 comentários

Sem imagem de perfil

De Leão da estrela a 25.05.2014 às 18:59

Não conheço os contornos do processo de Dier. Espero que ele fique por muitos e bons anos no Sporting pois acho que tem um enorme potencial.

Espero que ele fique e que por isso, não seja preciso BC falar sobre este caso.
Mas, caso ele saia, espero que não seja algo como o processo Elias. Porque falo do processo Elias?
Porque BC durante o referido processo disse que se ria muito sobre as notícias que vinham a público e que quando o processo estivesse terminado as pessoas perceberiam o que se passou.
O processo terminou com a transferência de Elias para o Brasil mas, eu continuo sem perceber o que se passou em todo o processo. Como Sportinguista, gostaria de perceber o que se passou, nomeadamente nos meses que esteve em Lisboa, a receber umas dezenas largas de milhares de euros por mês e, qual foi o lucro para o Sporting desse braço de ferro de 4 meses. Ganhámos algo com isso? Não estou a dizer que não ganhámos mas, para mim não é claro o que se passou com esse activo do Sporting (e não está minimamente em causa que foi uma má contratação quando analisada a relação preço/qualidade)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 25.05.2014 às 19:20

Sobre o Elias, apenas temos conhecimento do que foi divulgado pelo Sporting e salvo a questão surgir em um Relatório e Contas ou por uma outra fonte credível, duvido que se venha a saber mais.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 25.05.2014 às 20:47

«O processo terminou com a transferência de Elias para o Brasil mas, eu continuo sem perceber o que se passou em todo o processo. Como Sportinguista, gostaria de perceber o que se passou, nomeadamente nos meses que esteve em Lisboa, a receber umas dezenas largas de milhares de euros por mês e, qual foi o lucro para o Sporting desse braço de ferro de 4 meses.»

http://camaroteleonino.blogs.sapo.pt/comunicado-do-sporting-a-cmvm-sobre-815868
Sem imagem de perfil

De sergiom a 25.05.2014 às 19:13

"Cada caso é individual e corresponde a um leque de circunstâncias bem diferentes."
E nada mais há a dizer.

É óbvio que esta questão dos tectos salariais é uma falsa questão. Cada um vale o que vale.

Suponhamos a seguinte questão, gastar 100 mil euros em dois jogadores. Ou seguimos a equação 2 jogadores com vencimento de 50 mil cada um ou 2 jogadores 1 com vencimento de 70 mil e outro com 30 mil porque não merece mais do que isso (até prova em contrário).
Sem imagem de perfil

De Gonçalo Catarino a 25.05.2014 às 19:18

Quanto é que o Eric pede para renovar? Quanto é que o Sporting lhe oferece?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 25.05.2014 às 19:21

Indiferente se tenho conhecimento ou não, essa pergunta deve ser dirigida à Sporting SAD.
Sem imagem de perfil

De Gonçalo Catarino a 25.05.2014 às 19:27

Certo, mas tendo por base de comparação outros jogadores, que valor consideraria justo?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 25.05.2014 às 20:34

Para isso, teria de saber também a situação desses outros jogadores. No entanto, creio que os 10 mil euros/mês do William e isso ou menos que a maioria dos que assinaram até à data, não é suficiente. Claro, também é uma questão reagir ao que o jogador estará a exigir, mas tudo parte de uma base negocial.

Posso adintar o que já escrevi há muito, nomeadamente que o Sporting, com uma política inflexível e que não acomoda as diferentes circunstâncias de jogadores, caso por caso, irá sempre ter enorme dificuldade em garantir aqueles jogadores que mostram talento e promessa acima da média e que já têm um pé na montra.
Sem imagem de perfil

De Lourenço a 26.05.2014 às 00:01

devo depreender, desse comentario, que o o eric (de quem sou fã, que acho PODE ser um central Top5 na proxima decada) deve ganhar o mesmo que o melhor jogador do SCP 2013/2014?
porquê? porque tem potencial?

e porque razão, caso este caso corra mal para o SCP (perder o jogador), a culpa é da SportingSAD?

este menino que tantas vezes falou como gostamos de ouvir, pode estar a esticar a corda.

e se a contrapartida para a renovação não é dinheiro?
e se o que o menino eric exige é a titularidade? a qual eu acho que merece.
Mas se a exigencia não é dinheiro, é a garantia de ser titular? o rapaz é esperto, sabe bem que melhor do que sair agora é sair dentro de um \dois anos como titular.

podemos ceder a essa "chantagem"?
mais uma vez, para mim é titular de caras mas titularidade garantida é subverter a logica

e eu sei, de fonte segura, que a exigencia do king eric é essa, a titularidade. se não prefere sair
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.05.2014 às 00:03

ok
peço desculpa, pelo que li em baixo, já percebi que o vencimento deve estar de acordo com o mérito demonstrado em campo, não em potencial.
Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 25.05.2014 às 20:20

Se é verdade que BdC pretende descer o tecto salarial para a fasquia dos 400 mil euros anuais líquidos por jogador, a qualidade do plantel forçosamente vai diminuir.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 25.05.2014 às 20:43

Não posso comentar, porque desconheço essa sua intenção. Tectos salariais resultam teoricamente, mas sendo baixos, não acomodam todos os variáveis.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 26.05.2014 às 21:35

Num plantel profissional com 25 jogadores, isso só dá 10 milhões de euros. Tendo em conta que há VMOCs para pagar em 2025, a Sporting SAD vai ter mesmo de fazer muitos e bons lucros em todas as temporadas...
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 25.05.2014 às 20:24

Concordo por principio com o que diz, mas qualquer apreciação mais cuidada só pode ser feita com conhecimento dos valores em causa

E a acreditar na noticias que vão saindo na CS, veja-se por exemplo o caso de William, que assinou um contrato baixo por 5 anos, com uma clausula de rescisão de 45€ e vai ser-lhe proposto um contrato melhor - ou seja não é por ter uma clausula elevada ou um contrato comprido que se deixa de valorizar o que o jogador fez durante este ano.

Penso que é uma mensagem muito positiva que é passada para todos os jogadores, principalmente os jovens e Eric Dier em particular também.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 25.05.2014 às 20:40

Como já disse e repito, cada caso é individual e deve ser avaliado pelo seu próprio mérito. Não se deve estabelecer um critério inflexível, aplicável a todos do mesmo modo, até porque o desporto profissional não funciona assim, em qualquer parte do Mundo.

O Eric Dier, em boa fé, já assinou um contrato por 4 anos com valores baixos, como ele próprio admitiu. Agora pretendem que repita o processo, nos mesmos modos, por mais X número de anos. Acha justo ?... Eu não acho.

Essa da mensagem resulta teoricamente, pelo menos com aqueles que ainda não têm montra e temem não renovar.
Sem imagem de perfil

De phanatik a 25.05.2014 às 23:27

Quer renovar quer,não quer vai embora,vai para o Porto k aposta em jovens..,isto minha opinião é assim,os jogadores tenham ou não ja demostrado algo tem k mostrar compromisso com quem os formou,o Sporting já investiu muito no dier e o dier ainda não deu nada ao Sporting,se quer assina e faz uma época brilhante como a do William e depois revesse o ordenado. o k vai acontecer aos jovens k se acham craques a sair da academia e fazerem exigências vao para o Porto ou para onde for e nunca mais se ouvem falar...o € não é tudo,no Sporting tem k saber k se demostrarem compromisso vão jogar e poder evoluir e se sairem já não será assim...
Sem imagem de perfil

De Lourenço a 26.05.2014 às 00:05

por muito que goste do eric e me tivesse emocionado a entrevista ao canal ingles, tenho de concordar em absoluto com este comentario
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 26.05.2014 às 00:26

Respondo-lhe aqui ao seu prévio comentário. Garanto-lhe, desde já, que a sua "fonte segura" está muito mal informada. Essa da suposta exigência de titularidade é um mito que circula à conveniência que se relaciona com o facto do pai do jogador ter dito que o filho quer jogar.

Exigir a oportunidade para poder conquistar a titularidade é muito diferente do que exigir a mesma, sem mais nem menos. Não falei com o pai, mas creio que compreendo onde pretende chegar. Na época passada, pela aposta absoluta de LJ em Maurício, a oportunidade à titularidade nunca seria dada ao Eric , indiferente do que ele demonstrava em campo. Salvo no início, lembro-me do jogo com o Rio Ave em que ele, e muitos outros, não esteve bem, fez boas exibições nas ausências de um dos outros centrais, mas mal o outro regressava, o Eric ia para o banco. A exemplo específico, dou-lhe o jogo da vitória, por 1-0, sobre o FC Porto.

O comentário do Phanatik não faz sentido algum. O Dier ainda não deu nada ao Sporting"... um jogador "dá" através das suas prestações em campo e por via de uma eventual transferência onde o clube encaixa milhões.

Passa sempre despercebido que o jogador já assinou um primeiro contrato por um período de 4 anos por valores irrisórios. Deve continuar assim até o Sporting entender ?... Se fosse seu filho ou irmão concordava ?

Sem imagem de perfil

De phanatik a 26.05.2014 às 23:38

Lembra-se do fabio pain?viu no k deu contratos milionários em miúdos com pouca cabeça...
Sem imagem de perfil

De Petinga a 26.05.2014 às 06:01

Mais um caso com duas análises possíveis. Uns dizem que a SAD tem parametros e tectos salariais limite que nao deve ultrapassar e suspeitam que Dier anda a pedir valores incomportáveis. Outros consideram que a SAD nao pode ser inflexível e que Dier já mostrou que merece mais do que os outros.
Nem uns nem outros revelam (ou sabem?) (a) de que valores estamos a falar ou, no mínimo, (b) qual o rácio entre os valores em causa e o salário actualmente auferido por jogadores titulares como William Carvalho, André Martins ou Cédric. Sem saber isso é muito complicado fazer juízos de valor.

E nao, nao é a SAD que tem que revelar publicamente esses montantes: é a última coisa que deveria fazer!

Deixo apenas uma pergunta para reflexao de quem acha que o Dier deveria ser tratado como um caso especial: já alguém pensou como se poderia sentir o William Carvalho, que mesmo depois de revisao contratual nao auferirá talvez sequer 50% do que ganha o Adrien, que vai estar no Mundial do Brasil e que numa só temporada se evidenciou mais do que aquele seu colega em 3 ou 4 épocas de primeira divisao? Concordo que cada caso é um caso, mas para quem gere um grupo de pessoas jovens (e eu sou chefe e entidade patronal de 20 pessoas com menos de 30 anos, num ambiente nao muito distante do de uma equipa de futebol) a pior coisa que pode acontecer é a sensacao de que "uns sao filhos e outros sao enteados".
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 26.05.2014 às 10:44

O desporto profissional não é equiparável a qualquer outra indústria e é a norma existir diferenças salariais num grupo.

Ninguém insiste em que Eric Dier seja tratado como um caso especial, e a comparação com o William só serve de exemplo, pelo negativo. Reitero que cada caso é individual e a realidade nua e crua é que o Sporting sujeita-se a perder os talentos mais promissores se insistir em aplicar critérios iguais para todos.

Está à vista para quem quiser compreender que os únicos que assinam contratos de longo prazo com salários ao baixo nível que a SAD anda a apresentar, são os que ainda não se revelaram acima da média, não têm um pé na montra (mercado) e estão inseguros, por temer as consequências de recusar.

A lista dos que sairam está a aumentar e vai continuar a receber nomes.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 26.05.2014 às 12:33

"O desporto profissional não é equiparável a qualquer outra indústria e é a norma existir diferenças salariais num grupo."

Nao é normal, em qualquer indústria ou grupo, que um indivíduo com o rendimento e "produtividade" de William nao possa aproximar-se (pelo menos a 80%!) do salário de um indivíduo com o rendimento de Adrien.

Sem entrar pelo seu tom catastrofista: o caso de Dier é um dos que a actual direccao ainda tem para resolver, herdados do passado recente. Um outro chama-se Adrien. Outro será Capel. Dier é diferente dos demais por ainda estar em plena fase de evolucao.
No caso do primeiro, o Sporting tem este defeso a decisao crucial: venda ou renovacao por montantes razoáveis (sejam eles qual forem). Mais uma vez ninguém sabe quanto está na mesa e o Rui assume que, por o jogador nao ter ainda renovado, a culpa está inteirinha no lado do clube. Lamento mas parece-me que em caso de nao renovacao se avancará para uma venda (e provável, consequente desaparecimento do jogador da cena internacional).
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 26.05.2014 às 12:54

"Herdado do passado recente" ???

Ele assinou por 4 anos, contrato que é ainda válido até 2016. Por quantos anos é que ele deveria ter assinado ?... Dez anos ?

Pois... uma vez que o Bruno faz tudo com absoluta perfeição, é inimaginável que algum culpa seja da Direcção. !??

O contrato do William deve ser regoniciado de acordo com o valor actual do jogador. Eu até acho piada estas cláusulas de 45 e 60 milhões, com jovens a receber 10, 15, 20 mil por mês. O próprio salário desvaloriza-os.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 26.05.2014 às 14:06

Escusa de se excitar por tao pouco... todos os jovens que teem sido aposta parecem ter contrato até 2018. O contrato de Dier já deveria ter sido renovado pela anterior direccao... esta falhou por ainda nao o ter conseguido fazer. É um problema que herdou, sim, mas que ainda nao conseguiu resolver apesar de já ter tido tempo para tal.

"O contrato do William deve ser regoniciado de acordo com o valor actual do jogador. Eu até acho piada estas cláusulas de 45 e 60 milhões, com jovens a receber 10, 15, 20 mil por mês. O próprio salário desvaloriza-os."

Mas nao é isso que tem sido muito aventado (revisao contratual para William)? Aí penso que estamos todos de acordo: o salário inicial era menos elevado, mas havendo demonstracao de qualidade pelo menos tenta-se uma "recompensa". Pode nao ser grande coisa, mas sempre é melhor que nada...
E nao fosse a cláusula de 45 milhoes por William e nao tenha dúvidas que já nao estava no Sporting...
Sem imagem de perfil

De Petinga a 26.05.2014 às 14:07

PS: quando escrevo "esta falhou" refiro-me à actual Direccao, que efectivamente desde q tomou posse ainda nao conseguiu renovar contrato com o jogador. Mas como eu digo sempre "amen" a tudo...
Sem imagem de perfil

De L a 26.05.2014 às 14:22


Também falhou com o Cédric? Esta direcção não renova com ninguém com mercado porque não tem dinheiro para isso, tão simples como isso. E porquê insistir também noutra falácia como o Bruma que já tinha a renovação toda mais que acordada? Não é pelo Sporting de certeza.

Se antes deixámos de ter dinheiro para grandes nomes fora da Champions agora nem na Champions seguramos os putos melhores.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 26.05.2014 às 14:47

"Também falhou com o Cédric? Esta direcção não renova com ninguém com mercado porque não tem dinheiro para isso, tão simples como isso. E porquê insistir também noutra falácia como o Bruma que já tinha a renovação toda mais que acordada? Não é pelo Sporting de certeza."

Se a "Direccao" nao tem dinheiro para isso, se calhar é porque o Sporting nao tem dinheiro para isso... vamos voltar à discussao sobre viver acima das possibilidades?
Sem imagem de perfil

De L a 26.05.2014 às 15:15


As possibilidades de quem? Antes ou depois da campanha?
Sem imagem de perfil

De L versão 1.1 a 26.05.2014 às 14:49

Depreendo que o L estaria tão de acordo com os valores que Bruma queria receber que, de tão feliz com isso, os pagaria. Dou-lhe uma dica, o que ele pedia ao Sporting e o que foi ganhar para os turcos em pouco diferia...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 26.05.2014 às 14:23

Referência à actual Direcção é certeira, especialmente depois de ele ter afirmado a época passada, palavras para o efeito, "sei que ganho pouco mas não vou criar problemas ao Sporting. O meu objectivo é vencer títulos com a equipa principal".

Eu estava tudo menos "excitado".

O grande problema, e já escrevi sobre isto, foi a aposta em Maurício no ano que deveria ter sido o de crescimento e afirmação do Dier na equipa principal, mesmo que durante o percurso cometesse alguns erros. Para a concretização de metas no imediato - que até poderiam ter sido atingidas à mesma - sacrificou-se o desenvolvimento de um jovem que desde criança está na formação do Sporting, a favor de um brasileiro desconhecido. A eventual prestação deste não é relevante, em contexto.

É isto que se SAD reconhece nunca admitirá, e tome em consideração que esta visão das coisas é partilhada por quem de direito, sem evocar nomes.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 26.05.2014 às 14:53

"O grande problema, e já escrevi sobre isto, foi a aposta em Maurício no ano que deveria ter sido o de crescimento e afirmação do Dier na equipa principal, mesmo que durante o percurso cometesse alguns erros. Para a concretização de metas no imediato - que até poderiam ter sido atingidas à mesma - sacrificou-se o desenvolvimento de um jovem que desde criança está na formação do Sporting, a favor de um brasileiro desconhecido. A eventual prestação deste não é relevante, em contexto."

Cedric poderia facilmente ter perdido a titularidade para Piris. William poderia facilmente ter perdido a titularidade para Rinaudo. André Martins poderia facilmente ter perdido a titularidade para Vítor. Mané poderia ter perdido a titularidade para qualquer um dos extremos (quando jogava a extremo).

Até compreendo que lhe seja fácil ver a coisa como descreve, pela sua admiracao pelo Dier e ódio/desprezo pela direccao da SAD. Mas numa história há sempre dois pontos de vista e, penso que aceitará, nesta história fica um bocado difícil de aceitar a teoria da perseguicao... sobretudo num 11 titular onde a aposta na formacao sempre foi descaradíssima.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 26.05.2014 às 15:17

Não vale a pena insistir, dado que a sua visão das coisas é sempre a mesma.

"Ódio/Desprezo" são palavras muito fortes.

Faz comparações sem nexo algum e, ainda por cima, evocando jogadores que já pertenciam à casa. O William nunca podia ter perdido o lugar para Rinaudo, uma vez que o lugar era deste para perder, como perdeu.

O Cédric nunca perderia o lugar para Piris. A competição para André Martins teria-lhe feito bem. O que eu afirmei sobre o Eric Dier tem contexto específico.

Acho piada que o Petinga e outros apoiantes indoncidionais do Bruno até estão dispostos a perder bons talentos só para sustentar a defesa da "causa".

Give me a break !!!

A única pessoa que eu vejo falar em "conspiração", repetidamente" é o Petinga.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 26.05.2014 às 21:43

O Maurício foi aposta este ano porque o Eric Dier lesionou-se no início da pré-temporada e na primeira oportunidade que teve como titular, não fez uma exibição exemplar, nem tal seria possível nem se devia exigir-lhe. Leonardo Jardim preferiu manter a dupla de centrais sempre que possível e os resultados dão-lhe razão. Aqui, neste particular, a culpa não pode ser atirada à direcção, por muito conveniente e tentador que tal possa ser ou parecer.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 26.05.2014 às 22:26

O Leonardo Jardim, pese a boa época, usou o que lhe era mais conveniente visando resultados imediatos, com pouca ou nenhuma consideração pelo futuro do Sporting, que, como agora se verifica, é da responsabilidade de outros.

O uso do Eric Dier é um exemplo entre outros, que devem ser partilhados com o comando da SAD. Viola nunca deveria ter sido emprestado, Rinaudo não deveria ter saído em Janeiro, a contratação de Heldon não faz sentido algum, João Mário teve de sair para ter uma oportunidade de jogar, Shikabala ainda se espera para ver o que dá. Enfim...
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 26.05.2014 às 23:31

Quem é que tirava do onze inicial para colocar o João Mário? Este seria sempre suplente, ora de André Martins, ora de Adrien Silva, podendo também fazer o lugar do William Carvalho, mas para o lugar dos dois primeiros, havia Gérson Magrão e Vítor Silva, mais velhos, mais experientes, e Fito Rinaudo, outro mais velho, mais experiente, era o suplente de William Carvalho. Isto a 31 de Agosto de 2013. Todas as equipas ganhadoras têm de ter jogadores experientes, para integrarem os mais jovens, e no caso do Sporting, olhando para os habituais titulares, ou muito me engano, ou não vejo ninguém com mais de 26 anos de idade.

O Godinho Lopes aquando da campanha eleitoral, falou que era «preciso elaborar um plano de carreiras claro para os jogadores da formação, sabendo que a equipa principal não é um lugar de passagem mas um destino». Uma daquelas ideias importantes que ficaram perdidas pelas páginas dos jornais e da internet.

Esta pressa de enxertar qualquer jovem talento de imediato é típica do comum adepto de futebol, que infelizmente, a nível técnico, pouco ou nada conhece de futebol, especialmente a nível técnico. Falem-lhe de conceitos como "profundidade" ou "controlar a profundidade" ou "linha de profundidade", "contenções", "coberturas", etc, etc, e o mais provável é que nem sequer compreenda minimamente no que à linguagem diz respeito o que todos estes conceitos significam. Felizmente que não são os adeptos quem fazem as equipas, que não treinam essas mesmas equipas, para isso estão lá os treinadores.

Numa equipa com o nível de exigência sempre presente a que estamos habituados a assistir, só mesmo nas funções de extremos é que o Sporting é que se pode dar ao luxo de apostar em jovens oriundos directamente dos júniores. Para todas as outras posições, só mesmo prodígios de imenso talento é que podem aspirar a tal objectivo, de outro modo, só adquirindo a necessária experiência competitivas por intermédio de empréstimos a outras equipas é que tal pode ser atingido.

Como foram os casos de Cédric, Adrien Silva, William Carvalho ou André Martins. E João Mário, que pouco mais poderia aspirar que a fazer alguns minutos por jogo, na segunda metade da época. Acho que beneficiou muito mais dos 15 jogos feitos a titular, 9 deles completos.

O Fito Rinaudo quis sair, porque senão não ia ao Mundial, pois não faria mais do que um ou dois jogos no campeonato, o Titín Viola, não se sabe se o seu empréstimo não teve o condão de baixar a massa salarial, até porque a única equipa nele interessada parece ter sido o Racing Club.

Isto de fazer orçamentos e rebentar com eles, terminando as temporadas com milhões e milhões de prejuízos já foi chão que deu uvas, coisas de banqueiros sérios e credíveis a brincar aos futebóis no nosso Sporting. E como bem sabe, o actual mandato e plano da direcção passa em cortar nos custos e fazer com que estes, "ao fim de três anos não devem superar 60% das receitas."
Sem imagem de perfil

De L a 27.05.2014 às 00:58


Mas o que é que o dinheiro tem a ver com a profundidade ou largura do João Mário, que já era quando saiu para o Vitória 50 vezes mais jogador que o Magrão, quase sempre a 1ª e única alternativa para o meio-campo? E nem precisava de jogar na equipa principal, também não foi pelo dinheiro que não acabou a época na B.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 28.05.2014 às 07:07

O problema de o João Mário não jogar pelo Sporting nunca foi de dinheiro, mas quando só se tem maldade na alma, lê-se mal o que os outros escreevem...

Se der-se ao trabalho de rever as convocatórias do Leonardo Jardim (a quem profetiza que um dia será chamado de outro Bela Guttmann) para o campeonato, e tirando o caso do Carlos Mané, para jogar a extremo ou a segundo avançado, que ainda agora fez 20 aninhos, todos os outros jogadores que foram chamados para serem titulares já tinham uma rodagem considerável...

Uns mais que outros, pois dos mais novos, Cédric com 22 anos, fez 59 jogos antes desta temporada, menos que Carrillo (77 jogos), mas mais que William Carvalho (52 jogos, excluindo os 13 feitos pelo GD Fátima), ou Wilson Eduardo, 23 anos e 109 jogos...

A outra excepção foi mesmo o Eric Dier, e este, ficou sempre atrás dos mais experientes. Não preciso de voltar a explicar os motivos pelos quais João Mário não jogou pelo Sporting, pois está mais que visto que o motivo maior, foi certamente por decisão daquele a quem um dia "ainda lhe vão chamar outro Bela Guttman."

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D




Cristiano Ronaldo