Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Uma questão de princípios

Rui Gomes, em 21.05.18

 

image.jpg

 

Os jogadores de futebol são profissionais. Recebem de acordo com o contrato livremente aceite. Jogam o que sabem e podem em função das circunstâncias. Desde há meses que são insultados pelo presidente, publicamente, em função de um mau resultado. Ninguém hoje queria ganhar mais do que eles, e também contra o presidente.

 

Depois de uma semana de terror e quase sem qualquer preparação técnica/táctica, que se esperava? E por acaso jogaram contra bonecos? Não houve nenhuma falta de atitude, houve descontrolo emocional e falta de preparação em função dos ataques que sofreram. O pior cego já nem é o que não quer ver, é o que não consegue ver.

 

Quem quiser apoiar o 'deus' até destruir o Sporting, está no seu direito. Nenhum ditador subsiste sem apoio. Se não há vergonha em ter à frente do nosso Clube, um arruaceiro, um mentiroso compulsivo, um demagogo, um indivíduo que não respeita ninguém, incluindo órgãos de soberania, eu tenho. É uma questão de princípios!

 

Nação Valente

 

publicado às 04:34

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Ricardo a 21.05.2018 às 08:29

Uma questão de principios!
Principios esses que desapareceram do nosso SPORTING.

Num pais onde milhares de pessoas colocam baixa psicológica por estar mau tempo, ontem vimos jogadores a reagir após terem sofrido um ataque terrorista apenas 5 dias antes.
Enquanto Sportinguista, tinha orgulho naquilo que representava ser do Sporting e o que me orgulhava era toda uma atitude quase transversal que nos distinguia dos demais. Ontem, esperava uma onda verde de apoio aos jogadores por aquilo que passaram, espectativas essas que desde cedo foram goradas, pois desde cedo se viram adeptos a provocar os jogadores, aqueles seres humanos que sofreram um ataque terrorista levado a cabo não por rivais, mas pelos próprios adeptos.
Ainda o jogo não tinha começado e já eu dizia que os jogadores não deviam ter comparecido, pois uma boa parte dos adeptos não o merecia e ontem o que os jogadores precisavam era de unanimidade.
Quanto ao jogo em si, foi por demais evidente que os jogadores estavam presos por arames emocionais. Se o SCP tivesse marcado primeiro a história tinha sido diferente, mas não foi...
Depois foi ver aqueles que deviam apoiar a equipa independentemente do resultado, a "fugir" após o 2º golo, cobardes que não aguentam uma derrota desportiva antes ainda do apito final, exigem que os jogadores aguentem um ataque terrorista e se comportem como nada se passasse. Uma questão de princípios!
Chegou o fim da partida e ver Rui Patricio a desfazer-se foi de partir o coração. Um produto da nossa academia, um TOP3 mundial que milagrosamente nunca foi atrás dos milhões do estrangeiro, que tem sido provocado, agredido e maltratado pelo clube, que horas antes da partida foi DIRECTAMENTE responsabilizado pelo Presidente de ter sido o provocador do ataque terrorista. Um HOMEM que queria que o seu ultimo jogo pelo SEU Sporting fosse diferente... para culminar teve ainda de subir a escadaria do estádio nacional debaixo de provocações, gritos e meia dúzia de puxões.

Uma questão de Princípios!
Princípios esses que desapareceram do nosso SPORTING.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 21.05.2018 às 14:45

Quanto ao abandonarem o estadio apos o 2 golo concordo plenamente consigo , foi muito triste e senti-me envergonhado por ter adeptos assim que gostam do mesmo clube que eu .
Foi um tremendo erro o que fizeram isso é provocar o desinvestimento do grande carinho que muitos jogadores principalmente os mais jovens sentem de verdade pelo clube e dar razão aos profissionais mais calculistas que jogam só pelo sifrão.
Foi de facto muito feio.

Nao desaprovo de todo caso tenham decidido nao comparecer ao jogo , podiam tê-lo feito mas se decidiram comparecer e fazer o jogo, todos mas todos deviam estar comprometidos ao limite de comer a relva , nisto nao á meios termos.
E nao foi isso que vimos , temos que colocar as emoções de lado e ser racionais no jogo e aí mais uma vez tivemos um treinador fraco na visão do jogo.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 21.05.2018 às 14:45

visão e preparação.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds