Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

21225209_jaVap.jpeg

 

A não ser que surja algum imprevisto de última hora, em que o futebol é, aliás, fértil, está encontrado o novo treinador do Sporting. Escolha pessoal de Frederico Varandas, esta incidiu sobre o italiano Cesare Prandelli.

 

Longe, muito longe, aliás, de ser um incontestável, Prandelli foi treinador com êxito muito moderado. Actualmente sem clube, o italiano assumiu após o Mundial de 2010 o comando da Selecção de Itália, de que se demitiu em 2014 após os transalpinos não conseguirem obter a classificação para o Mundial. 

 

Em 7 de Julho de 2014 foi contratado por duas temporadas pelos turcos do Galatasaray, mas teve carreira de pouca duração já que foi demitido do cargo após péssimos resultados.

 

Em 28 de Setembro de 2016, assinou com o clube espanhol Valência, mas três meses depois pediu a demissão do cargo após mais uma série negra de resultados.

 

Vai precisar de sorte, de muita sorte, para poder triunfar no Sporting. 

 

Aguardemos a confirmação oficial. Ou o desmentido.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:22

João Benedito, a cara do novo Brunismo

Ricardo Leão, em 07.09.18

 

21162801_V8Mop.jpeg

 

Imaturo, impreparado e incompetente, não é alternativa credível para presidente do Sporting Clube de Portugal. Razões? Nunca se lhe ouviu da boca uma crítica que fosse a Azevedo de Carvalho, jantando aliás com ele, de forma surreal, na noite da invasão de Alcochete. Não se lhe reconhece experiência empresarial de relevo, a exemplo do seu antecessor. Demonstrou ao longo de toda a campanha não saber conviver com a crítica e não aceitar reparos à sua conduta, mesmo a desportiva, quando não acatou ordens do seu treinador. Falta-lhe experiência, capacidade de liderança e o seu programa é um enorme vazio. Foi incapaz de revelar publicamente o nome do CEO que escolheu para presidir à SAD. Não tem savoir faire nem se soube rodear de quem o tivesse. Será o receptor de largas centenas de votos do brunismo militante, quiçá antecipando o regresso do tiranete. Só quem tiver memória muito curta pode votar em Benedito. Ele representa tudo aquilo que combatemos nos últimos 6 anos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

 

É com muita alma leonina e sentido da responsabilidade que vos apresento este programa para os próximos 4 anos do Grande Sporting Clube de Portugal. São 9 traves-mestras e 64 medidas que resumem aquilo que de principal queremos trazer para o nosso clube. Foram muitos os sportinguistas de todo o país que ajudaram a conceber este programa que acreditamos corresponde aos desejos de toda a família leonina. Muito obrigado a todos!

 

Vesti a nossa camisola pela primeira vez como jogador aos 11 anos, no ano em que me fiz sócio.

 

Aprendi nessa altura os valores do Sporting: uma enorme sede de vitórias; esforço, dedicação e devoção sem limites na luta por essas vitórias, aliadas a um forte desportivismo, respeito, integridade, humildade, lealdade, disciplina, alegria, amizade, coragem, solidariedade e espirito de equipa e de sacrifício.

 

Cresci no clube e foi aqui que aprendi a transpirá-lo. Tenho formação e mais de 25 anos de experiência em gestão de empresas e em liderança de equipas.

 

Tenho a maturidade, serenidade e segurança para atacar os problemas que temos e estou, mais do que nunca, preparado para ajudar a mobilizar o grande Sporting a viver os seus valores; a assumir uma visão global e ambiciosa e a conseguir grandes vitórias!

 

Mais do que qualquer outro candidato a Presidente e até pela minha experiência recente, serei a pessoa indicada para conciliar o Sporting e os sportinguistas, respeitando a pluralidade das suas sensibilidades. Foi por isto que lutei tanto e sofri bem na pele este esforço que fiz, tantas vezes tão incompreendido. Valeu a pena!

Consegui trazer e recuperar para o clube uma equipa coesa e inter-geracional de sportinguistas competentes e com provas dadas de prática dos valores identitários leoninos preparados para enfrentar os grandes desafios que nos esperam.

 

Os 3 candidatos a Presidentes dos Órgãos Sociais são todos ex-atletas do Sporting com carreiras profissionais de sucesso. Queremos, com a ajuda das nossas equipas, voltar a servir o nosso clube, a maior potência desportiva nacional, dando o melhor de nós (como iremos sempre exigir a todos os que trabalham para o Sporting) para passar um Sporting bem melhor a quem nos suceder.

 

Teremos como principal referência na nossa actuação tantos modelos de sportinguismo que nos antecederam, em particular o Professor Mário Moniz Pereira que iremos propor se torne o nosso sócio perpétuo número 2.

 

Com esforço, dedicação e devoção iremos chegar à glória de ver o Sporting Clube de Portugal cada vez mais um Grande clube, tão Grande como os maiores da Europa.

 

Viva o Grande Sporting!

 

Pedro Madeira Rodrigues

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Quando a verdade vem ao de cima...

Ricardo Leão, em 21.07.18

 

21107176_WsAeO.jpeg

 

Por diversas vezes ao longo do consulado brunista abordei a questão das dívidas do Sporting. E falei, entre outras, das dívidas ao Fisco e à Segurança Social. Comentadores houve que, repetidamente, puseram em causa a minha afirmação, destratando-a e considerando mesmo que se tratava de uma "invenção".

 

Hoje, afastado que está o tiranete que protagonizou a mais agonizante "noite" da história do Sporting, começam-se a descobrir as verdades acerca da "gestão maravilha" da dupla Bruno/Carlos. As dívidas existiam e eram colossais! E a notícia refere-se apenas à ponta do icebergue que já foi descoberta. Muitas mais gavetas estão por abrir!

 

As hienas que por aqui andavam já não riem mais! Pobre Sporting!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:50

mw-860.jpg

 

Tomou-lhe o gosto desde que foi convidado para assumir a presidência da SAD, depois de anos ligado a outros negócios que já não lhe davam a "pica" do futebol. Não tem de se preocupar com o clube entregue a Artur Torres Pereira. Decide praticamente sozinho tudo e age como se tivesse sido eleito. Escolhe treinador, dispensa e contrata jogadores, negoceia permanências, dispensa médicos e escolhe novos, contrata o director-geral para a Academia...

 

Em suma, pulveriza todas e quaisquer propostas dos candidatos,  tornadas completamente inúteis na prática, tudo em nome da estabilidade. Um número crescente de sócios, pouco habituados a usar os neurónios ou com estes já gastos depois de mais de 5 anos de "tirania" brunista, bate palmas. 

 

Falo de José Sousa Cintra, cuja candidatura (ou será passeio?) à presidência do Sporting, ainda que não formalmente confirmada (será, aliás, negada até ao limite), é já uma realidade na prática.

 

O "passeio" de Cintra, até há escassas semanas atrás, recorde-se, grande apoiante de Azevedo de Carvalho, torna verdadeiramente inúteis as eleições de 8 de Setembro, transformadas que serão estas em mero acto confirmatório de 3 meses eufóricos de gestão do ex-homem forte das cervejas.

 

Quanto ao clube, a liderança bicéfala é para manter, com Artur Torres Pereira, de novo, à frente de uma direcção que será remodelada.

 

Afinal quem disse que os sócios do Sporting queriam eleições? Podemos todos ir de férias descansados.

 

A partir de 8 de Setembro "Cporting escreve-se com C".

 

E vamos andando...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:06

Volta Bruno, estás perdoado!

Ricardo Leão, em 08.07.18

 

21092680_umZGc.jpeg

 

"Ele há" coisas com "piada". Mais de 5 anos para alguns, poucos, é certo (para outros escassos meses ou semanas...) a combater a intolerância e a unicidade de pensamento do tiranete Bruno Azevedo de Carvalho, alegadamente em defesa da liberdade de opinião e de expressão.
 
Em fase pré-eleitoral vários candidatos, a maior parte, na ausência de propostas e de trabalho de casa feito, em defesa do treinador Peseiro erradamente indigitado pela comissão de gestão numa altura em que o que se pedia era apenas um treinador da casa que gerisse a equipa principal até às eleições, dando total liberdade de escolha da equipa técnica aos candidatos. Uma única voz discordante, Pedro Madeira Rodrigues, por sinal com total autoridade moral por força do seu passado de combatente único nas urnas, legitimamente com um projecto próprio e com um nome diferente para treinador (por "acaso" alguém que está no top 10 do mundo na profissão).
 
Qual a reacção de alguns às propostas de Madeira Rodrigues, com a costumeira ajuda dos media controlados pelos interesses de sempre à volta do candidato da "varanda central"?
 
Não pode ser! Que pouca vergonha! Como é possível? Aqui d´el Rei! Desestabilizador! Péssimo treinador! Tem de ser este e mais nenhum! Mais vale desistir!
 
Ou, usando as palavras de um "jornaleiro" da praça: "...ainda se fosse Klopp, eu aceitava. Mas Ranieri?".
 
Grande coerência de "ideias"! A cabeça faz-se para quê, José Manuel Freitas?
 
Não fora o facto de levar muitos anos disto e, portanto, "saber do que a casa gasta", era caso para mandar todos estes arautos do pensamento único "dar uma volta ao bilhar grande".
 
No fundo aquilo de que gostam, embora não o admitam, é de ser mandados. Candidato que vença e que não o faça tem os dias contados no Sporting.
 
Volta Bruno, estás perdoado!
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:22

 

 

Pela mão do candidato Pedro Madeira Rodrigues eis que surge o campeão Claúdio Ranieri. Um nome que a maior parte julgava impossível de alguma vez treinar em Portugal. O italiano, tal o gabarito, dispensa apresentação mas, ainda assim, aqui está um pequeno resumo. Tão ou mais importante que os inúmeros títulos, infra, é a impressão que deixou nos corações dos exigentes adeptos e nos jogadores do Leicester, clube que levou a campeão. E o vídeo não podia ser mais categórico quanto a isso.

 

1 Supertaça Europeia
1 Taça UEFA Intertoto
1 Coppa Itália
1 Supertaça Itália
1 Liga Inglesa
1 Copa del Rey, Espanha
1 Premier League: Melhor Treinador
1 Inglaterra: LMA Manager of the Year
 
Duas mãos cheias de títulos e distinções, entre muitos outros de igual gabarito.
Um vencedor. Um treinador com ambição.
 
Há algum candidato que seja capaz de trazer melhor treinador
para tornar o Sporting campeão?
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:15

EduardoBarrosoBrunoCarvalho.jpg

 

"Sei que a esmagadora maioria dos sportinguistas me admira e confia em mim. Espero ajudá-lo (a Varandas, nota nossa) a ser o próximo presidente"

 

Eduardo Barroso, ex-presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:28

Assim não Dr. Varandas!

Ricardo Leão, em 26.06.18

 

21079438_va2RT.png

 

É sem dúvida um homem educado, afável, seguramente um bom sportinguista. Mas houve alguém que lhe vendeu a ideia (calculo quem tenha sido...) de que tinha de estar simultaneamente com Deus e com o Diabo. Fez mal em a comprar. É um pouco como o azeite e a água. Nunca se conseguem (nem se devem) misturar por muito que se tente. A convivência entre si e com ambos é impossível.

 

Falo do Dr. Frederico Varandas, candidato assumido à presidência do Sporting. Depois de 4 graves erros estratégicos iniciais hoje colocou a cereja no topo do bolo e disse publicamente quem o apoiava. E não foi de modas: Daniel Sampaio e Eduardo Barroso etc, etc. Um súbito vómito apoderou-se de mim. Era difícil tamanho tiro no pé logo a começar. Daqueles que ferem e impossibilitam a caminhada.

 

Eu que, como muitos portugueses, tenho dificuldades em lidar com o Bloco Central de interesses, vi nesta candidatura de Varandas, como li da pena de um ilustre leão, a explosiva mistura de um "Brunismo light, com Barroso, Sampaio e Ricciardi".

 

Ou seja, e em resumo, tudo aquilo contra que sempre lutei! Continuo nauseado. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:37

O fim !

Ricardo Leão, em 23.06.18

 

21075672_j4LWQ.jpeg

 

Já passaram mais do que 5 anos. Adeptos e detractores do que por aqui escrevemos estarão certamente unidos em algo: de que fomos os primeiros a denunciar quem era Bruno Azevedo de Carvalho. Fizemo-lo 100% convictos de que, infelizmente, tinhamos razão: estávamos perante alguém que se aproveitou desde o primeiro dia do Sporting e da boa fé das suas gentes.

 

Não lhe demos tréguas. Não porque tivessemos algo de pessoal contra Bruno Miguel, personagem que não conhecemos sequer pessoalmente, mas sim porque nos apercebemos desde muito cedo quem Carvalho era e ao que vinha. 

 

Fomos "eleitos" por Carvalho como a verdadeira oposição, à falta de oposição real que se visse. Fomos marcados, insultados, perseguidos, impedidos administrativamente de votar.

 

Contrariamente a outros (os sportinguistas que acordaram tarde) não somos da opinião que Azevedo de Carvalho tenha tido um bom primeiro mandato e se tenha "perdido" no segundo. Bruno Miguel foi assim desde sempre. Fez tudo mal? Não! Teve uma ou outra decisão boa, mas sempre numa lógica de afirmação de poder pessoal e de combate contra "moinhos de vento" e contra os "inimigos" que encontrava ou fabricava a cada esquina.

 

Mais do que 5 anos depois o universo sportinguista descobriu aquilo que, para nós, foi desde sempre uma evidência: Bruno Azevedo de Carvalho não era digno de ocupar as funções de presidente do Sporting Clube de Portugal.

 

Hoje este mesmo sentimento será confirmado nas urnas. Este é um dia especial. O dia em que Bruno Miguel e seus sequazes serão inapelavelmente afastados do poder e a sua expressão eleitoral reduzida a menos de 20% dos votantes.

 

Como escrevemos em Dezembro de 2017: "Azevedo de Carvalho não cresceu como pessoa nem nunca soube perceber a exigência necessária para se ser presidente de um clube como o Sporting Clube de Portugal. Eleito por uma grande maioria, que lhe permitiria actuar de outra maneira relativamente a todos quantos (e agora são cada vez mais) dele discordaram, age freneticamente como um hamster encurralado numa gaiola. Sairá dela pela porta pequena. A história é impiedosa para os falhados."

 

Mas tão ou mais importante do que derrotar Negan Carvalho y sus muchachos do Conselho Directivo é derrotar o seus "exército", os seus "salvadores", ou seja, todos aqueles que o apoiaram "porque sim" e que foram a sua tropa de elite. Uma verdadeira brigada de ressabiados, iletrados e incapazes mentais, muitos deles biscateiros, que o seguiram incondicionalmente e que perseguiram todos quantos se lhe opunham.

 

Estes sequazes não são nem nunca foram verdadeiros Sportinguistas e tanto estão hoje no Sporting como poderiam estar amanhã num qualquer outro clube rival desde que Bruno Miguel, ou um similar tiranete, lá estivesse. É este tipo de gente que também vai ser derrotada.

 

Derrotada mas não vencida definitivamente. Esse é um combate para os anos vindouros mas que estou certo que os verdadeiros Sportinguistas vencerão, a bem da verdade.

 

Viva o Sporting Clube de Portugal!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:20

Salvemos o Sporting !

Ricardo Leão, em 21.06.18

 

21064210_rkWD9.jpeg

 

SPORTINGUISTAS

 

Temos de sair deste longo e doloroso ciclo das trevas, para o qual o nosso querido Clube foi forçada e vilmente arrastado pela tirania insana de um charlatão psicopata que se convenceu ser (e agindo como) dono único, absoluto e perpétuo do Sporting Clube de Portugal.

 

Está, finalmente, na hora de nos libertarmos do catastrófico inferno que se abateu sobre a nossa muito respeitada e prestigiosa Instituição centenária – participando, urgente e activamente, na recuperação das suas estabilidade, decência e dignidade.

 

Cumpre-nos restabelecer os ideais, princípios e valores que determinaram e sempre distinguiram a existência do Sporting – mas que tão ignobilmente têm sido desprezados e espezinhados nos últimos anos.

 

É imperioso exterminar radicalmente o vírus infeccioso que tem vindo, gradualmente, a destruir o Clube. Abolir o instalado culto do totalitarismo, do despotismo, do divisionismo, do conflito, do confronto, da perseguição odiosa, da difamação, do incitamento à violência, da intimidação chantagista, da ordinarice verbal, da mentira sistemática.

 

Devemos, obviamente, exigir que os autores ou responsáveis pelos incomensuráveis danos materiais, desportivos e morais, infligidos no decorrer desta fase mais calamitosa, sejam judicialmente processados e, se acusados, compulsivamente forçados a indemnizar o Clube.

 

Chegou a grande oportunidade de fazer ouvir a nossa voz. De, através da força do voto, expressar a nossa vontade de pôr um fim definitivo à louca escalada ruinosa e de retornar ao caminho da esperança, da nobreza moral e da dignidade. Em liberdade democrática. Sem receio da intimidação gratuita das milícias ao serviço do abominável personagem que, por interesses pessoais, é, consciente ou inconscientemente, o principal responsável pela desgraça que feriu dramaticamente a nossa gloriosa Instituição.

 

Há que diligenciar esclarecer a grande maioria dos sócios da vital importância da próxima Assembleia Geral para a sobrevivência do Sporting Clube de Portugal – incitando-os à sua participação. Temos de fazê-lo por todos os meios possíveis, até porque os órgãos oficiais do Clube (site oficial, redes sociais, jornal e canal televisivo) – numa clara prova da infame ditadura reinante e de desprezo pelos direitos dos associados – omitem ou boicotem intencionalmente toda a informação que não seja aquela que sirva ou enalteça o líder populista.

 

Até sábado, no Altice Arena!

 

Leão da Guia

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

Emigra Bruno Miguel! E leva o lixo contigo

Ricardo Leão, em 12.06.18

 

21060246_8sUb4.jpeg

 

Olhemos para o futuro próximo e, especialmente, sobre a Assembleia Geral que se segue. Acho muitíssimo improvável que Azevedo de Carvalho compareça na AG destitutiva de dia 23.
 
Cobardola como é, vai invocar o facto de não reconhecer a referida reunião para lá "não por os pés", isto porque tem verdadeiramente pânico de, apesar da polícia seguramente estar presente em peso, poder ser literalmente "esmagado" pelos sócios.
 
Desta vez não vão haver "tropas" que o valham. Ou seja, ponto nº 1 tratado de forma mais rápida sem a presença do habitual monólogo do tiranete.
 
Como relativamente ao ponto nº 2, e de acordo com o Código Civil, a presença de Bruno em sede de voto é uma impossibilidade legal, a tarefa está de novo facilitada: destituição pela certa!
 
O que se lamenta é que Bruno e o restante CD ainda possam chegar à Assembleia na qualidade de associados. A expulsão é o mínimo que lhes pode acontecer para quem, como eles, arruinou e destruiu o Sporting Clube de Portugal. Não perderão pela demora!
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:34

 

 

A rescisão de mais três jogadores levou à falência técnica da SAD do Sporting. Bastaria, aliás, que um deles tivesse rescindido para isso acontecer. A rescisão de 5 jogadores provoca um rombo de mais de 150 milhões de euros.

 

Bruno de Carvalho, o pior presidente da história do Sporting, sai a bem do clube ou tem de ser corrido à força de Alvalade?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:28

Bruno Miguel - o manipulador mor

Ricardo Leão, em 11.06.18

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:10

Ilegalidades é com ele!

Ricardo Leão, em 11.06.18

 

img_770x433$2017_02_07_00_38_38_1220535.jpg

 

O ex-membro da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, Rui Morgado, recordou hoje em post no seu mural do Facebook, e este facto deve ser recordado a Azevedo de Carvalho por quem de direito na próxima AG destitutiva, que, ao contrário do que afirmou ontem quando disse que, que se houver uma AG de destituição, vai lá e mete uma cruz a favor, tal participação em sede de voto é ILEGAL.

 

Senão vejamos:

 

Código Civil

Artigo 176.º 
(Privação do direito de voto)

1. O associado não pode votar, por si ou como representante de outrem, nas matérias em que haja conflito de interesses entre a associação e ele, seu cônjuge, ascendentes ou descendentes."

 

Ou seja, e sem margem para quaisquer dúvidas, Azevedo de Carvalho e 'sus muchachos' não podem votar numa AG em o que está em causa é a sua (eventual) destituição. 

 

Se dúvidas ainda existissem sobre o grau de desconhecimento e a vontade de violação de lei por parte de Bruno Miguel e de seus compagnons de route, aqui está mais uma prova cabal da forma como acham que podem agir!

 

Ainda, em declarações à Rádio Renascença, Rui Morgado acentuou que as manobras em curso por mão do ainda presidente visam somente evitar a sua perda de quórum e reforçar os seus poderes:

 

"Em 2011, na alteração de estatutos que foi feita, acabaram-se com as cooptações, que eram uma tradição no Sporting CP, designadamente até de presidentes, que eram cooptados. Considerou-se que não era um modelo democrático, porque democrático é os sócios elegerem uma lista com o nome das pessoas.

 

A partir do momento em que terminam as listas e voltamos às cooptações, a democracia esfuma-se. A intenção é acabar com a democracia no Sporting. A partir do momento em que o presidente pode cooptar quem quer, os sócios deixam de ter representantes no Conselho Directivo.

 

O processo da marcação da assembleia de dia 17 está inquinado e não é válido.Todo o processo está inquinado desde o início. Para ser válido, o processo tem de ser convocado através do órgão legítimo, que é a Mesa da Assembleia Geral e não por um órgão inexistente. Tem de ser feita uma convocatória em que têm de ser divulgados os artigos que vão ser alterados e as propostas para a alteração desses mesmos artigos. Por fim, tem de haver uma Assembleia Geral legítima que aprove as medidas. Tudo aquilo que é proposto é absolutamente ilegal.

 

Espera-se a decisão a uma providência cautelar já interposta. Se essa decisão não vier a tempo, tudo o que for decidido nesta Assembleia Geral é impossível de ser sufragado por um tribunal. É impossível este tipo de aprovação e uma Assembleia Geral criada por um órgão que não existe. De qualquer maneira, avançará uma providência cautelar e essa deitará por terra tudo o que ali for aprovado".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00

Maluco contrata Loco

Ricardo Leão, em 10.06.18

 

  

Estamos em condições de revelar o nome do novo treinador do Sporting, contratação esta da autoria exclusiva de Azevedo de Carvalho. Trata-se nada mais nada menos de EL Loco, petit nom de Marcelo Bielsa, o polémico treinador argentino cujas estórias podem ser recordadas no vídeo que apresentamos.

 

A escolha de El Loco acaba por ser natural já que, quer o ainda presidente, quer o novel treinador, compartilham muitas das ideias sobre futebol, relacionamento com os media e, fundamentalmente, com a massa associativa: uma autêntica onda de loucura colectiva que conduzirá o Clube ao título nacional!

 

Está pois apresentado, em rigoroso exclusivo mundial, o novo treinador do Sporting. Bem-vindo El Loco à loucura de Alvalade!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:57

O tiranete em todo o seu esplendor

Ricardo Leão, em 03.06.18

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:01

 

21046391_9Gvjg.jpeg

 

Em apenas 1 ano. Mais de 1 milhão de visitantes é o impressionante número que os nossos registos assinalam, o que confirma o Camarote Leonino como a grande referência na blogosfera sportinguista e mesmo no desporto nacional.

 

A todos os nossos colaboradores e, muito em especial, a todos os nossos leitores um "muito obrigado".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

A carta de rescisão de Rui Patrício

Ricardo Leão, em 01.06.18

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:37

Detidos acusam Bruno Azevedo de Carvalho

Ricardo Leão, em 01.06.18

 

21045015_R3GT5.jpeg

 

Antes de mais, é importante reconhecer que a reportagem é da revista Nova Gente, e tudo o que isso implica, pela natureza da publicação. Não é, obviamente, a fonte noticiosa mais desejada para reportar um assunto de tão enorme importância e, como tal, é perfeitamente expectável que a informação adiantada seja recebida por todos nós com uma boa dose de cepticismo.

 

Contudo, considerando os recém-acontecimentos, não se deixa de questionar se o artigo não reflecte o que muitos de nós já tínhamos pensado, sem o afirmar publicamente:

 

"A verdade, vinda da cadeia de Caxias, é clara: quem mandou dar um "apertão" aos jogadores foram o presidente do Sporting e o ex-líder da claque leonina. Porém, não correu como planeado...".

 

Vale o que vale, mas quer se queira quer não, obriga a certa reflexão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:59

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds