Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (11)

Julius Coelho, em 29.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

resized-image-Promo-73-1024x703.jpeg

MATHEUS NUNES, 22 anos, 1.83m, Brasil, volante ofensivo, no Sporting desde 2019 com contrato até 2025, utlizado em 31 jogos da Liga, 12 como titular e 19 como suplente/1264 minutos, 3 golos, 3 assistências, notas do Camarote (Notas de Julius) 2.7, destaque do Camarote, uma vez ( 16.ª jornada), homem do jogo nos desportivos nacionais, uma vez (16.ª jornada).

Se recordarmos que este jovem brasileiro há três anos era um total desconhecido a jogar na equipa da Ericeira na zona de Sintra e com um salto mágico torna-se campeão nacional, sendo figura de destaque em muitos jogos do Sporting.

Quando Rúben Amorim comenta que uma das mais acentuadas virtudes da nossa equipa é a irreverência dos seus jovens jogadores, estamos sem dúvida a falar de Mattheus Nunes, com o seu futebol muito imprevisível que provocou vários momentos de magia que nos deliciaram a todos nós sportinguistas mas que meteram a cabeça em água a jogadores e treinadores adversários. Dele se pode esperar tudo, trouxe à equipa coisas diferentes que a complementaram e melhoraram na sua capacidade e qualidade.

Ainda está para fazer uma época deslumbrante, apresentando alguma irregularidade nas suas exibições fruto da sua natural inexperiência de grande Liga, que impõe enormes responsabilidades. Mas o que já fez foi fantástico, precisamente nos grandes jogos e nos grandes palcos. Não se atemorizou com os adversários nem com a exigência do resultado. Foi nesse exacto enquadramento que soltou aquela característica sua que os treinadores adversários tanto temem, a imprevisibilidade, deixando a sua presença bem vincada. Hoje, todos já sabem quem é o Matheus Nunes e o que é capaz de fazer. 

Jogador muito tecnicista, joga bem com os dois pés, com muito bom controle de bola que se lhe cola na ponta das botas, foram vários os grandes momentos que protagonizou na equipa; recordamos aquela sua arrancada pela direita no Dragão em que se isola e quase marca, todos se recordarão também, inclusive os adeptos do Benfica, do golo lhes marcou de cabeça em Alvalade já em cima dos 90'. Mas  o melhor estava para vir, o tal golo em Braga, que para a maioria dos adeptos e críticos foi o golo que confirmou ao Sporting, o título de campeão nacional. Ele e o Pedro Porro enganaram a todos e a bola acabou dentro da baliza do outro... Matheus.

Todos os dias chegam-nos notícias que vai ser vendido, mas para isso alguém tem que se chegar à frente para dar o justo valor por um jogador de grande qualidade e que pode vir a explodir nesta nova época 2021/22.

As "armas secretas" como o Matheus Nunes são raríssimas e precisamente por isso valem muitos milhões!!

publicado às 04:04

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (12)

Julius Coelho, em 28.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

gettyimages-1232634223-612x612.jpg

PAULINHO, 28 anos, 1.88m, ponta de lança, internacional português, no Sporting desde Janeiro 2021 com contrato até 2025, utilizado em 14 jogos na Liga, 13 como titular e 1 como suplente/1072 minutos, 3 golos, 3 assistências, notas do Camarote (Notas de Julius) 3.1, destaque do Camarote, uma vez (31.ª jornada), homem do jogo nos desportivos nacionais por três vezes (25.ª, 31.ª e 32.ª jornadas) 

A contratação mais cara de sempre do Sporting e com maior impacto por ter acontecido no mercado de Janeiro. Paulinho foi uma "exigência" de Rúben Amorim e daí que a Direcção tenha feito um grande esforço financeiro para o resgatar do SC Braga. É provavelmente o ponta de lança mais completo na Liga, com tremenda surda, mas joga também bem com o pé direito, forte no jogo aéreo, deveras lutador e sempre muito activo no jogo, inteligente nas desmarcações com e sem bola.

Veio ajudar bastante a equipa na segunda volta do campeonato apesar de, no início, ter sentido algumas dificuldades de adaptação ao sistema de jogo e aos colegas, que coincidiu com uma arreliadora lesão que o afastou durante 4 jogos. Reapareceu depois mais forte e determinado para as 10 jornadas finais, em que marcou 3 golos e fez 3 assistências.

Apesar de grande parte dos adeptos sportinguistas terem desejado que tivesse feito mais e melhor, principalmente pelo elevado investimento financeiro, compreende-se e aceita-se as dificuldades que sentiu em entrosar-se na frente ofensiva com o Pedro Gonçalves e com os médios da equipa e a lesão ainda atrasou mais esse entrosamento. Acabou a época em crescendo, em muito bom plano, dando indicações claras que poderá fazer uma grande época 2021/22.

Teve os seus momentos altos e significativos para os resultados da equipa, quando marcou o golo da vitória contra o Boavista em Alvalade ou quando assistiu o Pedro Gonçalves no primeiro golo em Vila do Conde marcando depois o segundo que garantiu os 3 pontos, ou ainda na assistência para o único golo da partida em Faro, contra o difícil Farense.

A sua chegada a Alvalade revelou-se extremamente importante para a conquista do título. A sua influência na equipa não se resume só aos golos que possa marcar, mas também pela forma inteligente como se movimenta criando espaços e linhas de passe, tem uma cultura de jogo acima da média e ajuda também no processo defensivo quando é hora do aperto.

Paulinho é o tipo de ponta de lança moderno que acreditamos venha a ser muito feliz no Sporting. Para já, chegou, viu e venceu, é campeão.

publicado às 03:04

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (13)

Julius Coelho, em 27.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

image.jpg

TIAGO TOMÁS, 19 anos, 1.83m, internacional português sub-21, ponta de lança, no Sporting desde 2014 com contrato até 2025, utilizado em 30 jogos da Liga, 16 como titular e 14 como suplente/1505 minutos, 3 golos, 1 assistência, notas do Camarote ( Notas de Julius) 2.9, destaque do Camarote duas vezes, homem do jogo nos desportivos nacionais, duas vezes.

"En Perú lo llamarîa de chibolito, con aquela su carita de niño bravazo", mas foi um leão à solta enquanto teve pernas, pudera, jogou sempre acelerado jornada após jornada até já não poder, foi demasiado para um jovem ainda com o corpo em desenvolvimento e que ainda não faz muito tempo era o ponta de lança da equipa de juvenis do Sporting.

O que cresceu este nosso muchacho, sozinho deu cabo da defesa do Benfica em Alvalade - qual Otamendi ou Jan Vertonghen - só os cartões amarelos que levaram pelos implacáveis "planchazos"  que lhe deram, impediram que o Tiago se isolasse e ficasse de caras com o guarda redes grego. Que "partidazo" ele fez nesse embate.

Recordamos também o golo ao cair do pano ( últimos 10 minutos ) que carimbou os três pontos em Tondela ou a assistência para o primeiro golo da equipa naquele lamaçal no campo do Nacional.

Jogou até aos seus limites, até já não dar para muito mais e naturalmente foi perdendo gás, baixou a velocidade e a intensidade e em boa hora chegou o Paulinho para ajudar a equipa naquelas derradeiras jornadas que carimbaram o título.

Foi uma época deslumbrante que jamais esquecerá, mas deve-o também à coragem do jovem treinador que muito acreditou e apostou nele. Ganhou experiência, personalidade e muitas outras coisas, como aprender a ler o jogo para saber gerir melhor o seu esforço ou ainda perceber onde a bola vai cair; tudo isso vai ajudá-lo muito a fazer uma nova época ainda melhor superando o que fez na época passada.

Tiago Tomás é o típico avançado que os defesas detestam enfrentar, sabem que vão ter que correr o tempo todo atrás dele. Uiiiiiiii lá vem ele outra vez, que pesadelo!!!!

publicado às 03:33

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (14)

Julius Coelho, em 26.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

feddal.jpg

ZOUHAIR FEDDAL, 31 anos, 1.92m, internacional marroquino (22), defesa central (pé esquerdo), no Sporting desde 2020 com contrato até 2022 com opção por mais um ano, utilizado em 28 jogos sempre como titular/2410 minutos, 2 golos, 2 assistências, notas do Camarote (Notas de Julius) 3.1.

Chegou como um total desconhecido dos adeptos sportinguistas, que ficaram ao príncipio desconfiados das suas capacidades, mas jogo a jogo foi conquistando a confiança de todos, nomeadamente pelas suas exibições muito regulares. Foi das épocas da sua carreira em que mais jogos fez, sinal claro que se sentiu sempre num nível de motivação muito elevado para cumprir a missão que o treinador lhe incumbiu. Mostrou muita competência, não fez jogos extraordinários mas foi dos que melhor segurou junto com o Coates aquele cabo de aço sem nunca o largar, na defesa da equipa nos momentos de aflição, foi fera quando teve que ser, foi um leão e nunca se vergou.

Teve um dos seus mais apreciáveis momentos da época, quando, na 30.ª jornada, com um tremendo cabezazo, fez o primeiro golo contra o Nacional aos 83', quando os adeptos já desesperavam. Esteve também num nível muito alto nos dois jogos no Dragão e em Braga, ajudando a equipa a não sofrer qualquer golo, arrancando com isso pontos preciosos que acabaram por ser fundamentais nas contas finais do título.

Louva-se ainda, e muito, o facto de ter decidido adiar o seu Ramadão, que coincidiu com um momento crucial da época, em Maio. Estava decidido a ser campeão e a ajudar todos a consegui-lo. Recordo aquela sua imagem fantástica logo após o golo do Matheus Nunes em Braga, em que ele se fez também ao lance, pensando, como todos, que o Porro ia cruzar. São esses momentos mágicos que Feddal levará consigo, recordações para toda a sua vida.

Os adeptos vão poder contar com ele nesta nova temporada e, porventura, por mais alguns anos.

publicado às 04:33

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (15)

Julius Coelho, em 25.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

naom_60567999cef99.jpg

GONÇALO INÁCIO, 19 anos, 1.88m, central (pé esquerdo), no Sporting desde 2010 com contrato até 2025, utilizado em 20 jogos,15 como titular e 5 como suplente/ 1358 minutos, 1 golo, 2 assistências, notas do Camarote ( Notas de Julius) 3.2, destaque nos desportivos como homem do jogo, uma vez.

Um dos benjamins do plantel, entrou de estaca na equipa a partir da 17.ª jornada e já não mais saiu, atirando o Luís Neto para o banco e o Eduardo Quaresma para a bancada.

Foi uma das grandes e boas surpresas da I Liga, apesar de ter sido a sua primeira época como sénior e logo na equipa principal. Apresentou-se com tremenda personalidade, o desafio parecia inicialmente uma missão impossível, ainda com 19 anos e sem experiência para jogar ao lado dos internacionais Coates e Zouhair Feddal, mas cedo se percebeu que o miúdo tinha estaleca, ao ponto de conseguir agarrar o lugar no lado contrário da defesa, onde sempre jogou nas camadas jovens.

Não se amedrontou e assumiu o risco, conseguindo convencer o treinador que passaria por ele a solução de estancar os problemas que a equipa apresentou na primeira metade da época na sua defesa à direita. Teve os seus momentos altos como o golo da vitória no jogo contra o Guimarães, num jogo que parecia querer complicar-se.

Muito fino com a bola nos pés, felino na antecipação e boa visão de jogo, executando bons lançamentos teleguiados de contra ataque para as costas da defesa adversária. Com Luís Neto, Feddal e sobretudo Coates a seu lado, não podia ter melhores professores; ajudaram muito a  potencializar as suas distintas capacidades e com uma evolução de forma muito acelerada. Será seguramente o grande central de futuro da equipa do Sporting.

Gonçalo Inácio ainda não tinha chegado à equipa principal e já era um ídolo dos jogadores mais jovens da Academia. Vêem-no como um exemplo a seguir, e agora ainda mais, depois de ter gravado o seu nome para a eternidade como um dos nossos heróis de 2021.

Seria de toda justiça Gonçalo ter sido convocado para a fase final do Europeu de Sub-21, mas o seleccionador Rui Jorge achou que tinha lá melhores soluções para centrais e depois viu-se que afinal não tinha. 

publicado às 03:19

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (16)

Julius Coelho, em 24.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

Screenshot (217).png

JOVANE CABRAL, 23 anos, 1.76m, Cabo Verde (dupla nacionalidade), avançado, extremo esquerdo/direito, segundo avançado, no Sporting desde 2014 com contrato até 2023, utilizado em 24 jogos da Liga, 6 como titular e 18 como suplente/ 677 minutos, 5 golos, 3 assistências, notas do Camarote (Notas de Julius) 3.2, com destaque uma vez, homem do jogo nos desportivos, uma vez.

Menino de ouro o nosso Jovane, jogador muito querido pelos adeptos mas mal amado por Rúben Amorim. Marcou 5 golos e fez 3 assistências na Liga e ainda teve aquele momento extraordinário na meia final da Taça da Liga quando foi chamado a jogo a doze minutos do fim, com a equipa a perder, e deu a volta ao marcador com dois soberbos golos em quatro minutos, afundando o porta aviões FC Porto do iluminado Sérgio Conceição.

No campeonato também registou vários momentos notáveis; recordamos a 30.ª jornada contra o Nacional, quando assistiu no primeiro golo de Feddal e marcou o segundo da vitória, ou aquela soberba troca de olhos à defesa do Benfica no lance que resultou no golo vitorioso do dérbi em Alvalade. Nunca tremeu quando foi chamado a marcar as grandes penalidades, em momentos cruciais já nos descontos, dando vários pontos à equipa.

Curioso, que das 18 ocasiões que entrou a substituir colegas, sete foram já nos derradeiros dez minutos, mas deixou sempre a sua marca nesses curtos espaços de tempo.

É acusado de não jogar de forma consistente com a intensidade que se exige e que, mais vezes do que é desejável, não acompanha a equipa nos processos defensivos. Terá sido essa a principal razão que levou Rúben Amorim a não lhe conceder mais vezes a titularidade. Agora comenta-se que pode ser vendido, caso apareça uma proposta que satisfaça o Clube. Se sair, a equipa perde um dos seus elementos mais importantes. Se ficar, e esperamos que fique, deseja-se que agora com mais maturidade conquiste o seu espaço na equipa e tenha mais oportunidades para mostrar o seu valor.

Tem dupla nacionalidade e parece ter já escolhido jogar por Portugal.

publicado às 03:04

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (17)

Julius Coelho, em 23.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

EmEXQVDXUAc5dQQ.jpg

DANIEL BRAGANÇA, 22 anos, 1.76m, médio central, internacional português sub-21, no Sporting desde 2006 com contrato até 2024, utilizado em 21 jogos na Liga, 6 como titular e 15 como suplente/679 minutos, 2 assistências, notas do Camarote (Notas de Julius), 3.1.

O facto de ter sido considerado o melhor jogador da 2ª Liga na época 2019/20, quando representava o Estoril, por empréstimo do Sporting, valeu-lhe a chamada para fazer a pré-época junto com os seleccionados de Rúben Amorim na época seguinte. Aí convenceu a equipa técnica do Sporting e fez parte do plantel que havia de tornar-se campeão nacional.

Tem sido notória a sua evolução. Todos presenciámos, por exemplo, as boas exibições que arrancou nos jogos da selecção sub-21. O Daniel é daqueles jogadores que não sabe jogar mal e não surpreendeu ter sido dos que mais vezes foi chamado pelo treinador na época passada, quando chegou a hora das substituições.

Jogou em todas as posições do meio campo, cumprindo com uma utilidade notável e quase sempre com notas positivas; muito consistente e competente, podendo o treinador confiar -lhe as missões estratégicas mais difíceis do jogo e em momentos mais complicados.

Faz parte do grupo dos mais jovens da equipa, é um jogador muito do agrado dos adeptos que depositam muita esperança no seu futuro. Prevê-se que seja utilizado mais vezes nesta nova época, assegurando, aos poucos, o seu espaço na equipa.

publicado às 03:04

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (18)

Julius Coelho, em 22.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

image.jpg

LUÍS NETO, 33anos, 1.87m, central à direita, internacional português, no Sporting desde 2019 com contrato até 2022, utilizado em 22 jogos da Liga, 20 como titular e 2 como suplente/1692 minutos, 1 assistência, notas do Camarote (Notas de Julius) 2.9.

O mal amado da equipa verde e branca pelos adeptos, mas justiça lhe seja feita; foi de uma extrema utilidade em muitos dos jogos. Pensava-se no início da época que iría lutar com o jovem Eduardo Quaresma pela vaga de central à direita, mas à medida que o campeonato avançou, percebeu-se que era aquele o lado mais débil da equipa, os adversários cedo deram conta disso e era por aí que tentavam cada vez mais a sua sorte. Urgia estancar esse 'buraco'. O treinador testou então várias soluções e a que mais satisfez foi com outro jovem, o Gonçalo Inácio, que depois de ter feito alguns jogos ainda com hesitações acabou depois por agarrar o lugar e já não mais o perder.

Com essa alteração o Eduardo Quaresma saiu de vez de cena, ficando o veterano jogador (ex- Zenit) como suplente do miúdo Gonçalo, na segunda metade da época.

Luís Neto tem um nível elevado quando só é chamado a defender, o problema é nas saídas com bola e no passe sob pressão. Comete erros em zonas perigosas, o que obriga depois a equipa a esforços suplementares para os resolver.

Sendo dos jogadores mais velhos e mais experientes do plantel - jogou na Rússia, Itália e Turquia e conta ainda com 20 internacionalizações AA - teve um papel também muito importante no balneário, ajudando no crescimento dos mais jovens. É um profissional com uma postura excepcional, sempre na defesa do Clube e dos objectivos da equipa, basta ver os seus discursos sempre repletos de mensagens muito positivas para dentro e para fora.

Nesta nova época a ideia do treinador parece manter-se igual à anterior, Gonçalo Inácio e Luís Neto irão lutar pela vaga de central à direita.

publicado às 03:04

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (19)

Julius Coelho, em 21.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

hap2xio647k8cok84.jpg

BRUNO TABATA, 24 anos, 1.78m, avançado/extremo,internacional olímpico brasileiro, no Sporting desde 2020 com contrato até 2025, utilizado em 16 jogos da Liga, 2 como titular e 14 como suplente/435 minutos, 2 assistências, notas do Camarote (Notas de Julius) 2.4 média.

Com alguma surpresa o Sporting avançou com a sua compra ao Portimonense. Apresentou no início dificuldades de adaptação, principalmente pelas exigências de uma equipa como a do Sporting, muito diferentes da sua anterior. O seu fabuloso pé esquerdo levou-o a ser convocado para a selecção olímpica do Brasil, mas tem demorado a convencer os adeptos sportinguistas. Registou o que terá sido o seu melhor momento da época no jogo contra o Benfica, em Alvalade, quando ganhou a bola em antecipação, lançando de seguida Jovane no lance que acabaria por resultar no golo da vitória, marcado pelo Matheus Nunes, nos últimos momentos da partida.

Rúben Amorim acredita muito nas suas capacidades e tem-no testado nesta pré-poca no centro do terreno junto ao João Palhinha, em funções similares às que tinha o João Mário. Dá a ideia que pode de facto ser adaptado a essa nova função, sabe esconder bem a bola e é inteligente no passe. Chegou agora a uma idade importante da sua carreira, que marca o fim do crescimento da etapa da maturidade. Terá nesta nova época a oportunidade de mostrar que é capaz de responder às exigências que lhe são pedidas, principalmente na regularidade das suas exibições mais positivas.

A famosa maldição da camisola 7 que enverga, atacou-o quase no final da época; teve uma lesão com alguma gravidade, que o retirou das últimas seis jornadas da Liga, mas insiste em não recusar a envergar essa misteriosa camisola e pretende com isso acabar com essa maldição, "escrevendo" uma bonita história esta época.

publicado às 03:04

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (20)

Julius Coelho, em 20.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

process.jpg

GONZALO PLATA, 20 anos, 1.78m, avançado extremo direito/esquerdo, internacional equatoriano, no Sporting desde 2018 com contrato até 2024, utilizado em 9 jogos da Liga, 1 como titular e 8 como suplente/199 minutos, 1 golo,1 assistência, notas do Camarote (Notas de Julius) 3.2 média.

Os adeptos do Sporting gostam muito do seu futebol, da sua irreverência, dos seus dribles em curtíssimos espaços, jogador de grande explosão, que arranca com facilidade com a bola nos pés provocando o caos nas defesas adversárias, castigando-os muitas vezes com cartôes amarelos mas que, ao mesmo tempo, mostrou tremenda imaturidade.

Desde que chegou à selecção principal, passou a ser um ídolo. Os equatorianos  depositam enorme esperança no seu futuro. Talvez por isso, não teve tino na cabeça e quis ter a lua muito depressa antes de fazer a viagem até lá.

Em Janeiro, sofreu um tremendo revés quando fez finca pé para o deixarem sair para a Liga espanhola e com isso foi-lhe decretada a travessia no deserto. Foi despromovido à equipa B, o que o fez desaparecer das opções do treinador Rúben Amorim durante três meses, desde o fim de Fevereiro a fins de Abril.

Reapareceu precisamente no que todos consideram o jogo do título com aquela fantástica vitória da equipa em Braga.

Parece ter compreendido a lição, apresentou-se com mais humildade e disposto a aceitar as regras do treinador e do grupo e dessa forma voltou a ter oportunidades. Terminou a época com um golo de soberba execução na última jornada, na goleada ao Marítimo.

É, sem dúvida, dos jovens que os adeptos esperam mais e pode ser que nesta nova época seja o seu momento de explodir em grande nível.

publicado às 03:04

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (21)

Julius Coelho, em 19.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

gettyimages-1231212119-612x612.jpg

MATHEUS REIS26 anos, 1.83m, central esquerdo/lateral esquerdo, no Sporting desde Janeiro de 2020 com contrato até 2025, participou em 15 jogos, 4 como titular e 11 como suplente, por 2 vezes fez os 90'/ 538 minutos na Liga. Notas do Camarote (Notas de Julius) 2,5 média, destacado como melhor jogador da equipa uma vez.

Os planos de qualquer treinador no início de uma época, acabam quase sempre por sofrer alterações no decorrer dos jogos. Jogadores que surpreendem pela positiva, mas também outros pela negativa, que obrigam a ajustes nas ideias iniciais de jogo. A imaturidade de Eduardo Quaresma, já apontada neste espaço, e as exibições inconsequentes de Luís Neto, obrigaram o treinador a deslocar para a posição de central à direita o Gonçalo Inácio, provocando a ida ao mercado para procurar um substituto para o marroquino Feddal.

A aposta recaiu no brasileiro Mattheus Reis, que além de ser lateral esquerdo, também desempenhava essa posição. E foi nesse exacto enquadramento que chegou a Alvalade em Janeiro, proveniente do Rio Ave. Após a sua chegada, foi utilizado em quase todos os jogos até à ultima jornada, a maior parte das vezes entrando nas segundas partes. Na dificuldade de Antunes recuperar quando em jogos consecutivos, pelas ausências forçadas de Nuno Mendes, passou o Matheus Reis a ser a melhor solução para o treinador e para a equipa .

Sentiu algumas dificuldades em adaptar-se ao modelo de jogo e arrancou quase sempre exibições modestas a roçar o sofrível, parecendo que faltava libertar-se e confiar mais no seu futebol. Rúben Amorim, no entanto, sempre manteve confiança nas suas qualidades e terá nesta nova época mais uma oportunidade para mostrar a ele e a todos que não se enganaram quando o contrataram. Esperamos que a sua recém-excelente exibição frente ao Portimonense seja uma indicação disso mesmo.

publicado às 09:04

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (22)

Julius Coelho, em 18.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

mw-1280.jpg

VITORINO ANTUNES, 34 anos, 1.75m, lateral esquerdo, internacional português, no Sporting desde 2020 com contrato até 2022, participou em 8 jogos na Liga, 4 como titular e 4 como suplente, 352 minutos na Liga, 1 assistência. Notas do Camarote (Notas de Julius) 3.4 média.

Após terminar o seu contrato com o Getafe, o treinador Rúben Amorim decidiu trazê-lo para o plantel, acreditando que a sua vasta experiência internacional (jogou em vários campeonatos da Europa... Itália, Russia e Espanha) seria muito útil num grupo com um número elevado de jovens ainda sem a experiência da primeira Liga .

Incialmente, pensou-se que seria o dono da lateral esquerda, mas a inesperada e súbita ascensão do 'menino de ouro' Nuno Mendes relegou-o para o banco, onde permaneceu praticamente toda a época. Quando foi chamado, cumpriu, emprestando a sua experiência. Fez uma assistência crucial num jogo importante, para o segundo golo contra o Marítimo no Funchal, o que seria o seu momento mais alto da época.

Mostrou naturais dificuldades quando teve que ser titular em dois jogos consecutivos com o mínimo tempo de recuperação, mas mostrou total disponibilidade para o sacrifício e sofrimento, mantendo-se sempre firme nas suas muito exigentes funções, que era fazer toda a ala esquerda num sistema de jogo muito prático, mas também muito físico.

Nuno Mendes não saiu e chegou agora o Rúben Vinagre, o que vai seguramente criar-lhe mais dificuldades de poder continuar a ser opção nas contas do treinador para esta nova época.

A sua vasta experiência e profissionalismo foram também fundamentais para a união do grupo e na ajuda a manter o foco nos objectivos.

publicado às 03:04

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (23)

Julius Coelho, em 17.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

d7c2140c-4e86-46f9-a315-c93c498093e8.jpg

EDUARDO QUARESMA, 19 anos, 1,85m, defesa central direito, no Sporting CP desde 2011 com contrato até 2025, internacional sub-19, 87 minutos na Liga.

Partiu claramente na frente do grupo de jovens que o treinador viria a apostar na época. Os adeptos viam-no com fortes possibilidades de poder até ser titular, rápido sobre a bola e bom no desarme, mas cedo mostrou que afinal ainda não estava preparado. Quando foi chamado nos jogos a doer, mostrou deficiências em outras coisas, como na saída com bola, na incapacidade de pressão sobre o adversário quando este defende com as linhas muito recuadas e, pior do que isso, mostrou imaturidade, deixando-se levar a perder muitas vezes a concentração no jogo e com isso a cometer erros infantis.

Por mera coincidência, nos dois jogos em que foi chamado a intervir a equipa não ganhou, empates com o Rio Ave e Famalicão e recebeu criticas desfavoráveis dessas prestações. Foi despromovido à equipa B e sub 23 para ganhar mais maturidade onde jogou regularmente.

Curioso que nesta nova pré-época volta de novo a desiludir, mantendo o mesmo registo de erros por falta de concentração, facilitando no passe em zonas proibidas. Quiçá... a melhor solução será mesmo ser emprestado a uma equipa da Primeira Liga com o objectivo de manutenção e fazer aí a sua guerra para ganhar experiência e maturidade. Terá que saber sobreviver a massacres e sentir na pele a dor que eles provocam, dessa forma irá crescer mais rapidamente.

publicado às 03:03

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (24)

Julius Coelho, em 16.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

mw-1280.jpg

JOÃO PEREIRA, 37 anos, 1.72m, lateral direito, internacional português, terminou a sua carreira de jogador para abraçar a de treinador, como adjunto na equipa de sub 23 do Sporting, 263 minutos na Liga.

O plantel do Sporting tinha arrancado para a época com uma lacuna visível e preocupante; o espanhol Pedro Porro não tinha concorrência na lateral direita. Essa situação só pôde ser resolvida nos finais de Janeiro, quando na janela de transferências com a vinda de João Pereira após ter rescindido com o Trabzonspor da Turquia. Em boa hora chegou, ajudou de forma muito positiva a equipa nas derradeiras 4 jornadas, quando o Pedro Porro se lesionou e já dava também indícios claros de fadiga muscular.

Teve o seu momento mais alto, quando na última jornada, contra Marítimo, é substituído por Gonzalo Plata e é aplaudido por todos os colegas de equipa e por toda a gente presente na tribuna do estádio de Alvalade, foi depois abraçado efusivamente pelo seu treinador e amigo de infância Rúben Amorim, dando assim o final à sua excelente carreira de jogador como campeão nacional.

Num plantel com uma média de idades tão baixa, João Pereira veio juntar-se ao grupo dos mais experientes que foram decisivos como suporte para o equilíbrio que era necessário, a responsabilização de todos no objectivo de ganhar o ...próximo jogo.

publicado às 03:04

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (25)

Julius Coelho, em 15.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

O Sporting CP arrancou na Liga na 2ª jornada em Paços de Ferreira a 27 de Setembro de 2020. Por ter um número considerável de jogadores infectados com a Covid-19, o jogo da 1ª jornada em casa contra Gil Vicente foi adiado e só foi realizado um mês depois.

Rúben Amorim tinha chegado à sua última fase de decisões sobre o plantel, numa altura em que o mercado de transferências acabou por fechar mais tarde devido ao arranque já tardio das competições oficiais. Quatro jogadores que iniciaram a época e de quem se esperava que poderiam ser peças importantes na equipa acabaram por não ficar; Wendel e Vietto por motivos financeiros foram vendidos definitivamente e imigraram para outras paragens, Sporar e Borja por outros motivos, o de não convencerem a equipa técnica, sairam para o SC Braga, na janela de transferências de Janeiro.

Screenshot (203).png

WENDEL23 anos, 1.80m, internacional brasileiro, posição box-to-box, vendido ao Zenit São Petersburgo em Outubro de 2020 - 90 minutos na Liga.

A sua venda foi uma grande surpresa, porque se pensava que seria das primeiras escolhas do treinador Rúben Amorim para o meio campo, pela sua capacidade de box-to-box e por ter mostrado estar finalmente adaptado ao futebol português: Mas com a vinda do João Mário percebeu-se que iria perder espaço e acabou por ser uma excelente solução a sua venda para a Rússia. Jogou os 90 minutos contra o Paços de Ferreira e ajudou a equipa a obter uma vitória difícil mas justa, a primeira vitória que a iria lançar para a rota perfeita do título de campeão nacional.

LUCIANO VIETTO27 anos, 1.73m, internacional argentino, avançado, vendido ao Al Hilal Ryad em Outubro de 2020 - 170 minutos na Liga. 1 golo.

O argentino foi cabeça de cartaz quando chegou ao Sporting, vindo do Atlético de Madrid envolvido no negócio de Gelson Martins, quando da saída atribulada deste para o clube madrileno. A bem dizer, o seu notório tecnicismo nunca conseguiu convencer os adeptos sportinguistas devido às suas exibições muito irregulares. Por falta de outras alternativas, foi sempre utilizado nos sistemas de jogo do treinador, mas este acabou por dar o aval para a sua eventual venda para as arábias. Teve o seu momento, que acabou por ser muito importante nas contas finais do título, quando no jogo da sua despedida, na 4ª jornada em Alvalade, contra o FC Porto, fez o golo do empate, evitando a derrota da equipa ao cair do pano.

ANDRAZ SPORAR27 anos, 1.86m, internacional esloveno, ponta de lança, emprestado ao SC Braga em Janeiro de 2021, 575 minutos na Liga, 3 golos, 3 assistências, Notas de Julius média 2.8.

Os sportinguistas depositaram inicialmente muita esperança neste esloveno; deu muitas vezes a entender que quando melhor adaptado e entrosado poderia ser o ponta de lança que a equipa procurava, mas percebeu-se depois que apesar da sua enorme vontade em querer vencer no Sporting, tinha lacunas dificeis de disfarçar. Deficiente leitura de jogo que lhe retirava o 'feeling' do cair da bola, fraco no jogo aéreo e menor capacidade de explosão. Deu o seu contributo em 13 partidas, 5 como titular e 7 como suplente. Acabou por não convencer Rúben Amorim e foi emprestado ao SC Braga, no negócio da compra do Paulinho.

CRISTIAN BORJA, 28 anos, 1.80m, internacional colombiano, lateral direito, vendido a titulo definitivo ao SC Braga em Janeiro de 2021, 98 minutos na Liga, 

Perdeu o arranque da temporada por ter ficado infectado com a Covid-19. Apareceu só na 9ª jornada, nos minutos finais daquele fatídico jogo em Famalicão que lhe correu muito mal. Teve responsabilidades no golo que permitiu o empate. Mais tarde e numa semana de ausências forçadas na defesa, o treinador deu-lhe nova oportunidade; a titularidade na 14ª jornada em casa contra o Rio Ave, e voltou a falhar. Foi novamente responsável pelo golo do empate que resultou na perda de dois pontos e que ditou a sua saída a título definitivo, incluído no negócio do Paulinho no final de Janeiro.

publicado às 03:04

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (26)

Julius Coelho, em 14.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021" é uma colecção de 27 posts exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

Na equipa campeã do Sporting, foram utilizados nas 34 jornadas 28 jogadores, um plantel com uma média de idades das mais baixas da Liga. Foram promovidos à equipa principal 8 jovens que trabalharam toda a época com o plantel.

Screenshot (202).png

DÁRIO ESSUGO, Nacionalidade dupla Angola/Portugal, 16 anos, 1.79m, médio centro defensivo, no Sporting desde 2014, internacional sub-18, contrato até 2025. - 6 minutos na Liga.

Teve a sua noite de sonho como o jogador mais jovem de sempre numa equipa principal do Sporting em jogos do campeonato, quando a 20 de Março na 24ª jornada no jogo em Alvalade contra o Vitória de Guimarães  entrou aos 86' a substituir João Mário. No final do jogo e em lágrimas pela tremenda emoção, foi abraçado por todos os colegas um a um, essas imagens correram por todas as partes do mundo.

LUÍS MAXIMIANO22 anos, 1.90m, guarda redes, internacional sub-21, no Sporting desde 2012, contrato até 2025 - 156 minutos de jogo na Liga.

Depois de uma época 2019/20 em que jogou com regularidade na equipa principal do Sporting, não convenceu Rúben Amorim na pré-época, que lhe detectou ainda alguma imaturidade em momentos de pressão e dificuldades no jogo com os pés. Pretendia mais experiência entre os postes e por isso chegou ao grupo o espanhol Adán, que não lhe deu hipóteses. Reapareceu na 30ª jornada em Alvalade contra o Nacional, por Adán cumprir um jogo de castigo pelos cinco amarelos acumulados, e num momento crucial da época não falhou, surpreendeu pela positiva e teve nota alta do Camarote nas "Notas do Julius" , 4.5 de pontuação e ainda o elogio "fez tudo perfeito". 

ANDRÉ PAULO24 ANOS, 1.88m, guarda redes, no Sporting desde 2020, contrato até 2022, - 24 minutos na Liga.

Foi o terceiro guarda redes da equipa tapado pelo Adán e pelo Max, mas teve o seu papel importante no treinamento diário do grupo. O treinador, em reconhecimento da sua grande dedicação e profissionalismo, brindou-o com uma chamada à equipa na última jornada no jogo contra o Marítimo.

TOMÁS SILVA, 21 ANOS, 1.73m, médio ofensivo (8), no Sporting desde 2008, contrato até 2024 mas saiu a título definitivo para o FC Vizela - 24 minutos na Liga.

O total de 13 anos no Sporting, onde fez toda a sua formação percorrendo todas as equipas jovens desde os infantis. Pela sua grande dedicação nos treinos e sabendo-se que iria sair definitivamente do Sporting no final da época, o treinador decidiu premiá-lo no último jogo contra o Marítimo, quando entrou aos 66 minutos a substituir Matheus Nunes. Seguramente que foi um momento que jamais esquecerá na sua vida.

publicado às 03:04

OS NOSSOS CAMPEÕES de 2021 (27)

Julius Coelho, em 13.07.21

"Os Nossos Campeões de 2021"... é uma colecção de 27 posts, exclusiva do Camarote Leonino, que tem como finalidade homenagear todos os elementos do futebol profissional do Sporting CP, pela conquista da Liga NOS 2020/21.

O leitor pode escrever a sua opinião sobre a importância de cada elemento campeão que nós apresentamos nesta colecção, registo que ficará para a bonita história deste espaço.

Quando recordamos as imagens da deveras vulcânica festa na madrugada de 12 de Maio, pensamos principalmente nos nossos heróis jogadores e treinador, mas eles não foram os únicos responsáveis pela histórica conquista do título. Existe também um distinto grupo de elementos que não sendo expostos à mesma atenção mediática, não podem de modo algum ser ignorados; também eles tiveram um papel muito importante com o seu trabalho e dedicação, desde o roupeiro, treinadores-adjuntos, médicos, fisioterapeutas e director desportivo, terminando no presidente, no êxito da temporada.

equipatecnica.jpg

Na equipa técnica chefiada pelo treinador Rúben Amorim fizeram parte os adjuntos:

EMANUEL FERRO, 42 anos, o nº 2 da equipa técnica, tem como missão auxiliar o treinador nos esquemas e estratégias a adoptar nos jogos.

CARLOS FERNANDES, 26 anos, o nº 3 da equipa técnica, tem á sua responsabilidade a preparação dos elementos sobre o estudo do adversário do jogo seguinte.

ADÉLIO CANDIDO, 24 anos, treinador-adjunto, principal responsável pelo planeamento dos treinamentos dos jogadores, sendo também o informático da equipa técnica.

JORGE VITAL, 59 anos, com 20 anos de experiência, é o treinador e coordenador do treino dos guarda redes da equipa de futebol principal. Antigo guarda redes do Sporting, teve um papel preponderante na excelente forma que o Adán se apresentou em toda a época.

TIAGO FERREIRA, 46 anos, também ele antigo guarda redes do Sporting, faz dupla com Jorge Vital no treino dos guarda redes.

GONÇALO ÁLVARO, 44 anos, fisioterapeuta e o preparador físico da equipa.

Screenshot (198).png

JOÃO PEDRO ARAÚJO, 37 anos, médico que acompanha a equipa nos jogos.

RÚBEN FERREIRA, 32 anos, fisioterapeuta e coordenador da unidade de reabilitação é também o coordenador da fisioterapia, muito competente na área da prevenção de lesões desportivas.

img_920x518$2020_11_12_12_44_24_1778151.jpg

PAULO GAMA (PAULINHO), 52 anos, roupeiro que acompanha a equipa em toda a sua actividade, seja em jogos ou treinos.

publicado às 03:04

JOÃO MÁRIO - Sentado no meio da Circular

Julius Coelho, em 11.07.21

O Sporting CP e o seu treinador Rúben Amorim trabalham e organizam tranquilamente o plantel para atacar esta nova temporada. Existe uma vontade de base em tentar manter a espinha dorsal da equipa campeã da época passada e João Mário faz obviamente parte desse grupo. Teve e continuará a ter um papel fundamental no sistema de jogo da equipa e é dos poucos ou mesmo o único do plantel com capacidade de carregar a bola sem a perder com facilidade.

João Mário não é jogador do Sporting, cabe ao Inter de Milão decidir o que pretende fazer com o jogador que termina contrato na próxima época, sabendo que em Janeiro ele pode decidir o seu futuro assinando livremente a custo zero com o clube que entender. Tem 28 anos e é absolutamente legítimo que pretenda defender ao máximo os seus interesses, procurando conseguir o melhor contrato possível, que será certamente dos últimos da sua carreira.

download (1).png

Entre avanços e recuos, as negociações entre o Sporting e o Inter têm continuado, apesar da inesperada intrusão do Benfica, em que Rui Pedro Braz pretendeu fazer a sua bandeira presenteando João Mário a Jorge Jesus, oferecendo ao Inter e ao jogador valores que o Sporting não tem intenção de igualar. Um contrato de 4/5 anos leva-o a uma idade que já não permitirá retorno do investimento, salvo desportivo. A política actual do Sporting é clara: dar prioridade a contratações de jogadores com muito potencial e que permitam pela sua juventude retorno desportivo e financeiro.

João Mário, sendo de facto um dos elementos do núcleo duro da equipa que conquistou o título, não é considerado imprescindível. Oscilou bastante entre as boas exibições e as medianas, as estatísticas das suas prestações nos jogos em que actuou não o favorecem de forma determinante,  foi titular em 25 jogos mas foi substituído em 18, sendo apenas o oitavo jogador do plantel mais utilizado (1991 minutos), fez 2 golos de penálti e regista uma única assistência nos jogos da Liga.

Nas notas do Camarote Leonino (Notas de Julius) obteve uma média de 3.4, num zero a 6, e só por 2 vezes obteve nota 5 e, por último, nunca obteve uma única distinção de homem do jogo nos critérios desportivos nacionais. Pauta bem o jogo, mas raramente consegue acelará-lo quando se exige e mostrou dificuldades em definir criteriosamente no último terço.

Por tudo isso o Sporting CP estabeleceu um limite, que julga poder enquadrar o melhor negócio face às necessidades da equipa e o que jogador pode contribuir. E não pretende ultrapassá-lo, fazendo chegar aos italianos essa intenção dos valores que está disposto a fechar o negócio; comenta-se de 3M mais 2M de objectivos concretizáveis. Tem também a seu favor a tal cláusula dos 30M, que obriga a direcção do Inter a fazer pausa para reflexão e hesitar a selar um acordo com o intruso Benfica. 

Entre essa real ameaça e a estrondosa crise directiva que o clube da Luz atravessa neste momento, não há indicações claras que João Mário atravessará definitivamente a Segunda Circular.

É a decisão que todos os adeptos esperam, enquanto João Mário estará sentado algures a meio caminho à espera que o telefone toque e lhe seja comunicado para qual das margens deve ir.

publicado às 04:04

As Notas de Julius (26)

Julius Coelho, em 20.05.21

Na última edição desta rubrica referente à época 2020/21, o leitor tem a oportunidade de apreciar e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes no jogo com o Marítimo, a contar para a 34ª e última jornada da Liga NOS - que terminou com a vitória do Sporting por 5 - 1, golos leoninos marcados por Pedro Gonçalves aos 7', 19' e 22', Andreas Karo ( auto-golo) 21' e  Gonzalo Plata 75'.

Fecho de uma noite e do campeonato, com um musical de gala do campeão que merecia público no estádio. Assalto à baliza do Marítimo durante toda a partida, para a missão cumprida de coroar Pedro Gonçalves como o rei dos marcadores, o rei leão. Uma temporada de enorme sucesso que ficará para a história.

_jl10790.jpg

DESTAQUE - PEDRO GONÇALVES - 6 - Terminou a época em grande forma, marcou 3, mas se fossem necessários mais golos iria marcá-los, falhou o poker por centímetros após grande iniciativa de Paulinho que merecia ter terminado em golo. Ganhou o seu lugar no Europeu, fez uma excelente temporada e deixou a ideia que ainda pode dar muito mais.

LUIS MAXIMIANO - GR - 4 - O jogo foi de sentido único, mas o pouco que foi chamado a intervir fê-lo sempre com muita segurança. Ainda teve tempo para brilhar, quando voou destemido e determinado aos pés de um adversário isolado roubando-lhe o golo.

JOÃO PEREIRA - 6 - Nota máxima especial para um excelente profissional, que terminou ontem a sua carreira como campeão nacional no Sporting. Foi protagonista de um dos momentos mais altos da noite, quando recebeu os aplausos muito merecidos de todos os presentes no estádio, com a tribuna a aplaudir de pé no momento da sua substituição.

LUÍS NETO - 3 - Muito esforçado, dedicado e disciplinado no posicionamento mas... não chega, faltam outras coisas que ficam sempre evidentes cada vez que vai a jogo. Será dificil continuar no plantel para a próxima época.

SEBASTIÁN COATES - (Cap) - 5 - Jogou de novo ao seu melhor nível sem facilitar um centímetro de terreno ao adversário. tem melhorado muito na eficácia dos passes longos, será concerteza destacado como o melhor jogador desta Liga 2020/21. Um prémio justo e muito merecido.

MATHEUS REIS - 3 - Novo teste dado pelo treinador que ainda não deve ter decidido se irá contar com ele na próxima época. Voltou a mostrar ser dos elos mais fracos da equipa, muitos problemas no posicionamento e mostra também debilidades no jogo aéreo, uma dor de cabeça para Rúben Amorim.

ANTUNES - 3.5 - Ficamos sem saber se também terminou a sua carreira ou se fará ainda mais uma temporada. Sem jogos, era impossível apresentar-se com grande ritmo; cumpriu com algumas oscilações na defesa, principalmente no passe quando pressionado, e ainda fez aquele espectacular remate à trave. Rúben Amorim terá que procurar alternativas nas laterais a Porro e Nuno Mendes.

DANIEL BRAGANÇA - 3.5 - Voltou a apresentar dificuldades naquela posição por falta de agressividade e sentido de posicionamento sem bola; andou aos sobressaltos mesmo com bola, perdendo algum do discernimento no timing do passe; foi melhorando à medida que o resultado aumentava e sentenciava o adversário. Teve um soberbo remate ao poste que levava o selo de golo e que Pote aproveitou no ressalto para fazer o seu 2º golo.

MATHEUS NUNES - 3.5 - A pouca consistência do Daniel ao seu lado colocou-o muitas vezes em apuros e não conseguiu sair com bola controlada como devia e tão bem sabe. O treinador quer fazer dele um João Mario em versão do futuro, mais completo, mas falta-lhe ainda muito. Tem capacidade para lá chegar e só terá que continuar a trabalhar.

JOVANE CABRAL - 5 - Fez um excelente jogo, registando duas preciosas assistências; muito activo em toda a partida e executou sempre bem. Cumpriu os 90', algo muito raro na sua carreira, o que poderá ser um óptimo sinal para o seu futuro. Rúben Amorim quis mostrar-lhe que conta muito com ele. 

PAULINHO - 4 - Junto com Pote pode formar uma dupla infernal na próxima época; cada vez mais estão ligados a lances de excelente execução, que deixam antever um bom futuro na frente ofensiva desta equipa. Voltou a ter oportunidades flagrantes só com o guarda redes pela frente, falta apurar a finalização.

JOÃO PALHINHA - 5 - A diferença na equipa quando ele entra é bem evidente; dá outro andamento e outro travão tipo ABS às manobras do adversário; está num nível muito acima do Daniel. Palhinha foi e é o pêndulo perfeito que a equipa necessitava. Faz parte do núcleo duro, a espinha dorsal (Adán, Coates, Porro, Nuno Mendes, João Mário e Pedro Gonçalves).

GONZALO PLATA - 4.5 - Entrou muitíssimo bem no jogo, mesmo a fechar no corredor; ganhou a maioria dos duelos; é dos que vai sem medo para cima deles e parte-lhes os rins; ganhou facilmente profundidade e marcou um golaço de levantar o estádio, aproveitando o adiantamento do guarda redes. Temos jogador para a próxima época, deixou o treinador contente e tranquilo.

ANDRÉ PAULO - GR - 3 - Entrou para ser campeão e como prémio por toda a temporada a trabalhar com o grupo; foi mal batido no golo que sofreu, a bola passou-lhe por baixo das pernas.

TOMÁS SILVA - 3 - Não o conhecíamos, salvo na equipa B, e juntamente com o André Paulo teve o seu prémio de jogar alguns minutos e tornar-se campeão nacional. Consta que está de saída.

TIAGO TOMÁS - 3 - Está recuperado da lesão e não vai falhar a selecção de sub 21. Na próxima época só poderá melhorar em tudo do muito bom que já fez: o mais jovem a somar mais minutos e a marcar mais golos na sua primeira época completa, curiosamente, superando o ano de estreia de Cristiano Ronaldo.

RÚBEN AMORIM - 5.5 - A equipa queria oferecer a bola de prata ao Pedro Gonçalves e o Rúben alinhou nessa vontade com alegria e prazer; mentalmente preparou-os muito bem para terminarem a época em grande nível rubricando uma excelente exibição, atingindo o objectivo que todos queriam e ao mesmo tempo fazendo a gestão do plantel premiando os que menos tinham jogado.

JULIO VELÁZQUEZ - 2 - A sua equipa levou um saco cheio de Alvalade; nunca conseguiu contrariar o campeão e ainda viu a sua defesa cometer inúmeros erros, consequência tanto do bom jogo do Sporting como também de aselhice, principalmente do seu guarda redes, raramente chegaram à área do Sporting com perigo.

GUSTAVO CORREIA - (Árbitro) - 3 - Mais uma estreia e mais um árbitro da AF Porto nos jogos do Sporting; cometeu vários erros técnicos pela inexperiência na interpretação dos lances, marcando faltas inexistentes.

NUNO ALMEIDA - (VAR) - 4 - Por diversas vezes parou o jogo para analisar lances, mas nunca alterou, e bem, a decisão do árbitro.

publicado às 07:04

As Notas de Julius (25)

Julius Coelho, em 16.05.21

Nesta rubrica, o leitor tem a oportunidade de apreciar - e se entender, criticar as notas (0-6) que eu atribuí aos jogadores do Sporting CP e a outros intervenientes no jogo com o Benfica  - a contar para a 33ª jornada da Liga NOS - que terminou com a vitória encarnada por 4-3 - golos leoninos marcados por Pedro Gonçalves aos 45+1' e 77' (gp) e Nuno Santos aos 62'.

Rúben Amorim resolveu "oferecer" 45 minutos ao Benfica; não preparou bem o jogo, mexendo demasiado na equipa. Com Feddal e Pedro Porro ausentes, não devia abrir aquela tremenda autoestrada no meio campo aos jogadores do Benfica. Disse no final que a equipa precisa de crescer em outros aspectos, mas a começar por ele próprio  e perceber que há jogos que não se podem desperdiçar para fazer experiências. O jogo do Sporting só teve o seu verdadeiro ínicio na 2ª parte, quando estavam todos no seu devido lugar. Pedro Gonçalves não merecia aquela traição.

E1c5vglXEAA7-6J (2).jpg

DESTAQUE - PEDRO GONÇALVES - 6 - Pote está a mostrar outra faceta extraordinária; a sua regularidade nas boas exibições, não merecia que o treinador lhe tivesse dificultado tanto o jogo com aquelas traições no meio campo e na defesa, marcou 2 golos e outros tantos podia ter marcado, bolas nos postes, jogada do penálti, encheu o campo com a sua enorme qualidade. Ganhou claramente no duelo com Seferovic.

ANTONIO ADÁN - 3 - Teve à sua frente uma defesa algo desorganizada e ainda a dar demasiados espaços entre linhas; ainda evitou um golo certo ao adversário numa excelente recuperação depois de estar batido, mas que pesadelo sofrer 4 golos num só jogo e em que pouco ou nada podia fazer para os evitar.

JOÃO PEREIRA - 2.5 - Teve um muito bom inicio de jogo, mas foi ficando desorientado com todas aquelas baldas no meio campo e optou por resguardar-se; do outro lado o adversário era cada tiro cada melro e... assim, foi sacrificado para a equipa se reencontrar com as substituições obrigatórias. 

GONÇALO INÁCIO - 3 - Muitas dificuldades a corrigir tantos erros à sua frente, devia ter jogado no outro lado e Luís Neto à direita; respirou melhor na 2ª parte quando voltaram a conseguir fluir o jogo de construção de forma mais segura e organizada.

SEBASTIÁN COATES - 3 - Que grande dor de cabeça lhe deu o treinador. A falta de rotina do Matheus Reis ao não conseguir fechar os espaços entre ele e o Nuno Mendes mataram-lhe a liderança organizativa, depois nem o outro Matheus nem o Daniel fechavam à sua frente; andou desesperado toda a primeira parte. Nos dez minutos finais acabou por subir para a posição de ponta de lança, numa altura em que a equipa, depois de uma excelente recuperação, procurava o empate por todos os meios.

MATHEUS REIS - 1 - Chumbou redondamente e até colocou em causa a sua futura utilização; foi um autêntico passador sem noção dos espaços a fechar; foi o elemento menos na equipa e o principal desequilibrador da organização defensiva. É verdade que à sua frente "nunca existiu ninguém" a ajudar na primeira parte. Mas nem depois, quando o meio campo ficou mais organizado com as entradas de João Mário e Palhinha, mostrou acerto e qualidade.

NUNO MENDES - 4 - Não sabe jogar mal; foi sempre dos mais inconformados, tentando empurrar o jogo da equipa para a frente com muitas iniciativas individuais; foi sempre para cima deles sem medo e é difícil desarmá-lo sem ser em falta. Arrancou várias faltas e cruzou várias vezes com perigo para a área do Benfica.

DANIEL BRAGANÇA - 2 - "Que pasó" Daniel? A festa já acabou!!! Nem defendeu bem nem atacou como sabe. Foi engolido pelo meio campo adversário e nunca percebeu por onde sempre se escapava o Pizzi. Jogo para..."recordar", para trabalhar muito mais ainda no futuro.

MATHEUS NUNES - 2.5 - Ficou claro que aquela posição da primeira parte nunca será a sua; andou perdido e só quando voltou às zonas que tão bem conhece respirou melhor e foi importante na recuperação do resultado; mas já estava demasiado desgastado, tudo podia ter sido tão diferente. Nota negativa pela tremenda infantilidade no penálti que provocou; já não se usam esses lances depois de ganha a posição.

NUNO SANTOS - 4 - Está num bom momento e não merecia aquela "generosidade" geral da equipa em todo o primeiro tempo; lutou bastante e nunca desistiu; marcou um grande golo, daqueles que fazem levantar um estádio. 

PAULINHO - 3 - A sua missão principal era prender os centrais adversários enquanto o Pedro Gonçalves vagabundeava no meio deles; não fazendo um bom jogo teve, mesmo assim, oportunidades para marcar, a exemplo do cabezazo à boca da baliza.

JOÃO PALHINHA - 4 - Trouxe uma mensagem bem clara e dura: ninguém na equipa consegue fazer aquele lugar como ele e deixou-nos todos a pensar... no seu futuro. Se foi uma mera experiência do treinador, a conclusão é evidente. Entrou e "aquilo" foi outra coisa, totalmente diferente, até o mestre da táctica já coçava a cabeça.

JOÃO MÁRIO - 4 - Pode não ter golo, não ter intensidade, ser um jogador frio e calculista mas ninguém na equipa transporta a bola tão bem como ele. Pena que já havia três golos de diferença, mas ficou quase, quase..! Volto a dizer, tudo poderia ter sido tão diferente se......., mas só o treinador é que pode explicar o que pretendeu com "aquilo".

JOVANE CABRAL - 3.5 - Também a viver um bom momento, ajudou bastante na hora de tentar refazer a asneira da primeira parte e teve boas iniciativas, é perito a ganhar espaços com facilidade. Ficou clara a ideia que devia ter entrado mais cedo.

RÚBEN AMORIM - 3 - Ontem espalhou-se ao comprido; não devia ter mexido tanto na equipa e logo numa visita a casa do rival, que fazia deste jogo a salvação da sua época. O Daniel e o Matheus Nunes jamais conseguem ganhar um meio campo a este plantel do Benfica; têm que comer ainda muita farinha; o "mestre da táctica" agradeceu e chamou-lhe um figo. Tentou depois corrigir o erro mas já foi tarde; foi uma traição à equipa que não merecia.

JORGE JESUS - 3 - Não se fez rogado com a oferta do Rúben Amorim, aproveitou ao máximo aquela primeira parte atípica da equipa do Sporting. O pior foi quando o Sporting se recompôs na 2ª parte e esteve quase a ser humilhado, depois de ter tido por duas vezes uma vantagem de três golos e quase que a perdia.

TIAGO MARTINS - (Árbitro) - 2 - A arbitragem habilidosa já esperada. Este é mais um dos cancros do futebol;  na dúvida apitou sempre para o mesmo lado; no momento alto do Sporting cortou-lhe as iniciativas, depois tentou limpar-se no lance do Nuno Mendes na parte final do jogo; manejou o jogo à conveniência. Quiçá... a sua nomeação não foi por acaso.

BRUNO ESTEVES - (VAR) - 3 - Sem casos para analisarmos. Nunca se meteu e foi o melhor que fez.

publicado às 03:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds