Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Venha o fim do julgamento da invasão da Academia

Rui Pedro Barreiro, em 13.03.20

O pedido de absolvição de Bruno de Carvalho, da autoria moral do ataque a Alcochete tem suscitados muitas reacções, algumas delas a roçar o absurdo, outras de uma demagogia acentuada.

A invasão da academia Sportinguista de Alcochete foi a página negra de um grande Clube, com custos financeiros e reputacionais muito elevados e alguns de difícil contabilização, para além de afectar psicologicamente os diferentes atletas e equipa técnica envolvidos.

img_920x519$2020_02_04_10_08_32_1659580.jpg

Enquanto Sportinguista, tal como já tive ocasião de afirmar em vários fóruns, fico sempre satisfeito por verificar que um ex-presidente do meu Clube não será condenado, tudo leva a crer, atenta a posição do Ministério Público. Todavia, esta absolvição nada tem a ver com a destituição e posterior expulsão do ex-presidente do Sporting.

As causas para estes actos, definidas em Assembleia Geral para o efeito e votadas pelos sócios por números bem esclarecedores, fundamentaram-se em vários factos, muitos deles considerados violação grosseira dos Estatutos do Sporting Clube de Portugal.

O resto são meras fantasias, demagogia ou entretenimento e que não beneficia o Sporting em nada. Aguardemos o fim do julgamento, desejando que nunca mais o futebol português seja palco de situação análoga. O desporto, em geral, e o futebol, muito em particular, não precisam deste episódios tristes e lamentáveis que só afastam as famílias de um desporto que todos gostamos.

Que se feche rapidamente esta porta. O Sporting agradece!

publicado às 03:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


41 comentários

Imagem de perfil

De Mike Portugal a 13.03.2020 às 08:09

Correto. BdC não foi expulso por causa do ataque, mas sim pela criação de orgãos paralelos e bloqueio da conta bancária do clube. Agora que se declarou como candidato irá tentar marcar uma AG para voltar a ser sócio. Pessoalmente acho que não irá conseguir, pois precisa de 67% dos votos dessa AG para o conseguir. Poderá sempre presidir à SAD se arranjar alguém da confiança dele que faça uma lista para concorrer ao clube e que depois o nomeie para a SAD, no entanto.

Mas o julgamento em si e a acusação foram vergonhosos e espero que Cândida Vilar seja despedida sem apelo nem agravo.
Sem imagem de perfil

De HY a 13.03.2020 às 09:23

Paralelos e falsos, Mike, juridicamente inexistentes...uma verdadeira tentativa de golpe de estado. Nem sei qe ele se apercebeu ou se apenas entrou na cantiga dos aldrabões Trindade& Judas, mas não importa, fê-lo.

Para mim, isso chega para sempre, não posso aceitar um tipo que tentou apoderar-se daquilo que só aos sócios pertence: o poder no Sporting. Isto, para lá de muitas outras coisas que contribuiram para a maior destruiçõ de valor da hisória do clube e pela demonstração de incapacidade psíquica para ocupar um cargo daqueles (as rábulas sucessivas em que só o "eu" contava…). E com pena o digo, porque havia coisas boas naquilo que ele defendia para o clube...

Quanto à sra. procuradora...nada que me espante...já deu muitas provas da sua total incompetência e autoritarismo bacôco...despedida não poderá ser...mas se a pusessem a ocupar-se de violações dos regulamentos camarários dobre dejectos caninos não seria má ideia...
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 13.03.2020 às 11:35

Tenho ideia que aquela declaraçao nao passou de estrategia na sua defesa no julgamento de Alcochete , até pode vir a tentar torná-la verdade mas naquele momento foi estratégia para a sua defesa.
Imagem de perfil

De Rui Pedro Barreiro a 13.03.2020 às 18:51

Caro Mike, obrigado pelo seu comentário. Ao MP o que é do MP e ao desporto o que é do desporto . Infelizmente, neste caso temos uma mistura que não devia existir.
Perfil Facebook

De Horácio Vieira Brandão a 13.03.2020 às 10:02

Mais um diabo que vira santo é assim a justiça em Portugal não houve investigação a sério é sempre o mesmo ou seja o mexelhão
Imagem de perfil

De Rui Pedro Barreiro a 13.03.2020 às 18:52

Caro Horácio, pois, isso não sabemos. Há quem assuma a responsabilidade e há quem nunca o faça.
Sem imagem de perfil

De Paulo Salcedas a 13.03.2020 às 10:24

O facto de não ficar provado em tribunal não quer dizer que a pessoa seja inocente, pelo menos de negligência é claramente culpado, sabia, não fez nada para o evitar quando era seu dever acima de tudo, e isso creio muito bem que foi demonstrado.
Imagem de perfil

De Rui Pedro Barreiro a 13.03.2020 às 18:54

Caro Paulo, concordo consigo. Tal como já disse noutro comentário, a responsabilidade nem sempre é assumida.
Sem imagem de perfil

De Profeta a 13.03.2020 às 11:34

O que eu sei é que os jogadores fugiram quando ele lá estava como presidente. Se ele fosse sério teria assumido a responsabilidade e ter-se-ia demitido. Evitaria assim o descalabro que se seguiu.
Mas onde é que aquele pato bravo arranjaria ordenado?...
Imagem de perfil

De Rui Pedro Barreiro a 13.03.2020 às 18:55

Infelizmente, chegam muitos "patos" a lugares destes.
Sem imagem de perfil

De FF a 13.03.2020 às 11:39

Bom-dia,
Apenas mais um exemplo do que é a "justiça" em Portugal.
FF
Sem imagem de perfil

De LG a 13.03.2020 às 11:58

o meu post foi censurado por algum motivo?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.03.2020 às 12:11


Os comentários que apaguei há muito pouco tempo (4/5), eram de pessoas não identificadas, mas mesmo assim vou verificar se houve qualquer lapso.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.03.2020 às 12:15

P.S.: Fui ver na caixa dos emails (comentários) e o único que está lá seu e que foi publicado é sobre o jogo de futsal.
Sem imagem de perfil

De LG a 13.03.2020 às 12:39

(tentando reformular)

Em primeiro lugar, as alegações do MP não ilibam BdC, o q conta é o coletivo (disse-o noutro dia em comentário q o outro Rui censurou). O que é de realçar é que caso o coletivo absolva BdC, o MP perde legitimidade para recorrer (por isso é q surgiram diretivas do MP para obrigar sempre os procuradores a pedir a condenação dos arguidos nos crimes mais graves).

Quanto relação entre destituição/expulsão e julgamento crime, tem parcialmente razão. É verdade que os fundamentos para a destituição foram variados (3), é verdade que a questão da autoria moral não está presente (nem poderia, quando a nota de culpa e a destituição são de junho e BdC só foi constituído arguido em outubro/novembro) mas a verdade é que o caso de Alcochete foi o que dominou a vida do Sporting e consta da nota de culpa (é um dos três fundamentos para a justa causa).
Os fundamentos eram conflitos com a Equipa de Futebol Sénior, Conflitos com os Órgãos Sociais, Sócios e Terceiros e a criação da comissão de fiscalização

E, com o tiro-ao-Bruno que se verificou na cofinicação social nos meses a seguir a Alcochete, parece-me que o que esteve em causa na AG de 23 de junho foi exatamente as suas sequelas, bem mais do que as outras justas causas. Mas também é verdade que o resultado do processo crime fragiliza um dos fundamentos.

Assim, e ao contrário do que diz, esta absolvição tem a ver com a destituição e posterior expulsão do ex-presidente do Sporting. mas ainda sobram os outros 2 fundamentos .

Mas não deixa de ser curioso comparar a AG de 23 de junho (em que foram aceites fundamentos para a justa causa q só se verificaram após a data da sua marcação) com a doutrina rogério-alvesiana de marcação de assembleias gerais). Mistérios do Direito...




Imagem de perfil

De Rui Pedro Barreiro a 13.03.2020 às 19:00

Caro LG, é o seu ponto de vista. Para mim, há responsabilidades claras do líder máximo, quando acontecem situações como a de Alcochete. Contudo, as propostas e as decisões de expulsão e a de destituição anterior nada têm a ver com o processo, ao contrário do que foi dito depois da posição do MP.
Sem imagem de perfil

De LG a 13.03.2020 às 20:05

Não é verdade, veja o link com os fundamentos da justa causa para a destituição como presidente, decididos na AG de 23/06
https://cdn.impresa.pt/eda/48d/12554654/Anexo_-I.Fundamentos-Justa-Causa--1-.pdf
Veja principalmente os pontos 11 a 31. Não são Alcochete?
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 13.03.2020 às 12:46

"Enquanto Sportinguista, tal como já tive ocasião de afirmar em vários fóruns, fico sempre satisfeito por verificar que um ex-presidente do meu Clube não será condenado" Gostei desta afirmação do autor do post….. e acho mesmo que muitos sportinguistas que aqui comentam criticando sportinguistas que festejam derrotas, deviam ser mais coerentes na defesa dos interesses do Sporting, porque é uma boa noticia o BdC sair ilibado do caso Alcochete. Outro aspecto é a consideração da expulsão do BdC como sócio, porque foi um caso único na História do Sporting, e alimentado por teorias da conspiração anti-BdC onde se afirmava que era ele o mandante do ataque, e todos aqueles que defendiam o contrário eram apelidados de fanáticos brunistas, hoje perante o que se espera a absolvição, parece que os quase dois anos em que se fantasiou contra o mandato do BdC não teve influência nenhuma no voto dos sócios. Acho esta visão demonstrativa do que esteve em causa, porque nunca deveria ter sido votada a expulsão do sócio BdC sem os sócios terem em sua posse os factos do que aconteceu, estávamos perante factos da CMTV e não factos reais. Incluo também o caso Cashball e os processos de rescisão. Termino dizendo que não defendo o regresso da pessoa BdC à presidência, mas sim defendo o regresso do brunismo, em particular o que foi feito no 1º mandato do BdC. Acho que os sócios do Sporting são pessoas inteligentes, e começam a perceber o que esteve em causa no pós- Alcochete, e portanto a decisão do Rogério Alves em impedir a AG em linha com os estatutos apenas comprova o que esteve em causa nestes últimos 2 anos, o regresso dos empresários em força em Alvalade, foi batido recordes de comissões, como o demonstra nas contratações dos 3 emprestados à ultima da hora. Os sportinguistas querem ser ouvidos, resta saber se a elite leonina pretende ouvir os sócios.
Sem imagem de perfil

De João F a 13.03.2020 às 15:53

O destituído fartou-se de violar os Estatutos do Clube, criou órgãos paralelos, tentou bloquear as contas do Clube, levantou dinheiro e enviou-o para onde ainda ninguém sabe (espero que a PJ esclareça) e aqui está o brunista habitual a defender uma AG para o reintegrar, depois de todas as suas sacanices, só porque o MP pede a sua absolvição! Incapazes de compreender que a sua expulsão foi ocasionada pelo seu comportamento pós 15 de Maio de 2018, os brunecos fazem exigências ridículas a começar pela espécie de advogado que o apoiou, que fala em "circo", quando se sabe que o Sporting foi um circo durante os 5 anos da sua vigência!Esquece-se também que o MP não julga, apenas acusa! Será o tribunal que decide e não é a primeira vez que os juízes não seguem os "conselhos" do MP.

A fomita que certa gente tem passado nos últimos 20 meses, é mais que evidente. São uns desgraçaditos que já não são capazes de viver sem a mama do Sporting, uns autênticos parasitas sem escrúpulos!
Estou certo que alguns dos que andam na CS a atacar a direcção, estão bem mais preocupados com as consequências das investigações em curso sobre as comissões na compra e venda de jogadores, mais o dinheiro desviado para contas off-shore, que em defender os interesses do Sporting.Daí a sua preocupação constante ao pedir a demissão do Varandas.
Imagem de perfil

De Rui Pedro Barreiro a 13.03.2020 às 19:09

Provavelmente tem toda a razão, meu caro.
Imagem de perfil

De Rui Pedro Barreiro a 13.03.2020 às 19:06

Tenho muita dificuldade em perceber a opinião expressa por muitos de que o primeiro mandato de BDC foi um bom mandato. Gostava que me explicassem detalhadamente o que houve de bom nesse mandato. Eu comecei a criticar bdc no segundo ano, por causa da tentativa de despedir Marco Silva no início da época, depois de o ter contratado por 3 ou 4 anos. Aguardo esclarecimentos para o contraditório.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 13.03.2020 às 21:28

São muitos os aspectos positivos do primeiro mandato, a deriva no que concerne ao futebol foi na saída do Marco Silva, tinha tudo para ser um projeto de continuidade, temos também de reconhecer a jogada do JJ e é um facto que colocou o Sporting equiparado aos outros 2, coisa há muito não vista.
Quando defendo o brunismo é essencialmente uma postura contra o sistema, não significa porém que valide a arrogância do segundo mandato, nem defenda o seu regresso à presidência.
Imagem de perfil

De Rui Pedro Barreiro a 14.03.2020 às 21:34

Lamento não ter essa visão simpática do dito brunismo. Para mim foi mau em todos os sentidos, com excepção na escolha dos treinadores. Quanto a equiparar com os outros 2 grandes só se foi no gastar dinheiro que não existia e nas absurdas contratações, de resto, basta ver os resultados, só foram bons para os 2 grandes.
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 13.03.2020 às 21:52

Rui Pedro Barreiro,

O 1º mandato de BdC terá sido bom no sentido em que conseguiu recuperar financeiramente o clube, bem como muitas percentagens de passes de jogadores e assim valorizá-los e reallizar mais valias para o clube. Bem como Leonardo Jardim conseguiu lutar até ao fim pelo título.

Em relação à tua pergunta sobre Marco Silva, a resposta está no livro de BdC, que eu comprei há uns tempos, por mera curiosidade sobre alguns assuntos que conhecia e queria ver confirmados/desmentidos.
O que se passou foram várias coisas:
- Marco Silva era um líder fraco de balneário, que certa vez deixou os jogadores andar à pancada sem tentar parar a coisa sequer;
- Marco Silva tentou fazer a pré-época sem jogadores da formação, mas aquando da sua contratação tinha falado com BdC sobre a aposta que se queria fazer na formação. Logo aí houve choque;
- Teve que ser forçado a usar João Mário, pois ele queria realmente outro jogador para nº10 e não via o João como titular;
- Mas a pior de todas foi que o representante do Rojo (Carlos Gonçalves) que era o mesmo do Marco Silva, sofreu pressões da Doyen para vender o jogador e como tal pressionou o treinador para não o usar (ou usar pouco) no torneio da Corunha. E Marco Silva cedeu. BdC soube disto e passou-se com Marco Silva de vez (já tinham acontecido as outras 3 anteriores);

BdC quis despedi-lo na pré-época devido a este mau profissionalismo. Mau profissionalismo esse que viemos depois a ver mais à frente, quando o treinador deu uma entrevista ao Record onde, enfim.....
Os adeptos do Watford podem falar melhor do que eu sobre o carater da pessoa.
Imagem de perfil

De Rui Pedro Barreiro a 13.03.2020 às 22:06

Nem tudo o que vem no livro é verdade. Aliás, muito do que ele diz não é verdade, ou melhor, muitas vezes é mentira.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.03.2020 às 22:31

Como já tive ocasião de referir aqui no blogue - e fui criticado noutros espaços por brunistas do mais baixo nível - cada vez que o lunático abre a boca e diz dez palavras, quinze são mentira.

Para simplificar, ele é um mentiroso compulsivo, entre outras coisas.
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 14.03.2020 às 08:16

Rui Pedro Barreiro,

Verdade que BdC é mentiroso.
Também verdade que, todos pontos que escrevi com exceção do do João Mário foram-me confirmados por outras fontes que nem sequer gostam de BdC, logo não tinham nada a ganhar em mentir também.

E, mais uma vez, perguntem aos adeptos do Watford sobre o carater de Marco Silva.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 14.03.2020 às 17:43

Cuidado com essas informações em segunda e terceira mão, porventura até mais.

Mas até nem vejo que o carácter de Marco Silva seja crucial, nas circuntâncias, até porque se era um caso assim tão evidente, qual a necessidade de um processo de 400 páginas para justificar o despedimento?

A vasta maioria de sportinguistas concordou que ele merecia um segundo ano ao leme do Sporting, apenas isso e nada mais. Ninguém assumiu a sua defesa só porque sim e, a bem dizer, até não havia interesse algum nisso.
Perfil Facebook

De Indiana Julio a 13.03.2020 às 23:47

Não vamos considerar "um bom mandato" mas que prometia, prometia pena que se tenha espalhado ao comprido em variadíssimas situações a maior parte delas ligadas á sua estranha personalidade, revelando-se uma pessoa pouco vivida mas que tinha a mania que sabia de tudo e afinal viu-se . Foi um "esperto" porque se fosse inteligente jamais deixaria escapar-se-lhe das mãos o que ja tinha.

Mas voltando a esse primeiro mandato não podemos ter a memoria curta , o Sporting vinha do caos originadas por 2 gerências catastróficas Bettencourt e Godinho Lopes , equipa de futebol fraquissima , amadoras um desastre e so se falava do abismo em termos de finanças , quase ninguem quería pegar no Sporting com o medo tremendo do buraco onde se encontrava.
Aí aparece um desconhecido (pelo menos para mim) que em pouco tempo começa a levantar o clube e reparem só raramente se queixava do caos financeiro , raramente se escusou ou se escondeu nessa realidade em que de facto encontrou o clube.
Reduziu drásticamente o orçamento para menos de metade e pôs -se ao trabalho de limpar as imensas gorduras que o clube tinha , gente que recebia dinheiro sem se saber o que realmente la faziam , recuperou grande parte dos passes dos jogadores mais importantes , se bem se recorda quase que nem tínhamos jogadores com 100% do clube e montou a pouco a pouco uma equipa mais competitiva , contrata Leonardo Jardim que faz a equipa jogar como não se via á muito tempo e as pessoas começam de novo a acreditar e a voltar ao estádio.
Revoluciona as amadoras trazendo atletas de maior nível recuperando a competitividade pelos primeiros lugares. a mim que não o conhecia fui dos que acreditei e cheguei a ficar entusiasmado, confesso , mais ainda depois quando resolve os problemas com os bancos credores , parecia de facto o inicio de uma nova era ,mas... como sempre nas historias de fadas existe depois um mas, uma bruxa má....e afinal ninguém viveu felizes para sempre .
Revelou-se depois e de forma surpreendente um homem cheio de defeitos e manias e deu cabo de tudo.
O sonho esfumou-se.Punto.
Sem imagem de perfil

De J.Oliveira a 13.03.2020 às 15:01

A expulsão (e destituição) de Bruno de Carvalho, nada teve a ver com o caso Alcochete - convêm não misturar tudo - teve a ver sim, com violação grave dos estatutos - foi esse o entendimento de quem de direito nessa altura. E a destituição foi decidida por 71% dos votos dos sócios do Sporting. Portanto nada mudou no que concerne à sua destituição e expulsão do Sporting.
É sempre bom para o Clube que um presidente não fique ligado ao caso Alcochete (o contrário é que seria desprestigiante e até hipoteticamente acarretaria outro tipo de consequências para o Clube), mas isso nada muda na percepção que a larga maioria dos sportinguistas tem sobre Bruno de Carvalho.
Apesar de já se ver um ressurgimento de algumas viúvas e órfãos que até agora se escondiam num cobarde: "o Bruno já é passado, mas no tempo dele fez isto e isto...mas já passou" agora tiraram a máscara. Mas, penso que é mais fácil sair - a qualquer um de nós - o euromilhões do que Bruno de Carvalho regresse ao Sporting apenas como sócio. Efectivamente o tempo dele no Sporting já passou!
De resto desejo-lhe o melhor (e para a sua família), pessoal e profissionalmente, mas fora do Sporting.
SL
Imagem de perfil

De Rui Pedro Barreiro a 13.03.2020 às 19:08

Meu caro, por mim não volta. Foi dos piores períodos do Sporting e ainda estão por apurar todos os prejuízos. As asneiras de quem se seguiu não ilibam o mau que foi feito. SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 14.03.2020 às 21:38

Faz-me pensar, novamente, diga-se, nos resultados da auditoria que nunca foram totalmente explicados.
Sem imagem de perfil

De RCL a 13.03.2020 às 19:07

Bruno há só um, o Fernandes e mais nenhum. Grande jogador, agora com o palco certo. Obrigado JJ, obrigado Sousa Cintra.
SL
Imagem de perfil

De Rui Pedro Barreiro a 13.03.2020 às 19:14

Bruno Fernandes sim, sem dúvida.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo