Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vitória natural e indiscutível

Rui Gomes, em 14.12.15

 

imgS620I147491T20141212184214.png

 

Num dia de chuva ocasionalmente intensa, em Lisboa, o Sporting demonstrou a sua natural superioridade sobre o 14.º classificado Moreirense e assegurou a sua sétima vitória consecutiva no campeonato, permitindo-lhe preservar a liderança na tabela classificativa, mesmo tendo em conta que o jogo entre o Nacional e o FC Porto, na Madeira, não foi concluído devido a nevoeiro.

 

A pensar decerto no embate em Braga, na próxima quarta-feira, a contar para a Taça de Portugal, Jorge Jesus levou a cabo seis alterações no onze inicial, em relação aos jogadores que alinharam diante o Besiktas na passada quinta-feira. Fora do lote de opções ficaram João Pereira, Paulo Oliveira, Jefferson, William Carvalho e Fredy Montero, substituídos por Ricardo Esgaio, Ewerton, Jonathan Silva, Aquilani, Gelson Martins e Gutiérrez.

 

QA7H3P1H.jpg

A equipa de Moreira de Cónegos não mostrou argumentos para contrariar a intensidade de jogo do Sporting, e o resultado é apenas a expectável consequência desta disposição. Dois jogadores, nomeadamente dois, mostram-se cada vez mais como a "chave" das operações da equipa leonina; Adrien Silva, a partir de uma posição um pouco mais recuada e Bryan Ruiz, que apesar de teoricamente jogar na ala, passou a maior parte do jogo em zonas interiores, factor crucial para o sucesso do Sporting, dado que ele é o mais criativo e eficaz «playmaker" da equipa.

 

O primeiro golo dos "leões" partiu da marcação de um  livre directo, com simulação de remate, e Bryan Ruiz encontrou Gelson Martins completamente desmarcado à entrada da área do Moreirense, que lhe permitiu penetrar e bater o guarda-redes com um remate muito bem colocado ao segundo poste. O segundo, parte de um lance de transição em que Adrien Silva penetra, e executa um passe com perfeição para Aquilani aumentar o marcador.

 

2FXV9GJQ.jpg

Ricardo Esgaio, Jonathan Silva e Aquilani não destoaram, minimamente; Gelson Martis a exibir-se ao nível que já lhe reconhecemos e até tomei nota de uma excelente jogada sua, aos 53', quando fez um "sprint" para vir atrás ajudar a defesa e anular um lance de algum perigo. Esperava-se mais inspiração por parte de Gutiérrez, depois do seu belo golo ao Besiktas, mas  viu-se mais do inconsequente mesmo que tem mostrado em muitos outros jogos.

 

Mais uma situação algo caricata pela marcação da grande penalidade, aos 57'. Slimani pediu autorização ao banco para a executar, mas Gutiérrez - novamente ele - agarrou na bola prontamente para executar o lance. Foi necessário Jorge Jesus exercer a sua autoridade veemente, para ser o avançado argelino a assumir a marcação. Felizmente, depois da defesa do guarda-redes, Slimani facturou na recarga. Não se compreende que estas coisas não sejam claramente definidas pré-jogo, ou serão, e há quem desobedeça.

 

Ainda surgiram algumas ínesperadas e desnecessárias complicações na derradeira fase do jogo, com falta de Naldo punida com grande penalidade, que levou ao golo do Moreirense e momentos mais tarde Rui Patrício foi chamado a fazer uma grande defesa para evitar o pior.

 

A equipa do Sporting em bom plano e temos agora a preparação para o difícil embate em Braga.

 

publicado às 04:38

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


21 comentários

Sem imagem de perfil

De PedroMD a 13.12.2015 às 22:39

Bom jogo, no geral, do Sporting.
O Teo hoje convenceu-me definitivamente - Não serve para o Sporting! Corre pouco e arrasta muito o jogo quando a bola lhe chega aos pés.
O lugar de segundo avançado tem que ser do Ruiz, ponto final.
O Gelson ainda não está pronto para ser titular a extremo esquerdo (hoje cometeu dois ou três erros que contra equipas mais fortes podiam ter dado em problemas), mas mostra cada vez uma maior maturidade.
Que falta faz Carrilho a esta equipa!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.12.2015 às 23:40

Também é essa a minha opinião, Carrillo na ala e Bryan Ruiz a chefiar a "orquestra" na zona intermediária nas costas de Slimani. Isto, no que diz respeito ao onze mais titular.

O Gelson se tiver cabeça vai ser um grande jogador, talento não lhe falta. Precisa de maturidade, uma melhor leitura de jogo e minimizar os dribles na ala muito em especial quando o lateral sobe no terreno. Também reparei nesses lances em que ele perdeu a bola.
Sem imagem de perfil

De peyroteo a 14.12.2015 às 11:22

Nesse aspecto, Matheus é um jogador muito mais maduro. Pensa melhor o jogo. Não é tão rápido, mas parece-me talhado para voos mais altos que o Gelson.
Sem imagem de perfil

De horta a 14.12.2015 às 15:45

Carrillo não faz falta nenhuma. Os resultados comprovam-no.

Basta ver quando é que a equipa ficou mais sólida: com o João Mário como falso ala (na posição onde jogaria Carrillo), funcionando como um 3º médio, equilibrando a equipa; bem como a melhoria de Ruiz no flanco oposto.
Sem imagem de perfil

De PedroMD a 14.12.2015 às 18:06

Não acho que seja sensato dizer que o Carrillo não faz falta. O Carrillo estava uns furos acima quer do Gelson quer do Matheus, sendo o nosso melhor extremo e aquele que melhor compreendia o que o treinador pretendia.
Na minha opinião, o João Mário ia sempre jogar naquele lado (só não o fez antes, porque era preciso tê-lo no meio enquanto o William não estivesse recuperado) e o Carrillo ia jogar na esquerda, libertando assim o Ruiz para a posição de segundo avançado.
O Sporting não melhorou com a saída do Carrillo, o Sporting tem melhorado desde o início da época.
Jogamos melhor agora do que no início da época, mas acho que com Carrillo jogaríamos ainda melhor.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D




Cristiano Ronaldo