Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




img_920x518$2021_09_20_21_54_14_1906131.jpg

O Benfica anda a ser levado ao colo pela arbitragem. Depois do trabalho escandaloso do árbitro e do VAR nos Açores, frente ao Santa Clara, tivemos caso semelhante, ontem, no jogo do Boavista.

Entre outras (não) decisões questionáveis, verifica-se este flagrante derrube por Otamendi de Makouta que seria causa para grande penalidade. Se convertida, empataria o marcador.

Para registo, o árbitro foi Hugo Miguel e o VAR Vasco Santos.

Esta é a estratégia especial do "mestre de táctica", lembrando um passado nada saudoso do notório "limpinho, limpinho".

22157236_FB46c.png

E a Comunicação Social e 'comentadeiros' de serviço passam à frente de tudo isto com paninhos quentes como se nada tivesse acontecido.

A exemplo, Lídia Paralta Gomes, quem eu até respeitava pela sua isenção jornalística, na sua crónica em Tribuna Expresso, deixa omisso vários factos do jogo, terminando a mesma com o seguinte:

"A boa réplica do Boavista não chegaria, faltou talvez um pouco mais de sangue frio no último terço, e com isto o Benfica segue invicto, sem perder qualquer ponto à 6.ª jornada, algo que aconteceu pela última vez já na longínqua época de 1982/83".

A ser completamente honesta, o que ela devia devia ter escrito é que o pouco que faltou ao Boavista foi uma arbitragem, inclusive do VAR, menos tendenciosa em prol do Benfica.

NOTA: Duas questões a ressalvar: primeira, este post relaciona-se com o Benfica e não com qualquer outro clube. Segunda, comentários disparatados de 'aves encarnadas' irão directamente para o caixote do lixo.

publicado às 02:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


45 comentários

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 22.09.2021 às 11:41

Ontem houve aqui quem comentasse que se ignorava o Sul, hoje é o Norte.

Um dia de cada vez meu caro...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D




Cristiano Ronaldo