Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




img_920x518$2023_10_08_23_27_59_2179492.jpg

Os sócios do Sporting reprovaram o aditamento ao Artigo 44º dos Estatutos do clube, que tinha como objectivo acrescentar a possibilidade de votar à distância nas assembleias gerais comuns e eleitorais, a acompanhar o sufrágio electrónico, pela impossibilidade de chegar a uma maioria qualificada - três quartos (75%) quer de votantes e cumulativamente de votos.

João Palma, presidente da Mesa da Assembleia Geral dos verdes e brancos, falou na Hall Vip, onde revelou os números, perto do necessário, mas insuficientes: nesse ponto 2, e num universo de 3.771 votantes (correspondem a 21.045 votos), 2.632 disseram que 'sim' a Frederico Varandas e respectiva equipa, numa percentagem de sportinguistas que se fixou nos 69,8%, correspondentes a 15.079 votos (71,65%).

Lamentamos esta infeliz votação!!!

O presidente Frederico Varandas teceu algumas considerações após o anúncio da votação:

"Os quatro pontos de uma forma geral tiveram votações acima de 70%. Foi clara a vontade dos sócios em aprovar os quatro pontos. O segundo ponto que quero destacar é que votaram quatro por cento dos sócios elegíveis para votar. Uma das razões para este Conselho Directivo trazer a discussão a questão do voto electrónico à distância era exactamente por noites eleitorais como estas. Dos 4% elegíveis que vieram votar, 70% demonstraram que queriam uma mudança. É uma vitória esmagadora de quererem evolução nos estatutos mas uma vitória não suficiente para uma maioria qualificada de 75%. Isto significa duas coisas: não é a primeira vez que os sócios têm a ilusão de que as coisas passam por si. Não duvido que se tivesse existido uma participação de 5 ou 10 mil sócios, o segundo ponto também teria passado. Mas a vontade dos sócios é esta e respeitaremos. Enquanto presidente respeitarei sempre e não esquecerei que 70% das pessoas que votaram querem mudança. Não foi suficiente para 75% mas este assunto será revisitado".

NOTA: Os outros três pontos da Ordem de Trabalhos alvos de votação foram aprovados, inclusive da designação da porta 7 "Cristiano Ronaldo".

publicado às 03:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


15 comentários

Sem imagem de perfil

De LG a 09.10.2023 às 07:35

não é a primeira vez que os sócios têm a ilusão de que as coisas passam por si.
Como disse?

Não duvido que se tivesse existido uma participação de 5 ou 10 mil sócios, o segundo ponto também teria passado.
Como disse? (parte II)

Tanta coisa com o voto eletrónico, e depois sai ontem uma notícia no Record a referir que 77% dos sócios com direito de voto moram em Lisboa e Setúbal....
Da próxima vez façam as coisas em condições, expliquem o que querem fazer.
Eram muitas as dúvidas, foram poucas as explicações.
Transformar as assembleias num mero plebiscito não é a solução
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 09.10.2023 às 14:57

LG

Os 70% dos sócios podem estar nos distritos de Lisboa e Setúbal, mas, a ser assim, pelo menos 30% não estão e essa percentagem tem os mesmos direitos que essa maioria. Por outro lado, há sócios que mesmo que se encontrem próximo do local de voto têm problemas de mobilidade, por diversas razões, incluindo a idade.

As novas tecnologias estão a mudar o mundo. Sempre assim foi, e como dizia o poeta/publicitário, "primeiro estranha-se de depois entranha-se.". O voto eletrónico sendo já presente, será o futuro. Num aspeto concordo: a falta de explicação sobre as vantagens desse tipo de votação.

Para além do que aqui referimos, há uma coisa que merece preocupação. Porque é que das dezenas de adeptos que assistiram ao jogo, sendo segundo creio uma maioria associados, apenas um número reduzidíssimo tivesse ido votar?

A participação de sócios: nas AGs continua a ser muito baixo. Portanto, independentemente do sistema de voto, é necessário perceber e resolver essa situação.
Sem imagem de perfil

De José Silva a 09.10.2023 às 11:16

Para mim, o voto através dos núcleos, seria a melhor opção. Além de haver uma também descentralização dos votos, chamaria mais gente ( sócios), para os muito núcleos espalhados pelo País, mas obviamemte que respeitarei sempre a maioria dos sócios.
Sem imagem de perfil

De FF a 09.10.2023 às 11:42

Bom-dia,
Os velhos do Restelo impediram a adopção duma medida importante para o SCP, pretextando a falta ou escassez de informação, o que é falso, dado que o Presidente da MAG, no canal Sporting TV, no Jornal Sporting e na própria Assembleia explicou exaustivamente o que estava em causa..
Relativamente ao ponto 3, votei contra (10 votos).O CR foi e continua a ser um grande jogador, considerado o melhor do mundo. No entanto, o sucesso ter-lhe-á subido à cabeça, tendo-se tornado arrogante com a indesculpável atitude que teve recentemente para com os miúdos da formação do Andorinha.
Lá diz o velho ditado: "Quem nunca se viu e se vê nunca se farta de ver".
FF
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 09.10.2023 às 13:30

FF,

E qual foi essa atitude?..🤔
(É séria a pergunta obrigado)
Sem imagem de perfil

De FF a 10.10.2023 às 08:22

Bom-dia, Carlos NT
Respondendo à sua questão,informo que estava marcada com o CR a sua presença no clube Andorinha onde os miúdos o aguardavam para homenageá-lo. No entanto o CR não só não apareceu como, ainda pior, não justificou a ausência, deixando frustradas as dezenas de crianças do Andorinha.
Não foi esta a única vez em que o Ronaldo utilizou a sobranceria sobre os conterrâneos que não têm culpa dos seus problemas pessoais e eventual trauma que o aflige.
Dou valor a quem trabalha, homem ou mulher, que além da competência técnica e desempenho excelente, junte a estes predicados um carácter impoluto, o que, certamente, não é o caso.
Conforme escrevi anteriormente, "quem nunca se viu e se vê, nunca se farta de ver".
FF
Sem imagem de perfil

De mike1906 a 09.10.2023 às 12:15

Como socio que não reside em Lisboa nem Setúbal, lamento que a proposta não tenha passado.

Infelizmente 30% dos votantes não perceberam que esta era também uma forma de aproximar as pessoas ao clube.

Enfim, queremos muito evoluir mas continuamos agarrados ao passado..
Sem imagem de perfil

De José Lima Curral a 09.10.2023 às 12:26

Lamentável este resultado sobre o voto electrónico. Confesso que tinha muita esperança na minha futura participação nas Assembleias Gerais. E não seria apenas através do voto, também esperava poder assistir aos trabalhos por videoconferência.
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 09.10.2023 às 13:50

Como eu disse, acho importante que se permita o voto à distância, mas numa primeira fase a "distância" deve ficar concentrada nos nucleos e não nos telemóveis. Devemos fazer este processo por fases para dar hipótese a toda a gente de se habituar.
Sem imagem de perfil

De Carlos Antunes a 09.10.2023 às 14:37

Segundo o Instituto Internacional para a Democracia e a Assistência Social (IDEA Internacional, vd. o uso electrónico no mundo, em https://www.idea.int/news-media/media/use-e-voting-around-world, 23 países usam urnas com tecnologia eletrónica para eleições gerais e outros 18 utilizam-nas em eleições regionais.
Entre os países estão o Canadá, a Índia e a França, além dos Estados Unidos, que têm urnas eletrónicas nalguns Estados. No Brasil, o modelo é usado desde 1996, em todo o tipo de eleições, presidenciais, legislativas ou regionais.
Num clube desportivo em Portugal, uma proposta de Frederico Varandas nesse sentido, logo surgiram os intelectuais Poiares (maduros e quejandos) a dissertarem com pérolas tais como “agrava o risco de controlo” e outras.
Sócio do SPORTING há mais de 50 anos, entre uma maior e mais alargada participação dos sócios, espalhados pelo Mundo (sei o que isso é, pois trabalhei no estrangeiro durante muitos anos, nunca deixei de pagar as quotas, mas nunca pude exercer o meu direito de voto) através do voto electrónico e uma eventual desconfiança no sistema, sou claramente a favor da proposta da Direcção de Frederico Varandas de os sócios terem uma participação mais activa nas decisões. É algo que faz bem aos fundamentos democráticos de qualquer instituição no sentido de uma maior participação dos seus membros e de melhorar as condições da própria participação.
Como afirmou ontem FV comentando o facto de os 70% de votos favoráveis não terem atingido a maioria qualificada “este assunto será revisitado".
O tempo não volta para trás!!!
Sem imagem de perfil

De RCL a 09.10.2023 às 14:41

Uma oportunidade perdida. Numa próxima vez os sócios prejudicados farão um sacrifício e estarão presentes. Com 10 mil o ponto 2 passaria.

Cristiano Ronaldo fica muito bem na porta 7. Um orgulho!!!!!
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 09.10.2023 às 14:59

Já o disse várias vezes...!
Somos o clube desportivo nacional português que melhor representamos a maneira de ser portuguesa. Nenhum outro igual.
1- Adoramos ser sofredores.
2- Adoramos ter alguma coisa estrangeira, seja o nome (o meu T. é alemão😆), um familiar, amigos e expressar-nos em inglês sem sabermos o que estamos a dizer, etc... O nosso clube tem por nome Sporting e a sociedade venera tudo que seja Louis Vuitton, Paris, Sir, London, Madrid ou Barcelona.
3- Tal como na sociedade, temos um diversificado clube, para bem ou para mal. Desde viscondes, duques, princípes, milionários, ricos, meios-rico, pobres e pelintras.. até nobodies. Isto é exclusividade Sporting, tal qual as modalidades e uma infinidade de diversas e nunca conclusivas opiniões.
3- Tal como português em geral, desunidos por natureza,(podia escrever mil exemplos, desde levar ese tipo de cultura a povos de outros continentes, até ao desdenhar o que é nosso e bom).
4- Os sportinguistas ao igual que o povo português, sonha, revive e desvive-se por o passado. Os violinos, o império. O Yazalde, a ultima Liga ganha.
5- A sociedade muito fadista, conservadora e desfocada, temos medo do presente e especialmente do futuro e não olhamos para ele, com olhos de ver.
Exemplo: A Liga é que é, a Europa utopia. Isto, não é sò ser conservador, é querer ser pobre toda a vida.
6- Hoje,.. fico por aqui!.🤭🤭
(A lista é quase interminável)

Eu de novas tecnologias, não percebo muito ou melhor dito, não percebo patavina, mas...!
O mundo gira.. gira à volta dos milhões.
Viva o Sporting!.

P.S. Ahh!.. 😎
A sociedade dos brandos costumes.
O Sporting das boas pessoas.
Sem imagem de perfil

De Rumo Certo - Ventos Favoráveis a 09.10.2023 às 15:46

O voto à distância obteve mais de 71% dos votos, o que significa que não foi rejeitado, nem chumbado.
Apenas não alcançou (por pouco) a necessária maioria qualificada dos 75% e, porque muitos sócios se alheiam da vida interna de organização, gestão e modernização do clube.
E é uma pena que assim seja, porque apenas se adia o inevitável.
O argumento de que se precisa de mais informação, não colhe, nem corresponde à verdade.
Já no passado mais longínquo, foram votadas situações que considero substantivamente lesivas do clube (Ex.: venda de património) que careciam de mais detalhes, esclarecimentos, pormenores, e percepção do que esta e, foram aprovadas por maioria.
Os sistemas informáticos dispõem de diversos filtros que permitem validar ou detectar incorreções, para além de serem submetidos a auditorias independentes de controlo e certificação de qualidade.
A descentralização para permitir o voto à distância, é uma inevitabilidade, sob pena de ficarmos para trás e, isso em consciência, ninguém quer.
Ora, em dia de jogo, com dezenas de milhares de presenças, perdeu-se uma oportunidade para alavancar esta situação e ao que julgo, conforme os resultados o demonstram, porque muitos pensaram o mesmo.
De que independentemente do seu voto, todos os pontos seriam aprovados.
Colocar nas mãos de outros, a nossa vontade e escolha, é abdicarmos de um direito associativo inalienável e, que fragiliza a moralidade de futuramente podermos reclamar contra o que seja nesta matéria.


Sem imagem de perfil

De mike1906 a 09.10.2023 às 16:15

Concordo com o que escreve.

Foi uma pena num dia em que tantos sócios de fora de Lisboa se encontravam no Estádio (uma vez que era o jogo dedicado aos Núcleos) que não tivessem passado pela Assembleia para votar, uma vez que até seriam os mais interessados.

Ficará para outra oportunidade

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D




Cristiano Ronaldo