Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Wendel no frio da Rússia

Rui Gomes, em 16.02.21

mw-1280.jpg

O médio brasileiro Wendel saiu do Sporting CP no mercado de Verão e foi para paragens menos soalheiras. O negócio rendeu ao clube de Alvalade cerca de 20+4 milhões. Em entrevista ao jornal brasileiro “Lance!”, Wendel explica os motivos da saída e conta como está a ser adaptação à Rússia.

O jogador considera-se adaptado ao clube mas existem alguns fatores que ainda precisam de ser trabalhados. “A questão do idioma é muito complicada, não entendo quase nada,” lamenta o médio. “O frio também incomoda mas há toda uma estrutura montada para jogarmos com estas temperaturas mais baixas,” explica Wendel, exemplificando: “Alguns estádios são fechados, com relvados aquecidos”.

Sobre o futebol propriamente dito, o antigo jogador dos leões considera que... “é mais exigente fisicamente” na Rússia. Wendel garante que se sente valorizado no Zenit, “sem desvalorizar o Sporting, que foi mesmo muito importante”. A ambição do jovem de 23 anos é muito grande e ele não a esconde: “Penso em grande, ir à selecção e disputar as grandes competições. Quero competir ao mais alto nível”.

publicado às 04:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De João Gil a 16.02.2021 às 12:13

Ter ido do Sporting para o Zenit foi um passo em frente. Para o Sporting, foi um passo em frente. Wendel foi muito bem transacionado e os resultados do Sporting este ano não enganam relativamente ao estado da equipa e à qualidade dos jogadores nucleares que preenchem agora a zona do terreno onde antes actuava o Wendel. SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.02.2021 às 17:17

Creio que inclui João Mário nesse cenário.
Sem imagem de perfil

De João Gil a 16.02.2021 às 20:08

Claro. João Mário transforma o meio campo do Sporting para melhor. É um belo jogador e o nome mais sonante que foi recrutado esta temporada para o campeonato português. Benfica e Porto bem o quiseram. Pudera, campeão da Europa e “made in Sporting”. SL

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D




Cristiano Ronaldo