Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

Gostei de ler este parágrafo de um artigo de opinião da autoria de Bruno Prata e concordo com muito da sua breve análise ao momento do Sporting:

 

«É verdade que ao Sporting lhe custava - até ao jogo em Barcelos - fazer coisas que antes lhe saíam de forma natural, sobretudo os golos. Mas já Arrigo Sacchi se queixava de que se julgam mais os resultados do que a capacidade de trabalho e de que falta gente capaz de compreender que "uma cabana pode ser construída num dia, mas nunca um arranha-céus". Ora, é preciso perceber que Marco Silva está a tentar conceber uma equipa que não se resuma a investir num jogo seguro, no erro alheio e nos ataques rápidos. E este processo de crescimento e transformação nunca é instantâneo. Aos que erradamente defendem que este Sporting tem mais armas do que o de Jardim, importa começar por explicar que formatar uma equipa para funcionar em organização é mais exigente do que para o fazer apenas em transições. Principalmente quando se perdeu a referência defensiva (Rojo) bem com a única alternativa credível (Dier) e se teve de confiar nos pés de chumbo de Maurício e na imaturidade de Sarr. Para as dificuldades na primeira fase de construção contribui ainda o eclipse de um William que precisa fazer reset ao seu software, porque não restam dúvidas de que mantém o hardware dos craques. Enquanto isso não acontecer totalmente, passou pelo menos a haver uma solução que melhora muito a coordenação do jogo ofensivo: João Mário. Com ele, Slimani ganhou um sócio que não tinha e o Sporting passou  ter outra capacidade de definição e agressividade, mais presença na área e remate, o que não é despiciendo num plantel em que só Nani vinha funcionando como verdadeiro reforço.»

 

publicado às 05:20

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De L a 25.09.2014 às 10:58

Voltando ao futebol, nada disto tem a ver com duvidar do valor de Marco Silva, que nunca duvidei. Da mesma forma que ainda agora na selecção andou tudo a repetir se alguns jovens jogadores tinham aprendido a jogar no Verão porque o Paulo Bento pelos vistos deixou de saber treinar no Verão. E se antes já tinha sido criticado por levar ao Mundial só os responsáveis pelo apuramento, se calhar não cabiam todos. Só para dizer que quando uma estrutura abana com alguns maus resultados acontece aos melhores e não acontecerá ainda com mais facilidade a quem comeu tudo e mais alguma coisa no defeso?

Já no Porto era impossível imaginar tanta insanidade e tanto desconhecimento da Liga portuguesa até ouvir o Lopetegui esta semana dizer que não tem o hábito de olhar para a tabela classificativa. Quando foi contratado antes de mais para vencer o campeonato.

Se sobre a defesa do Sporting já não vale a pena dizer mais nada, a não ser talvez que ainda nem sequer foi pressionada, como acontece aliás poucas vezes em Portugal. E o mesmo aplica-se como é óbvio à defesa do Porto, independentemente do valor dos jogadores.

Na frente a história é completamente diferente nos dois, como também já foi possível ver. Jogadores fantásticos no Porto, a maioria com classe inclusive para virem a jogar em qualquer clube. E o Sporting, nomeadamente desde a chegada de Nani e agora com João Mário, também estou em crer capaz de marcar em qualquer jogo.

Se tinha previsto para estes clássicos logo no início da época um Sporting ainda a retirar vantagens de equipa mais entrosada para equilibrar os jogos contra adversários com mais qualidade individual e o Benfica ainda jogou muito desfalcado, agora diria sobretudo que a loucura de Lopetegui veio contribuir e de que maneira para relançar mais um clássico.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D




Cristiano Ronaldo